Entenda o processo da Criatividade – Veja dicas de como se tornar mais criativo

Entenda o processo da Criatividade   Veja dicas de como se tornar mais criativo

A Criatividade permite cumprir os desejos de forma mais rápida, fácil, eficiente ou econômica. Entre seus conceitos estão a habilidade de criar ou o potencial criativo:  inteligência e talento, natos ou adquiridos, para criar, inventar, inovar.  Consiste em encontrar métodos ou objetos para executar tarefas de uma maneira nova ou diferente do habitual, com a intenção de satisfazer um propósito.

Para  Dr. Amit Goswami no livro A Janela Visionária, criatividade é a descoberta de algo novo num contexto novo ( criatividade fundamental) ou a descoberta de um sentido novo num contexto velho ( criatividade situacional).

Entenda o processo da Criatividade   Veja dicas de como se tornar mais criativo
Descobrir um sentido novo num contexto velho é um conceito familiar, mas não tão fácil de ser percebido, para exemplificar confira o exercício dos nove pontinhos:  Qual é o número mínimo de linhas retas que você pode usar para ligar todos os pontos sem tirar a caneta do papel? Se a sua resposta foi 5 ou não conseguiu fazer o exercício, você ficou preso no contexto de pressupor que precisava se manter dentro  do quadrado, mas, na verdade, as instruções não estabeleciam esse limite, era preciso sair do lugar comum para realizá-lo. (Veja a reposta no fim da matéria).

O processo criativo se dá em quatro estágios:

1) A preparação – ler bons livros e buscar informação sobre o material já existente naquele campo;

2) A incubação ou processamento inconsciente – esta etapa permite  que o inconsciente processe pensamentos que possam se expandir em possibilidades, se tornando ambíguos proporcionando muito mais opções à nossa escolha;

3) A revelação – espécie de “salto quântico” descontínuo no pensamento que leva a solução criativa;

4) A manifestação – que é expressar a nova revelação na vida prática.

Já para a autora  do livro o Gato, Marie-Louise von Franz, em geral, temos  primeiramente um período de depressão, de vazio, de nada acontecendo, e quanto mais longo esse período, maior a quantidade de energia que se acumula no inconsciente, para que algo importante aconteça, faz-se necessário esse período de inatividade, de gestação inconsciente.

Para Marie, quando ela escreve um artigo e pensa: “Bem, isso é interessante” – e começa a escrever, o resultado geralmente são superficialidades. Mas se antes, ela entra em depressão e não consegue fazer nada durante um certo tempo, e quanto mais esse estado se prolongar, ela terá maior probabilidade de produzir algo de valor, assim precisa antes recolher-se por longo tempo para produzir algo realmente valoroso.

Dicas para trazer mais criatividade a sua vida

Normalmente costumamos estar muito identificados ao nosso ego. Dr. Amit Goswami explica que, quando o ego está inteiramente formado, isto é, quando nossos padrões de hábitos estão inteiramente estabelecidos e nós nos identificamos com estes padrões, começa a restar pouca liberdade nessa identidade-ego.

O ego vai deixando de ser capaz de se livrar do ego e de seu padrões cristalizados que limitam as possibilidade criativas. Somos capazes de dizer não a esses padrões automáticos, mas apenas se estivermos atentos.

Para exemplificar de forma bem simples a limitação do ego, imagine uma criança que um dia experimentou um queijo de sabor forte e teve total aversão por ele. A partir daí nunca mais comeu nenhum tipo de comida com queijo, cresceu acreditando que odiava queijo. Entretanto existem milhares de tipos diferentes de queijo, usados de milhões de formas diferentes e com certeza alguma destas receitas iria agradá-lo. Mas ele já se fechou em seu pequeno ego e prefere perder um mundo de sabores, a se abrir a novas experiências, já que odiar queijo virou parte de sua personalidade.

Esse tipo de limitação vai se repetindo nos mais diferentes níveis de nossa vida e vamos simplesmente abrindo mão de experiências que poderiam nos renovar, deixamos de experimentar,  verbo que é o combustível básico da criatividade e o resultado é o envelhecimento do cérebro, começamos a ficar no piloto automático ou na segurança daquilo que já é conhecido.

Estabelecemos pequenas verdades: ” Não gosto de ler”; “Só namoro caras bonitões”; ” Livros de auto ajuda são sempre bobagens”; “Toda mulher é interesseira” e assim vamos nos limitando, criando paradigmas que se espalham automaticamente por todas as nossas decisões, limitando a percepção de novas perspectivas, o que acaba empobrecendo a realidade.

