Logo

A indústria da moda

Maria da Graça: “Eu não vivia. Eu sobrevivia”

Moda não é considerado um assunto 'sério' pelas pessoas 'sérias'. Se você quiser impressionar as pessoas numa discussão ‘séria’, Moda é terreno movediço! Você corre o risco de ser considerado superficial, narcisista, alienado, entre outros adjetivos não muito agradáveis.

O que a maioria das pessoas não pára para pensar é que glamour à parte, trata-se de uma indústria como qualquer outra, que gera empregos e faz girar a economia como qualquer outra. E no caso do Brasil, é uma indústria que realiza um importante processo de inclusão social da mão de obra não-qualificada, principalmente de mulheres de baixas escolaridade e renda.

Quando você vê uma peça da Lility finalizada, não faz idéia do longo caminho que ela percorreu… Represa de Guarapiranga e Pico do Jaraguá (onde ficam as oficinas que confeccionam as peças da Lility), podem até evocar paisagens bucólicas, mas não é nada disso! É simplesmente periferia. Quem conhece São Paulo sabe o quanto esses bairros estão distantes (tanto geográfica, quanto economicamente) do Pavilhão da Bienal, onde são realizados os desfiles da SP Fashion Week.

Essas oficinas são normalmente tocadas por mulheres humildes, porém empreendedoras, que começaram como costureiras, e à custa de muito esforço compraram maquinário (sabe lá Deus como) e tocam seus pequenos negócios com extrema dificuldade. Elas não têm nenhuma idéia do glamour da Fashion Week – nunca foram convidadas e provavelmente nunca o serão. Para elas, moda é sustento das suas famílias. Nada mais que isso.

Leia no Nominimo a história de Maria da Graça que mudou sua vida depois que aprendeu a confeccionar móveis com garrafas PET e a trabalhar no acabamento de bolsas através da ONG carioca Modelarte. Portanto, sempre que alguém te chamar de superficial só porque você gosta de Moda, responda com a estilista brasileira Zuzu Angel, que há anos afirmou: “No meu país acham que moda é frivolidade, futilidade. Tento lhes dizer que moda é comunicação, além de dar emprego para muita gente”.

A indústria da moda

2 Comment

  1. POR FAVOR ´!!!!
    AOS MENMBROS DO RAMO DA MODA ME AJUDEM!!!
    QUAL O CAD USADO EM NEW YORK PARA MODELGEM- ENCAIXE….
    OBRIGADA!!!!

  2. olá gostaria de saber qual o Cad ultilizado no ramo da moda em new york
    pois aqui temos o audaces o lectra, e outros..
    gostaria muinto desta nformação
    obrigada!!!
    lucia

Your Commment

Email (will not be published)