Charges – Ninguém escapa dos traços e do humor de Angeli – Conheça a vida e a obra do chargista

Charges   Ninguém escapa dos traços e do humor de Angeli   Conheça a vida e a obra do chargista
Itaú Cultural traz exposição com os vários trabalhos de Angeli, em preto e branco e em cores, a mostra traz o universo do cartunista

Tem muita gente que é fã e não sabe, mas sempre se delicia com as charges de Arnaldo Angeli Filho – mais conhecido como Angeli.  O ex office boy começou a desenhar com apenas 14 anos na revista Senhor, enquanto também fazia colaborações para fanzines.

Angeli entrou na Folha de S.Paulo em 1973, quando tinha 17 anos, e lá continua até hoje. Em 1983, pela Circo Editorial, lançou a revista “Chiclete com Banana”, que foi um sucesso – começou com uma tiragem de 20 mil exemplares e chegou a atingir 110 mil. Até hoje a Chiclete com Banana é considerada uma das mais importantes revistas de quadrinhos já editadas no Brasil.

Charges   Ninguém escapa dos traços e do humor de Angeli   Conheça a vida e a obra do chargista
O Itaú Cultural traz exposição com o universo do cartunista. A mostra, em cartaz de 16 de março a 29 de abril, apresenta 880 obras assinadas pelo artista, sendo 80 originais, e cerca de 20 fotos de arquivo pessoal, incluindo retratos de infância e adolescência.  Entrada Franca. Imagem: (Com)pulsão

O trabalho de Angeli já foi publicado na Argentina, Espanha, França, Alemanha e Itália. Em Portugal o chargista fez tanto sucesso que uma editora publicou uma compilação de sua obra. Angeli já viu seus personagens ganharem animação numa série para a TV, já foi redator do famoso programa infantil TV Colosso, da Rede Globo e ainda produziu um filme – Wood & Stock: Sexo, Orégano e Rock’nRoll. O chargista é conhecido por seu humor anárquico e urbano. Sob essa característica Angeli desenvolveu uma série de personagens como a famosa Rê Bordosa, uma junkie dos anos 80, Wood & Sotck, dois hippies que fumaram até os neurônios, o anarquista Meia Oito e seu parceiro gay enrustido Nanico, Luke e Tantra, duas adolescentes com os hormônios em fúria, a ninfomaníaca Mara Tara e muitos outros personagens.

Charges   Ninguém escapa dos traços e do humor de Angeli   Conheça a vida e a obra do chargista
Foto: O palco santista

Outra forte característica do trabalho de Angeli é o humor político – nenhum presidente escapou das tirinhas do paulistano. “Por meio dos pincéis do cartunista paulistano Angeli, José Sarney virou um ator mexicano de segunda categoria, Fernando Collor surgiu envergando uma faixa presidencial feita de correntes de ferro, Itamar Franco teve comentadas suas propagadas limitações intelectuais e Fernando Henrique Cardoso, sua ilimitada vaidade”, publicou a revista Veja.

Só para o ex-presidente Lula foram mais de 200 charges que praticamente contam a história de seus oito anos de mandato. “Humor a favor não é comigo. Deixo isso para os publicitários”, disse. “Angeli é o melhor chargista do Brasil”, diz o cartunista Laerte. “Ele fez o que todo humorista deve fazer, que é manter-se cético em relação a qualquer governo.

Nenhum deles jamais vai conseguir sua adesão”. Uma das maiores influências no trabalho do cartunista é Robert Crumb, ilustrador que é considerado um dos fundadores do movimento underground das histórias em quadrinhos dos Estados Unidos. O próprio Angeli já declarou que não há um desenhista de sua geração que não tenha sofrido a influência de Crumb. Outro ídolos é Millôr Fernandes, colunista de VEJA. “Ele tem uma originalidade e uma capacidade incrível de surpreender.” Veja abaixo um vídeo com Angeli feito pela Revista Trip. Leia também a entrevista com o cartunista:

ANGELI – Ele não é de oposição nem de situação. É contra a politicagem e o politicamente correto – e a favor do grande orgasmo universal.

