Brasileiras preferem conforto e design, revela a maior pesquisa sobre calçados femininos no Brasil

Brasileiras preferem conforto e design, revela a maior pesquisa sobre calçados femininos no Brasil

A maior pesquisa já realizada no Brasil sobre o comportamento feminino na compra de calçados, Azimute 720, aponta a preferência da maioria das brasileiras pelo conforto e o design em suas escolhas. O estudo, liderado pela Focal Pesquisas(*), de Porto Alegre/RS, entrevistou nos meses de setembro e outubro do ano passado, aproximadamente 2,5 mil mulheres entre 15 e 54 anos, das classes C2 a A1, em seis capitais do País de quatro regiões diferentes.

Paulistas, cariocas, gaúchas, mineiras, pernambucanas e brasilienses revelaram diferenças em suas preferências pelo ponto de venda. A internet ainda aparece com uma presença muito tímida quando o assunto é preferência por loja. Apesar do boom das lojas monomarcas pelo País, é nas multimarcas que a maioria delas preferem fazer suas compras. O estudo também identificou diferenças no comportamento de compra das mulheres conforme cada região. Vejam no infográfico os principais números desta pesquisa.

Brasileiras preferem conforto e design, revela a maior pesquisa sobre calçados femininos no Brasil
Foto: Sulee Group

Perfil sócio-demográfico das mulheres entrevistadas:

Idade média das mulheres: 33,6 anos

Escolaridade:

– Ensino Médio: 44,5%
– Superior Incompleto: 16,7%
– Superior Completo: 16,5%

Estado Civil:

– Casada/mora junto: 47,4%
– Solteira: 43,6%

Tem filhos: 58,7%

75,7% possui renda própria

Estilo X Ocasião

A ocasião dita o estilo? Mais da metade das mulheres diz que sim.

53,5% mudam o estilo conforme a ocasião. Os principais motivos são, respectivamente, ambiente, humor e clima.

Quanto mais alta a renda, mais muda o estilo – gaúchas, cariocas e mineiras são as mulheres que mais mudam o estilo conforme a ocasião.

66,7% afirma que seu estilo não pode ser definido por uma marca.

33,3% das mulheres que tem seu estilo definido por uma marca citaram: Dakota, Melissa, Arezzo, Azaleia e Ramarim, sendo a Melissa a mais citada na faixa entre 15 e 24 anos e a Arezzo a mais citada na classe A.

Como é o consumo de calçados femininos por estação no Brasil:

Brasileiras preferem conforto e design, revela a maior pesquisa sobre calçados femininos no Brasil

Brasileiras preferem conforto e design, revela a maior pesquisa sobre calçados femininos no Brasil

R$106,84 – preço que as mulheres pagam, em média, por um par de scarpin básico

No Distrito Federal esse valor chega a R$116,88.

Há uma percepção de que nas lojas monomarca se pague mais pelo scarpin básico, chegando a R$128,60.

R$86,46 – preço que as mulheres pagam, em média, por um par de sandálias.

No RS esse valor chega a R$123,42, a média mais alta de todos os estados.

O valor máximo pago por uma sandália foi R$600,00.

Onde as consumidoras preferem comprar:

Tipos de lojas preferidas:

68,4% sapatarias multimarcas
16,2% lojas de departamento
14,9% lojas monomarca
0,5% lojas virtuais

Comodidade e conveniência:

– Em São Paulo, a preferência por loja de departamento (49,8%) é um pouco maior que a preferência por multimarca (46,7%).
– No Rio de Janeiro, a preferência por lojas monomarca atingiu um percentual significativo de 35,3%.
– As lojas de departamento agradam de 14% a 20% em todas as classes sociais.

10 lojas onde elas mais compram:

Brasileiras preferem conforto e design, revela a maior pesquisa sobre calçados femininos no Brasil
Citadas mais de 400 lojas em todos os estados.

Lojas que ocupam um lugar especial no coração e mente das consumidoras:

Brasileiras preferem conforto e design, revela a maior pesquisa sobre calçados femininos no Brasil

Brasileiras preferem conforto e design, revela a maior pesquisa sobre calçados femininos no Brasil

Brasileiras preferem conforto e design, revela a maior pesquisa sobre calçados femininos no Brasil

Brasileiras preferem conforto e design, revela a maior pesquisa sobre calçados femininos no Brasil

Brasileiras preferem conforto e design, revela a maior pesquisa sobre calçados femininos no Brasil

Brasileiras preferem conforto e design, revela a maior pesquisa sobre calçados femininos no Brasil

A Azaléia foi citada como a principal marca de calçados brasileira.

Conheça os aspectos que determinam a compra de um calçado feminino:

Brasileiras preferem conforto e design, revela a maior pesquisa sobre calçados femininos no Brasil

Para 81,2% das mulheres a qualidade do produto é mais importante que a marca.

Para 67,4% das mulheres a marca do calçado é mais importante do que o nome da loja.

No momento da compra, 57,7% das mulheres costumam adquirir mais de um par de calçados.

67,7% das mulheres afirmam que gostam de comprar produtos da moda.

Para 49,9% das mulheres não há planejamento de compra para calçados.

40,5% das mulheres pagam mais caro por produtos da moda.

47,8% consideram a roupa mais importante que o sapato.

34,3% preferem comprar em loja de shopping.

37,3% acreditam que calçados mais caros têm mais qualidade.

34,1% da amostra influencia a compra de calçados das amigas.

Fonte: Business Press

Foto de abertura: Fashion Hippo

Publicação: 26 de abril de 2012

AUTOR

Paulistana formada em jornalismo pela Universidade Metodista de São Paulo e com curso técnico de locução pela Rádioficina. Atuou como redatora e locutora no Grupo Bandeirantes de Rádio e também como repórter para um telejornal segmentado.

Veja também...

O Fashion Bubbles possui cerca de 10 mil artigos, aqui as matérias geralmente aparecem aleatoriamente, aproveite para relembrar o que foi moda em outros anos, conhecer outros artigos ou ver a evolução do próprio site que começou em 2006 como um Blog.

COMENTÁRIOS

Leia o post anterior:
image001
Brechó Luxuoso – Conheça o novo Brechó da Villa em São Paulo

O Brechó da Villa vai transformar o conceito sobre o reuso. Reusar Chanel, Gucci, Prada, Dior ou Missoni não é...

Fechar