O frio chegou! Hora de cuidar dos cabelos de acordo com o que eles precisam

Por Nadia Heisler

O frio chegou! Hora de cuidar dos cabelos de acordo com o que eles precisam

Foto: Divulgação L’Oreal 

Está na hora de reaver alguns conceitos e certos hábitos que estão com você há todos esses anos e que tanto irritam os seus lindos cabelos. No verão, o problema é aquele sol escaldante, já no inverno, os grandes vilões são o vento, temperatura baixa demais e o tempo úmido. Vamos combatê-los? Vamos às dicas que vão salvar seus fios dos males da estação mais fria do ano. Tome nota.

Segundo Luciano Barsanti, diretor médico do Instituto do Cabelo de São Paulo e presidente da Sociedade Brasileira de Tricologia, a principal preocupação agora que o frio chegou é a questão da queda de cabelo. “É bom ficar atento e tomar alguns procedimentos indispensáveis”. Em primeiro lugar, Luciano citou o péssimo hábito do “banho quentinho”: “A água quente desidrata os fios e facilita o aumento da queda porque dilata os poros do bulbo, que é o couro cabeludo, e descola os fios”, explica.

Porém, esse não é o único mal que a água quente faz aos nossos cabelos. “Além disso, os fios ficam menos brilhantes e mais opacos, há um aumento da produção de oleosidade, já que o calor estimula a glândula sebácea e há descamação e um conseqüente aumento do acúmulo de gordura na raiz”, completa Luciano Barsanti. Por isso, quem tem tendência a desenvolver caspa também deve se preocupar com o cuidado dos fios no inverno. “Com certeza essas pessoas devem ficar mais espertas nessa época do ano. Além disso, é importante citar que a água quente pode gerar uma inflamação do couro cabeludo, mais comumente conhecida por dermatite seborréica”, conta o médico e tricologista.

Quer saber a temperatura ideal para a lavagem do cabelo tanto no frio como no calor? Então anote aí: 20ºC. Esse é o número mágico.

Como se não bastasse a nossa vontade de tomar o banho quente das noites frias de inverno, essa estação também traz outros problemas aos nossos fios. “No inverno, as pessoas ficam menos expostas ao sol. Isso é um problema, pois os raios ultravioletas do tipo A diminuem a descamação do couro cabeludo. Porém, o ideal é que a pessoa tome sol apenas nos horários recomendados, que na parte da manhã vai até às 10h e, na parte da tarde vai das 16h em diante”, ensina Barsanti.

Atenção redobrada para o uso de gorros, bonés, chapéus, boinas e afins. “Além do aumento da sudorese, esses acessórios para a cabeça também estimulam a produção de sebo e abafam os fios, deixando-os mais oleosos e mais propensos à queda”, diz Luciano, que recomenda que esses adereços sejam usados apenas em ambientes abertos, jamais dentro de ambientes internos e fechados, como apartamentos, lojas, escritórios e etc.

Você não suporta ficar com os cabelos molhados no frio, certo? E, principalmente, não está a fim de pegar um resfriado. “A pessoa pode sim secar o cabelo todos os dias, mas desde que o secador esteja na potência média ou baixa, nunca na máxima e que seja passado pelo menos a 30 cm dos fios”. Especialistas afirmam que, na potencia máxima, o secador pode chegar até aos 300ºC e, por isso, podem queimar os fios e o couro cabeludo. Já pensou?

Sobre você lavar o cabelo com menor freqüência porque está morrendo de frio, esqueça! Segundo Luciano Barsanti, mesmo no inverno o clima do nosso país não permite que deixemos de lavar nossos cabelos todos os dias. “Além de ser um fator de higiene, é fundamental para controlar o pH dos fios e para manter o equilíbrio das secreções”, explica Luciano. Ainda segundo o médico, outro problema das pessoas que resolvem lavar o cabelo um dia sim um dia não é que quando elas o fazem, sentem a necessidade de passar muito mais shampoo e condicionador do que iam precisar se realizassem lavagens capilares diárias. “Elas passam muito mais produtos porque sentem que o cabelo está mais oleoso e bastante embaraçado. Isso acaba deixando o cabelo mais pesado, facilitando o frizz, principalmente nessa época mais fria”, explica Barsanti.

Fernando Ferreira, hair stylist do salão Jacques Janine, também atenta para essa questão de as pessoas sentirem necessidade de “entupir” os fios de tanto produto. Tudo para ficar mais macio, não dar frizz e etc. Segundo os especialistas isso é um grande equívoco, pois quando passados em exagero, os produtos hidratantes podem deixar o cabelo mais propenso à quebra, ao frizz e à queda. “Tudo que vai em excesso prejudica os fios e pele. O certo é hidratar os fios ao menos uma vez por semana. E utilizar um reparador de pontas uma vez ao dia e nunca na raiz”, explica Fernando Ferreira. Quanto ao leave-in, pode usar à vontade para hidratar suas pontas, mas nunca em exagero e jamais no couro cabeludo.

Luciano Barsanti também atenta para as mulheres que adoram prender os fios, seja com elástico, tiaras, presilhas e assessórios em geral: “Minha recomendação é, pelo menos nessa época em que os fios ficam mais propensos a cair, que elas não prendam o cabelo. Isso além de quebrar e danificar ainda mais o cabelo, facilita a queda devido a tração dos fios”.

Os cabelos descoloridos, tingidos e quimicamente tratados merecem atenção redobrada nesse frio que se aproxima. “Esse processos químicos abrem muito as escamas dos fios e os deixam mais fracos, mais sensibilizados e mais propensos à perda de proteínas e vitaminas. Portanto, os cabelos que passaram por isso devem ser mais cuidados e hidratados no frio”, alerta Fernando Ferreira, hair stylist.

Como ela não podia ficar de fora, cuidado também com a sua alimentação. “No frio as pessoas consomem mais calorias, mais açúcares, carboidratos e gorduras. Esses alimentos fazem mal aos cabelos porque provocam um aumento da secreção oleosa e aumentam a descamação e a coceira, o que também favorece o aumento da queda dos fios. Além disso, as pessoas perdem o hábito de beber água, o que não pode acontecer. Todos devem beber ao menos oito copos de água por dia”, sugere o médico e tricologista Luciano Barsanti.

Matéria do site Cristiana Arcangeli

O site da Cristina Arcangeli tem um conteúdo bem bacana sobre saúde e beleza, foi indicação da Léo, nossa mais nova colaboradora!

Publicação: 1 de junho de 2007

Veja também...

O Fashion Bubbles possui cerca de 10 mil artigos, aqui as matérias geralmente aparecem aleatoriamente, aproveite para relembrar o que foi moda em outros anos, conhecer outros artigos ou ver a evolução do próprio site que começou em 2006 como um Blog.

COMENTÁRIOS

Leia o post anterior:
ep2
Bom Retiro brilha nos Jardins

Lembram-se quando eu escrevi aqui que essa história de o Rogério Figueiredo vender seu nome (como marca) tinha tudo para...

Fechar