Editorial: XY – Apropriando-se do Masculino

Editorial: XY   Apropriando se do Masculino

As mulheres vêm de um contexto de subjugo e vilipêndio. Sempre tiveram menos privilégios que os homens e sua luta por direitos iguais é notória. Queimaram sutiãs, organizaram manifestações, piquetes, protestos e conquistaram muito: o direito de votar, por exemplo. Tanto fizeram que no começo da década de 2000 já chefiavam boa parte dos lares brasileiros.

Todavia, frente a tantas conquistas, parece que algumas delas estão perdendo um bem precioso – sua feminilidade. A fim de competir com o homem e conquistar seu espaço no mercado de trabalho e na sociedade, a mulher, muitas vezes, teve de se “travestir”  de homem. Para mudar os paradigmas vem se apossando das armas do “inimigo”, tornando-se, tão bruta quanto ele.

Editorial: XY   Apropriando se do Masculino

Editorial: XY   Apropriando se do Masculino

Devemos diferenciar dois conceitos que normalmente misturam-se: sexo e gênero. O sexo é biológico. Nasce-se homem ou mulher. O gênero, entretanto é uma composição cultural. É formado por um conjunto de valores, modos, gestos etc. Pode-se, portanto ser mulher e se apropriar de elementos do universo masculino, modificando-se, assim o gênero feminino.

Direção de Arte: Augusto Paz e Frane
Edição de Imagem: Gerson Cruz
Modelo: Beatriz Paz

Veja o editorial completo no blog de Augusto Paz

Publicação: 17 de maio de 2010

Veja também...

O Fashion Bubbles possui cerca de 10 mil artigos, aqui as matérias geralmente aparecem aleatoriamente, aproveite para relembrar o que foi moda em outros anos, conhecer outros artigos ou ver a evolução do próprio site que começou em 2006 como um Blog.

COMENTÁRIOS

Leia o post anterior:
mayana-unha
Novela Passione: Elenco, História, Músicas e Figurino

Mayana Moura será outro ícone fashion da nova novela das 8h - foto do site MSN A próxima novela que...

Fechar