Como ser TOP sem ser VIP?

Como ser TOP sem ser VIP?

Quem de nós, pobres mortais, nunca teve vontade de fazer parte da elite e frequentar festas cheias de luxo e glamour – um privilégio dos poucos integrantes da classe AAA? Normalmente, pensamos que para ingressar nesse mundo exclusivo é preciso ser uma pessoa extremamente influente ou, no mínimo, ter alguns milhões espalhados em contas bancárias.

No entanto, Bruno Rangel garante que existe outro caminho. Em sua última obra chamada “Como ser TOP sem ser VIP?”, lançado na 21ª Bienal do Livro de São Paulo, o autor ensina como se infiltrar na alta sociedade sem ter um mísero real no bolso.

O livro é dividido em crônicas com dicas divertidíssimas. A obra inteira é escrita num tom de sarcasmo que zomba tanto do mundo elitizado quanto do próprio leitor.

As crônicas simulam situações cotidianas como uma visita à praia, durante o sexo ou até mesmo no elevador. Com uma dose de humor em todos os parágrafos, a comédia ensina a ser chique nessas ocasiões para que todos à sua volta vejam você como uma pessoa VIP.

Leia alguns trechos do livro:

No caso Dinners
Já reparou que nenhum lugar aceita o fabuloso e internacional cartão Dinners? Poucos trabalham com esse serviço exclusivo e, desde já, o Dinners será o seu melhor amigo. (…)Como funciona: é claro que você não precisa ter o cartão de verdade porque não terá condições nem será aprovado, já que, provavelmente, seu nome está no SPC, no Serasa e em mais inúmeros lugares onde você tem dívidas, como Casas Bahia, Lojas Americanas ou a padaria mais próxima da sua casa.

No elevador

Na hora de apertar o seu botão, opte por C = cobertura ou PH = penthouse, cobertura em inglês. Pouco importa se você mora lá, é claro que você não mora, mas o VIP ali não precisa saber que você vive numa barraca de acampamento ou nos fundos da casa de alguém, e, ainda por cima, morando de favor. Ele deve ter a ilusão de que você está no topo, de que você é TOP.

Pedindo demissão
O primeiro passo é ser elegantérrimo ao extremo porque você será uma pessoa imponente, e todo vilão é chique, pode reparar. Passe a impressão de que está indo para uma melhor, que recebeu uma proposta de uma multinacional ou que irá acompanhar os pais numa longa viagem, em que os mesmos participarão de eventos internacionais de filatelia.
– Papai e mamãe estão idosos, precisam que eu os acompanhe nessa jornada. Por esse motivo, terei de me desligar dessa empresa.

Como ser TOP sem ser VIP?

Sobre o autor
Bruno de Abreu Rangel nasceu em Juiz de Fora, MG em 1983. Estreou na literatura com o livro A Caixa de Surpresa (2007) e é hoje um dos mais jovens escritores do Rio de Janeiro.  Pós-graduado em Marketing pela Universidade Federal de Juiz de Fora, Bruno tem vasta experiência no mercado de luxo.

Participou da abertura do hotel Fasano no Rio de Janeiro, logo trabalhou em cruzeiros internacionais de categoria 5 estrelas e, atualmente, faz parte da equipe do Marina All Suites, hotel boutique já eleito pela prestigiada Condé Naste Johansens como um dos melhores da América. Teve a oportunidade de visitar mais de 30 países e assim conseguiu adquirir bagagem para nos presentear com essa obra que aborda o mundo dos VIPS de forma bem cômica e descontraída.

Publicação: 3 de setembro de 2010

AUTOR

COMENTÁRIOS

Veja também...

O Fashion Bubbles possui cerca de 10 mil artigos, aqui as matérias geralmente aparecem aleatoriamente, aproveite para relembrar o que foi moda em outros anos, conhecer outros artigos ou ver a evolução do próprio site que começou em 2006 como um Blog.

Leia o post anterior:
tigor_
Tigor T. Tigre sugere muitos chapéus neste verão

Chapéus urbanos e descontraídos são as sugestões da Tigor T. Tigre neste verão 2011. Bonés, chapéus australianos e boinas são...

Fechar