Educação e Sustentabilidade – Conheça ações de responsabilidade social da Ford

Educação e Sustentabilidade   Conheça ações de responsabilidade social da Ford

O mundo passa por uma grande transformação e duas facetas de todo este movimento chamam atenção: Conhecimento e Sustentabilidade.

Estamos assistindo a emergência de uma “economia do conhecimento” na qual, a pesquisa e a inovação tecno-científica se tornaram o motor central no modo de produção. O conhecimento é na atualidade uma das mais importantes forças produtivas.

Já a sustentabilidade, baseada no tripé  do Social, Ambiental e do Econômico, evoca preocupações da sociedade evidenciando como o mundo estará no futuro, em termos de condições de vida.  Considerando a  quantidade de habitantes na terra e a atividade industrial que não para de crescer, ecossistemas do planeta estão se deteriorando drasticamente e o clima está mudando, estamos consumindo e desperdiçando tanto e tão rapidamente, que já vivemos muito além da capacidade do globo terrestre.

Cada vez mais as empresas terão que se adequar aos novos tempos e incorporar políticas mais sustentáveis para que tenham sucesso a longo prazo.

Neste contexto, recebi um convite interessante da Ford para conhecer e acompanhar algumas ações de responsabilidade social que vão nesta direção.

Fomos a Salvador e a Camaçari na Bahia para conhecer um programa que forma jovens para o mercado de trabalho e outro que transforma fardas industriais que antes eram incineradas em mochilas escolares.

Educação e Sustentabilidade   Conheça ações de responsabilidade social da Ford Educação e Sustentabilidade   Conheça ações de responsabilidade social da Ford
Steven Armstrong, presidente da Ford Brasil, Denise Pitta e altos executivos da empresa na formatura da primeira turma do Programa Ford de Educação para Jovens –   Silvio Illi, gerente da fábrica da Ford Camaçari, Benna Deese, coordenadora internacional da Ford Fund, Jim Vella, presidente mundial da Ford Fund – Ações de responsabilidade social

Educação para Jovens

Acompanhamos a formatura da primeira turma do Programa Ford de Educação para Jovens, lançado pela empresa em  outubro de 2015 em Camaçari (BA), com o desafio de promover a qualificação técnica e comportamental de alunos da rede pública estadual de ensino, com foco na empregabilidade e ingresso no mercado de trabalho da região.

O projeto piloto, que contou com a parceria do SESI e do SENAI, acaba de ser concluído com a formatura de 95 jovens. O programa é financiado pela Ford Fund, organização sem fins lucrativos criada e mantida pela Ford desde 1949. A Ford Fund e Serviços Comunitários apoia instituições e ações sociais nas comunidades onde a montadora opera, em todo o mundo.

O Programa de Educação selecionou os 100 melhores alunos da rede pública de ensino de Camaçari, com idade entre 17 e 21 anos, usando como critério o histórico de melhores notas, nos últimos anos. Além de valorizar os alunos que mais se dedicaram aos estudos, o propósito da ação é incentivar todos os estudantes a se desenvolver, com uma perspectiva de futuro focada nas competências para a inserção no mercado de trabalho.

Educação e Sustentabilidade   Conheça ações de responsabilidade social da Ford

O projeto tem um grande poder de multiplicação, com um modelo que pode ser replicado por outras empresas. A iniciativa incluiu uma bolsa auxílio para lanche e transporte, além de certificado de qualificação profissional, com frequência mínima obrigatória de 75% das aulas. O SESI, contratado pela Ford, foi responsável pela  gestão do programa, desde o recrutamento dos alunos e realização dos cursos comportamentais até  a capacitação técnica, realizada em parceria com o SENAI.

As atividades incluíram visitas à fábrica da Ford, atendimento no programa de saúde bucal Odontomóvel, palestras da equipe do Centro Médico da Ford e palestras sobre carreira profissional com executivos da companhia. O curso teve uma duração total de 310 horas. A parte comportamental abordou diversos aspectos, desde noções de saúde e segurança do trabalho até administração financeira, formação pessoal e social, ética, gerenciamento do tempo, além de informática básica, matemática, lógica, inglês e comunicação. A formação técnica foi voltada para a preparação de auxiliares nas áreas de administração, elétrica, mecânica de automóveis leves e mecânica de manutenção de máquinas industriais.

Adicionalmente, ao final do curso, os alunos puderam participar da seleção para o Programa Jovem Aprendiz da Ford, que ofereceu oportunidade de estágio para 26 aprendizes  no seu complexo industrial, em Camaçari.

Fardas industriais que viram mochilas escolares

Também fomos ao Projeto Axé para ver de perto a parceria desenvolvida com a Ford que desde 2014 tem como objetivo transformar fardas industriais em mochilas escolares.  As fardas dos empregados, que antes eram incineradas, quando devolvidas no setor de Recursos Humanos, passaram a ser higienizadas e doadas para o Projeto Axé, organização não-governamental reconhecida por sua forte atuação social.

Além da produção das mochilas, a partir do reaproveitamento de materiais, a iniciativa ganhou também o viés econômico e social, ao envolver mulheres em situação de vulnerabilidade na produção das peças, que após finalizadas são ofertadas a estudantes da rede pública de ensino de Camaçari (BA).