Segundo o livro A Janela Visionária,  um dos agentes que transforma a possibilidade em ato criativo é a Consciência.  Só através da observação consciente você pode exercer de fato o livre arbítrio na criação de uma realidade mais feliz, senão, será apenas ação e reação, seguirá  preso às intempéries da vida, com ações que serão reativas, defensivas e condicionadas, ficando incapaz de escolher e, portanto, de arcar com a responsabilidade.  Através da consciência e do conhecimento você pode aumentar seu nível de criatividade e romper estes ciclos.

Dr. Amit explica que a consciência é a base de todo o ser, a matéria existe como possibilidades dentro da consciência. E a consciência escolhe entre as possibilidades disponíveis, reconhecendo uma em particular para cada evento em particular.

Quando você observa um figura gestáltica de duplo significado, você só vê um aspecto de cada vez. Mas você não muda nada nas linhas do desenho quando vê o outro aspecto. A possibilidade já está ali;  você apenas a reconhece!

 

Entenda o processo da Criatividade   Veja dicas de como se tornar mais criativo
A clássica figura da Moça-Velha é um excelente exemplo de visão viciada e quebra de paradigmas. Quando você observa a figura de duplo significado, você só vê um aspecto de cada vez. Mas você não muda nada nas linhas do desenho quando vê o outro aspecto. A possibilidade já está ali;  você apenas a reconhece ao mudar de perspectiva. Veja mais exercícios interessantes em 13 Exercícios e Histórias sobre Quebra de Paradigmas

Dicas para sair do lugar comum

– Faça perguntas

Se você não fizer perguntas, a porta que leva a transformação criativa permanecerá fechada, bloqueando o caminho da transformação.

Quem, Quando, Onde, O quê, Por quê, Qual, Como são questionamentos que podem trazer dicas de como sair do lugar comum e trazer soluções criativas para sua vida.

O Vídeo Como nascem os Paradigmas – Grupo dos Macacos, mostra a importância de fazer perguntas para entender paradigmas e portanto encontrar novos contextos.

– Desacelere

Crie rituais que desacelerem sua mente, o simples fato de  parar para tomar um cafezinho, pode ser o instante de revelação de uma nova perspectiva. Esse momento é como um sopro de oxigênio para o cérebro que permite maior possibilidade de escolha ou o momento para que consiga processar novas possibilidades.

O fato é que estamos o tempo todo ocupados alimentando nossa identidade-ego e romper com esses padrões habituais de agir, através de rituais por exemplo, irá nos desacelerar e também desprender nossa consciência dos sinais locais imediatos, permitindo a ela uma expansão.

– Tenha tempo para pensar e alimente seu cérebro

A inspiração, o “click”, é o resultado final de muita leitura, observação e análise. A inspiração é o momento em que o arquivo mental entra em ação e abre-se uma gaveta com uma grande ideia. Para que esta gaveta se abra, o arquivo tem que ser abastecido. Saiba como em ótimo artigo: Como ser mais criativo em 20 passos. Veja também:  8 dicas para ser mais criativo.

– Não se reprima: Tenha mais ideias ruins para ter mais ideias boas

Ao que parece, ter ideias ruins em grande quantidade também significa que você terá várias ideias boas. Estudos das universidades MIT e University of California Davis provaram isso.

O grande volume de ideias produzido por algumas pessoas significa que elas não podem evitar ter um monte de ideias ruins. Todavia, elas também estão propensas a terem mais ideias boas.

“As boas idéias vêm do inconsciente. Para que uma ideia seja relevante, o inconsciente precisa estar bem informado.”  (David Ogilvy – Publicitário)

Entenda o processo da Criatividade   Veja dicas de como se tornar mais criativoResposta do teste de como ligar os nove pontinhos com apenas 4 linhas

 Imagem de abertura via FaGV

Por Denise Pitta

 

Salvar

Salvar

Publicação: 1 de julho de 2016

AUTOR

Denise Pitta é digital Influencer e é editora do Fashion Bubbles. Estilista, formada em Moda e Artes Plásticas, atuou em diversas confecções e teve marca própria de lingeries, a Lility. Começou o blog em 2006 e está entre as primeiras blogueiras brasileiras da moda. Também desenvolve pesquisas sobre História e Identidade Brasileira na Moda e Psicologia Analítica. É apaixonada por filosofia, física quântica, psicanálise e política. Siga Denise no Instagram: @denisepitta e @fashionbubblesoficial

COMENTÁRIOS

DESCONTOS & BENEFÍCIOS

Leia o post anterior:
Moda Masculina  Verão 2017 SPFW N41
Looks Masculinos do Verão 2017 no SPFW – Confira cores, estampas e tendências

Os desfiles que apresentaram looks masculinos no SPFW N41 tiveram algumas unanimidades, como silhueta mais ampla e a saia masculina,...

Fechar