Charges   Ninguém escapa dos traços e do humor de Angeli   Conheça a vida e a obra do chargista
Imagem: Hoje tem cinema

Charges   Ninguém escapa dos traços e do humor de Angeli   Conheça a vida e a obra do chargista
Imagem: Hoje tem cinema

Programa Ocupação expõe o universo do cartunista Angeli no Itaú Cultural

A exposição mostra os vários Angelis, em preto e branco e em cores, em crise ou não

Ocupação Angeli
de sexta 16 março a domingo 29 abril
terça a sexta 9h às 20h sábado domingo feriado 11h às 20h

O programa Ocupação chega à sua 12ª edição desnudando o universo do cartunista Angeli. A mostra, em cartaz no Itaú Cultural de 16 de março a 29 de abril, apresenta 880 obras assinadas pelo artista, sendo 80 originais, e cerca de 20 fotos de arquivo pessoal, incluindo retratos de infância e adolescência.

A Ocupação tem por característica destacar elementos do processo criativo de artistas considerados ícones em sua área de expressão. Nesta edição, com curadoria da arquiteta e designer gráfica Carolina Guaycuru, parte do ambiente de trabalho do cartunista é recriado no espaço expositivo, projetado pela cenógrafa e também arquiteta Patrícia Rabbat.

Com uma produção múltipla e significativa, o cartunista é conhecido por ironizar a vida cotidiana da metrópole, seja ao criar personagens controversos em tirinhas, seja ao emprestar seu humor ácido a charges políticas, ao editar a já extinta revista Chiclete com Banana ou ao se autocriticar numa série de caricaturas na qual é personagem de si mesmo.

Entre as curiosidades da Ocupação Angeli, destaque para a exibição de dois sets restaurados das filmagens de Dossiê Rê Bordosa, curta dirigido por Cesar Cabral com bonecos animados. Um vídeo especialmente produzido para a exposição traz uma entrevista na qual o artista conta fatos marcantes de sua trajetória entre 1970 e 2000, relacionados à música, expressão fundamental em sua obra. Quem assina esse trabalho é o produtor musical, sonoplasta e artista gráfico Pedro Angeli, seu filho.

No dia da abertura da mostra, entra no ar um hotsite especial para a Ocupação Angeli, com parte do material da exposição e conteúdo exclusivo. No endereço atual, você pode visitar as edições anteriores, dedicadas a artistas como Cildo Meireles, Haroldo de Campos, Zé Celso, Nelson Leirner, entre outros.

Confira o verbete de Angeli na Enciclopédia de Artes Visuais.

Ocupação Angeli
de sexta 16 março a domingo 29 abril
terça a sexta 9h às 20h sábado domingo feriado 11h às 20h

Charges   Ninguém escapa dos traços e do humor de Angeli   Conheça a vida e a obra do chargista
Imagem: UOL

  Charges   Ninguém escapa dos traços e do humor de Angeli   Conheça a vida e a obra do chargista
Imagem: O crítico sou eu
Charges   Ninguém escapa dos traços e do humor de Angeli   Conheça a vida e a obra do chargista
Imagem: Palavras Domesticadas
Charges   Ninguém escapa dos traços e do humor de Angeli   Conheça a vida e a obra do chargista
Imagem: Revista Ideias Charges   Ninguém escapa dos traços e do humor de Angeli   Conheça a vida e a obra do chargista
Imagem: UOL

Charges   Ninguém escapa dos traços e do humor de Angeli   Conheça a vida e a obra do chargista

Imagem: UOL
Foto de abertura: Revista Fator

Ocupação Angeli
Sexta 16 março a domingo 29 abril
Terça a sexta 9h às 20h
Sábado domingo feriado 11h às 20h
[indicado para todas as idades, exceto a sala com conteúdo impróprio, indicada para maiores de 16 anos]

Entrada Franca

Publicação: 12 de março de 2012

AUTOR

Paulistana formada em jornalismo pela Universidade Metodista de São Paulo e com curso técnico de locução pela Rádioficina. Atuou como redatora e locutora no Grupo Bandeirantes de Rádio e também como repórter para um telejornal segmentado.

Veja também...

O Fashion Bubbles possui cerca de 10 mil artigos, aqui as matérias geralmente aparecem aleatoriamente, aproveite para relembrar o que foi moda em outros anos, conhecer outros artigos ou ver a evolução do próprio site que começou em 2006 como um Blog.

COMENTÁRIOS

Leia o post anterior:
2012-03-12_194908
Fim das sacolas plásticas – Empresa lança alternativa sustentável para as compras

Carrinho de Compras Prático estimula consumo consciente e oferece praticidade única em supermercados, feiras e empórios. Fazer compras é uma...

Fechar