O importante é brindar!

O importante é brindar!
As festas de final de ano nos convidam a celebrar a vida, as amizades e as conquistas com um brinde. Apesar de que todos dizem que o mais importante é sempre o brinde com aqueles que amamos (“a gente se vê pouco, mas a gente se ama…”), é sempre de bom tom acertar no que servir e no que beber.

É tres chic dizer que se foi a uma festa regada a prosecco ou que sua bebida preferida é uma “real champagne”. Para muitos não há distinção entre champagne, prosecco e outros espumantes (…isto tudo é frescura….), entretanto é importante saber diferenciar cada uma destas bebidas.

Embora nos últimos anos tenha se registrado um aumento no consumo do espumantes, principalmente com as disponibilização de champagnes, a chegada de proseccos, bem como com a melhora da qualidade e produção dos vinhos desta categoria, os brasileiros ainda são consumidores tímidos, apesar de que o país já desponta como um importante produtor de espumantes.

Com a crescente oferta destes produtos a confusão aumenta ainda mais, então afinal quais as diferenças entre champagne, prosecco, espumante…?

Espumante é qualquer vinho elaborado com qualquer tipo de uva, que por gerar gás carbônico durante sua produção, produz espuma quando a garrafa é aberta – bubbles! Pode ser branco, rosé ou tinto, seco (brut), meio-seco (demi-sec) ou doce (sec).

O primeiro vinho espumante foi produzido na França, na região vinícola de Champagne, tendo como um dos mentores um padre beneditino de nome Don Perignon. Champagne é, portanto, o vinho espumante fabricado na região de mesmo nome na França com uvas Pinot Noir, Pinot Meunier e/ou Chardonnay. É produzido pelo método “Champenoise” e geralmente é branco ou rosé. Não existe champagne tinto. É considerado o mais nobre de todos os espumantes. (Moêt & Chandon, Veuve Clicquot, Don Perignon, Perrier, Krug, Mumm Cordon) e somente os vinhos produzidos nesta região podem utilizar a denominação Champagne.

O sucesso que este vinho alcançou foi tanto que, atualmente, todo país produtor de vinho elabora espumante. Na Espanha é chamado de Cava, na Alemanha de Sekt, nos Estados Unidos de Sparkling e na França, fora da região de Champagne, de mousseux.

Na Itália, o nome é Spumante. Se for feito com a uva moscatel é chamado de Asti. O norte do país produz uma penca deles: o doce Asti, o seco Franciacorta e o frutado e nosso muito conhecido Prosecco, um vinho espumante, produzido na região do Veneto, na Itália, com uma uva chamada “prosecco”. Elaborado pelo método charmat, é sempre branco. Leve e delicado, é geralmente indicado como aperitivo ou para acompanhar pratos leves.

Todo espumante deve ser tomado bem gelado (5 a 7 graus), por causa de sua alta acidez e pelo gás carbônico. É um acompanhamento ideal para quase todos os tipos de pratos.

O champagne não tem hora para ser tomado… na vitória nós merecemos e na derrota nós precisamos (Churchil). Como todos sabem, Fashion Bubbles é habitué á champagne, prosecco e outros espumantes, afinal todos têm bubbles!

Um brinde ao novo ano!

Publicação: 29 de dezembro de 2006

Veja também...

O Fashion Bubbles possui cerca de 10 mil artigos, aqui as matérias geralmente aparecem aleatoriamente, aproveite para relembrar o que foi moda em outros anos, conhecer outros artigos ou ver a evolução do próprio site que começou em 2006 como um Blog.

COMENTÁRIOS

Leia o post anterior:
vivara
Nova coleção Vivara

A Vivara está lançando sua mais nova coleção para o verão 2007. Inspirada na natureza, no universo étnico e também...

Fechar