Consciência Fashion na Reciclagem de Roupas

Consciência Fashion na Reciclagem de Roupas

Hoje, com o fenômeno “fast fashion” que cresce a cada dia, com a incessante necessidade de acompanharmos a moda, a febre de comprar, comprar e comprar, quem ainda não se deparou com um armário cheio de peças que não usamos mais? No Brasil não existem dados, mas na Inglaterra a quantidade de roupas descartadas chega a 1 milhão de toneladas  por ano !

Por lá, além das instituições de caridade que distribuem toda esta roupa, duas grandes cadeias do varejo de moda mundial, lançaram programas que dão vida nova às roupas que as próprias cadeias varejistas colocaram no mercado. São elas: a Marks & Spencer de Londres e a Uniqlo rede varejista japonesa. O bacana é que estas empresas estão se preocupando com as roupas que vendem e qual o destino delas no mundo.

 Consciência Fashion na Reciclagem de Roupas

Como funciona?

A Marks&Spencer lançou no mês passado uma campanha para incentivar seus consumidores a reciclar suas roupas usadas. Para participar, é necessário que haja, pelo menos uma peça da Marks&Spencer na doação. Os interessados podem entregar as peças na instituição de caridade chamada Oxfam´s, muito respeitada em Londres, e que se encarrega de dar o destino certo aos modelitos.

O tema da campanha é: PLANO A, POIS NÃO EXISTE PLANO B.

Para engajar a galera fashion, é possível também doar durante a London Fashion Week. Em troca, os fashionistas conscientes ganham voucher de desconto para usar na Marks&Spencer. Mas é claro, que a intenção e os benefícios vão muito além do voucher.

Consciência Fashion na Reciclagem de Roupas
 
Fleece jacket da Uniqlo

Já a Uniqlo começou o programa de reciclagem em 2001 com as jaquetas de fleece das suas marcas, é o tecido que chamamos de soft. Hoje, expandiram o programa para todas as peças. Nos meses de março e setembro eles recolhem as peças descartadas pelos consumidores, as que ainda estão em bom estado são enviadas ao Nepal e Tailândia.

As peças que não estão em boas condições, se transformam em fibras que são usadas como sistemas de isolamento térmico e luvas profissionais, são também convertidas em matéria prima para geração de energia. No ano passado a Uniqlo reciclou aproximadamente  800.000 peças onde 90% delas foram utilizadas ainda como roupas.

A moda consciente além de contribuir para uma vida melhor neste planeta, certamente agrega valor para as marcas destes grandes varejistas principalmente por estarem conectados a tendência ECO.

FONTE :  http://www.springwise.com/fashion_beauty
Por Alessandra Janaudis Gimenez

(Alessandra Janaudis Gimenez é pós-graduada em Ciências do Consumo pela ESPM, atua na área têxtil há 7 anos com passagens pela Cia Hering, Vicunha e Rosset. Hoje faz parte do time de compras na Adar Milenium – importadora de tecidos para o mercado de moda. E-mail: alejanaudis@gmail.com .)

Publicação: 25 de fevereiro de 2008

AUTOR

Alessandra Janaudis Gimenez é pós-graduada em Ciências do Consumo pela ESPM e em Moda e Criação pela Santa Marcelina. Cursou Cool Hunting em Milão na Domus Academy, programa em parceria com a Central Saint Martins e o instituto de pesquisa Future Concept Lab. Hoje atua como buyer na Adar Millenium. É importadora de tecidos para o mercado de moda, teve passagens também pela Cia Hering, Vicunha e Rosset.

Veja também...

O Fashion Bubbles possui cerca de 10 mil artigos, aqui as matérias geralmente aparecem aleatoriamente, aproveite para relembrar o que foi moda em outros anos, conhecer outros artigos ou ver a evolução do próprio site que começou em 2006 como um Blog.

COMENTÁRIOS

Leia o post anterior:
list1.thumbnail
Cores mais usadas na New York Fashion Week Outono/Inverno 2008

O Women’s Wear Daily publicou um artigo sobre as 10 cores mais usadas pelos designers americanos para as coleções Outono/Inverno...

Fechar