O orkut da moda

Lançado em fevereiro, o Iqons reúne 4.000 apaixonados por moda e faz muito fashionista ficar grudado na tela do computador

O orkut da moda

Lugar de fashionista é na frente do espelho experimentando roupas ou na rua batendo perna atrás de novidades, certo? Errado. A proliferação de blogs sobre moda está criando uma espécie mutante de fanáticos por moda, batizada de fashion nerds por conta das noites que passam vidrados na tela do computador. Pois um novo site promete dar ainda mais força ao fenômeno. Lançado no início do ano, o Iqons (www. iqons.com) lembra sites de relacionamento como MySpace e Orkut, mas a principal diferença é que reúne apenas fashionistas. Qualquer um com interesse em moda, em qualquer lugar do mundo, é bem-vindo – seja estilista, fotógrafo, ilustrador, designer, stylist ou mero diletante. O site é um espaço livre onde os usuários podem mostrar seu trabalho e fazer contatos profissionais. O objetivo é derrubar barreiras sociais e geográficas, incentivando a comunicação e a integração dentro do mundo fashion. Seu layout é primoroso – até porque, como todo o mundo da moda sabe, imagem é tudo! As fotos dos usuários são sempre elaboradas, nada que lembre aqueles retratos tosquinhos tão comuns nas páginas do Orkut, por exemplo.

 O orkut da modaO Iqons tem como padrinhos Colin McDowell e Diane Pernet, dois profissionais superinfluentes. Colin é jornalista da revista Style do Sunday Times e autor de 16 livros. Apesar da aparência de vovô, com barba e cabelos grisalhos, é uma das j figuras mais ativas e influentes da moda britânica, sempre na primeira fila dos desfiles com seu terno impecável. Grande entusiasta de novos estilistas, Colin é mentor de Galliano e fundador do Fashion Fringe, uma competição que uma vez por ano premia um designer iniciante financiando sua coleção. Ao contrário da formalidade inglesa de McDowell, Diane Pernet é uma personagem no mínimo intrigante. Além da voz rouca supermarcante, há anos só se veste de preto, sempre com óculos escuros. A pior coisa é sentar atrás dela nos desfiles, pois Diane usa um penteado de um metro de altura, com uma mantilha preta enorme caindo sobre ele. Ex-estilista fez sucesso em Nova York na década de 80. Radicada em Paris há 13 anos, hoje se dedica a projetos multimídia envolvendo internet, vídeo, jornalismo, arte e moda; além de ser também uma grande estimuladora de novos talentos. Seu blog A Shaded View on Fashion foi um dos primeiros de moda da web. Por ser autoridade tanto em estilo quanto em mídias digitais, virou co-mentora do Iqons. A entrada de Colin McDowell foi importante para fazer a conexão com a indústria. “Para o site funcionar, ele precisa do alternativo, mas também de quem já está estabelecido”, filosofa Diane. Todo mês Colin convida uma personalidade influente da moda para surfar no site e dar conselhos a possíveis futuros talentos. Mês passado, quem ficou à disposição da turma do Iqons foi a inglesa Vivienne Westwood. Agora é a vez de Alber Elbaz, da Lanvin. Em maio (aguardem!), o hipermega John Galliano.
Diane conversa com a Vogue sobre Iqons e aproveita para falar sobre a febre dos blogs. Hoje, estima-se que um em cada quatro internautas na Inglaterra estejam blogando. Alguns são especialistas como Diane. Mas também há uma enorme quantidade de blogs bem-sucedidos feitos por gente que nunca estudou nem trabalhou com moda. É o caso do Style Bubble de Susie Bubble, uma chinesa nascida na Inglaterra formada em História, que adora acompanhar novidades da cena fashion. O chamariz do seu blog é justamente este: analisar a moda pela ótica de alguém que está “de fora”. É divertido ler seus comentários ora inocentes, ora deslumbrados, sempre com uma pitada de humor. Há um ano no ar, o Style Bubble tem 8.000 acessos por dia, o que o coloca entre os tops no ranking dos blogs de moda. Apesar de ainda trabalhar no mesmo lugar de antes (uma empresa de publicidade digital), Susie não nega os benefícios que o blog lhe trouxe. “Graças a ele pude conhecer de perto grandes estilistas. Ainda sou um peixe fora d’água, mas agora ficou bem mais fácil conseguir convites para os desfiles”, conta.

O orkut da moda

A despeito da multiplicação de diários virtuais escritos por jovens como Susie, os blogs mais populares ainda são os assinados por editores de moda de jornais e revistas de prestígio. Eles atraem não só pela credibilidade, mas também porque dão “acesso” a áreas restritas aos reles mortais. O blog de Cathy Horyn, editora de moda do The New York TimeSy promete “levar você à primeira fila dos desfiles, aos bastidores dos ateliês e para dentro da mente dos estilistas”. O mesmo poderia ser dito dos blogs de Camilla Morton no site da Vogue inglesa e de Susie Menkes, a papisa fashion do International Herald Tribune. Por trabalharem na indústria há muito tempo, as duas conhecem todo mundo que interessa e, obviamente, conseguem notícias quentes em primeiríssima mão.
Os usuários do Iqons trocam informação, portfolios e até organizam festas -já houve uma em Milão e outra em Paris
Sob o lema “set fashion free”, o Iqons quer bagunçar essa hierarquia. Com a internet, não é mais necessário estar nas grandes capitais de moda para vender uma marca: a coleção pode ser mostrada online, e a compra, realizada com um toque no mouse. Com 4.000 pessoas cadastradas em apenas três meses, o sucesso parece garantido.

Por Vogue Brasil

Matéria encontrada no  site Mercado Competitivo.

Publicação: 7 de maio de 2007

Veja também...

O Fashion Bubbles possui cerca de 10 mil artigos, aqui as matérias geralmente aparecem aleatoriamente, aproveite para relembrar o que foi moda em outros anos, conhecer outros artigos ou ver a evolução do próprio site que começou em 2006 como um Blog.

COMENTÁRIOS

Leia o post anterior:
Montei meu negócio e agora? (2)

Em resposta ao artigo Montei meu negócio e agora?, recebemos o comentário da Emanuele Jacques, de Florianópolis, que vale a...

Fechar