Em 2016, a Ford alcançará o volume de 30 mil mochilas doadas, incluindo  kits de lápis e caderno. A parceria entre a Ford e o Projeto Axé foi além. Juntas, promoveram a criação do curso “Desenvolvimento de Produtos Sustentáveis”, com o intuito de melhorar a vida de diversas mulheres de baixa renda, moradoras de Camaçari e Salvador.

Educação e Sustentabilidade   Conheça ações de responsabilidade social da Ford
Fardas industriais que antes eram incineradas são transformadas em mochilas escolares – Ações de responsabilidade social

Viés Sócio-Econômico 

Estimular cadeias produtivas sustentáveis e gerar renda com trabalho e conhecimento. Esse é o maior objetivo da iniciativa entre a Ford e o Projeto Axé ao capacitar essas mulheres para que, além de participarem do processo de produção das mochilas ecossustentáveis, elas possam também criar suas próprias peças que lhes permita a geração de uma renda extra.

A ação visa realizar a capacitação profissional, através do ofício de corte e costura, além de reforçar questões subjetivas como auto-estima, autonomia e empoderamento feminino. Baseado em técnicas de reciclabilidade, o curso também trabalha conceitos de  pesquisa, criação, design e marketing. Para participar, as mulheres recebem uma bolsa-auxílio, além de auxílio para o transporte e alimentação na sede do curso.

A cada ano, desde que começou a parceria, o Projeto Axé viabiliza workshops sobre customização para estudantes em 10 escolas públicas de Camaçari. Na ocasião, monitores do Projeto Axé vão até as escolas ensinar para os alunos como eles podem aproveitar aquelas roupas que não são mais usadas. Cada workshop de customização envolve cerca de 400 alunos.

Educação e Sustentabilidade   Conheça ações de responsabilidade social da Ford Educação e Sustentabilidade   Conheça ações de responsabilidade social da Ford
Ação visa realizar a capacitação profissional, através do ofício de corte e costura, além de reforçar questões subjetivas como auto-estima, autonomia e empoderamento feminino –
Ações de responsabilidade social

A parceria da Ford com o Projeto Axé é realizada por meio da Ford Motor Company Fund e Serviços Comunitários, uma organização sem fins lucrativos criada em 1949. Viabilizada por meio dos lucros da Ford Motor Company, a Ford Fund apóia iniciativas e instituições que ampliem as oportunidades para aqueles que vivem nas comunidades onde a Ford opera.

Fundado em 1990 pelo ítalo-brasileiro Cesare de Florio La Rocca, o Projeto Axé atua na área da educação, arteducação e defesa de direitos de crianças, adolescentes e jovens em situação de vulnerabilidade social, em especial os que vivem em situação de rua na Cidade de Salvador-Bahia. O processo educativo do Axé é iniciado com a Educação de Rua, que estabelece vínculos e estimula crianças e adolescentes a saírem das ruas e ingressarem nas Unidades Educativas, espaços pedagógicos onde se realizam atividades lúdicas, artísticas e culturais, baseadas nos princípios da ética e dos Direitos Humanos.

O caminho para uma sociedade mais justa e mais saudável passa por muitos aspectos, entre eles educação e sustentabilidade.  São louváveis as iniciativas nesta direção que ajudam empresas e sociedade a incorporar valores que dignificam o homem e que deixam um legado a longo prazo, trazendo luz e possibilidades, como define bem Thomas Jefferson:

“Aquele que recebe de mim uma ideia tem aumentada a sua instrução sem que eu tenha diminuído a minha. Como aquele que acende sua vela na minha recebe luz sem apagar a minha vela. Que as ideias passem livremente de uns aos outros no planeta, para a instrução moral e mútua dos homens e a melhoria de sua condição, parece ter sido algo peculiar e benevolentemente desenhado pela natureza ao criá-las, como o fogo, expansível no espaço, sem diminuir sua densidade em nenhum ponto.” (Thomas Jefferson)


Educação e Sustentabilidade   Conheça ações de responsabilidade social da FordJornalistas e blogueiros de várias partes do Brasil prestigiaram o evento

Educação e Sustentabilidade   Conheça ações de responsabilidade social da FordMarcos Cândido, coordenador de Arteducação do Projeto Axé, com Denise Pitta

Confira mais fotos do evento

 

Publicação: 7 de abril de 2016

AUTOR

Denise Pitta é digital Influencer e é editora do Fashion Bubbles. Estilista, formada em Moda e Artes Plásticas, atuou em diversas confecções e teve marca própria de lingeries, a Lility. Começou o blog em 2006 e está entre as primeiras blogueiras brasileiras da moda. Também desenvolve pesquisas sobre História e Identidade Brasileira na Moda e Psicologia Analítica. É apaixonada por filosofia, física quântica, psicanálise e política. Siga Denise no Instagram: @denisepitta e @fashionbubblesoficial

COMENTÁRIOS

Veja também...

O Fashion Bubbles possui cerca de 10 mil artigos, aqui as matérias geralmente aparecem aleatoriamente, aproveite para relembrar o que foi moda em outros anos, conhecer outros artigos ou ver a evolução do próprio site que começou em 2006 como um Blog.

Leia o post anterior:
Saiba como remover a maquiagem corretamente

Não adianta nada usar maquiagem para ficar linda e depois pecar na hora da remoção, principalmente na hora de ir...

Fechar