Dalai-lama reúne público hippie chique

"Só a gente é assim, hippie e chique; um pouco Daslu, um pouco Woodstock." Foi dessa forma que a publicitária paulistana Ana Carolina Vieira Lustosa, 47, definiu a platéia que o dalai-lama reuniu ontem em Cotia, na Grande São Paulo. Praticante do budismo há cinco anos, Ana Carolina vestia uma saia reta transpassada até o tornozelo em seda marrom, o look arrematado por "sandalinhas" Prada. Nos pulsos, voltas de colares de pérolas. A blusinha, simples, era de algodão da GAP.

Ana Carolina era uma das 2.500 pessoas pagantes que se reuniram ontem no templo Zu Lai para ouvir Tenzin Gyatso, o 14º dalai-lama, falar, a partir das 10h e por quatro horas, sobre "Natureza e treinamento da mente no budismo tibetano", ao preço de R$ 120 e R$ 70. Quem pagou mais teve o direito de pôr os olhos no próprio dalai-lama. Quem pagou R$ 70 só pôde fruir as lições do mestre por intermédio de telões instalados em dois salões isolados.

(Folha de São Paulo, 28/04/2006) Para assinantes.

***

Comentário do blog: Então tá, né… E dá-lhe hippie-chique!

Publicação: 3 de maio de 2006

Veja também...

O Fashion Bubbles possui cerca de 10 mil artigos, aqui as matérias geralmente aparecem aleatoriamente, aproveite para relembrar o que foi moda em outros anos, conhecer outros artigos ou ver a evolução do próprio site que começou em 2006 como um Blog.

COMENTÁRIOS

Leia o post anterior:
Palermo Soho – Buenos Aires

Palermo é um dos maiores bairros da cidade, e é tradicionalmente dividido em Palermo Viejo, Palermo Hollywood (onde ficam os estúdios de televisão)...

Fechar