Entenda como funciona o universo das Vitrines em entrevista com Rogério Wolf

Entenda como funciona o universo das Vitrines em entrevista com Rogério Wolf

Rogério Wolf é um curioso e aficionado pelo mundo das  vitrines.  Com 33 anos, nascido em Campinas, trabalha com vitrines há oito anos e reside em São Paulo  há cinco.

Rogério tem curso superior inconcluso em Publicidade, na PUC Campinas. Executou trabalhos em vitrinismo, âmbito no qual se especializou, participando de inúmeros workshops que o respaldaram na constituição de seu acervo profissional,  cultural e crítico na área.

Wolf concebeu diversos trabalhos nos setores de moda, joalheria e cosmética. Em seu blog, Vitrine RG , faz um passeio pelo universo das vitrines, posta imagens do que está acontecendo no Visual Merchandising, dando algumas dicas e escrevendo matérias sobre o assunto.

Nesta entrevista Rogério comenta sobre o mercado, dá dicas e fala sobre o processo por traz das vitrines.

Entrevista com Rogério Wolf

Entenda como funciona o universo das Vitrines em entrevista com Rogério Wolf

Vitrine Officio Jeans – Criação e desenvolvimento Agência Duo

O que o levou a se tornar um vitrinista?

Comecei nesta área quase que por acaso, por algum tempo trabalhei como vendedor e sempre prestava atenção e ajudava em dias de montagem de vitrine. Em uma visita a São Paulo, conheci uma grande vitrinista que me convidou para assumir a área comercial e administrativa de um ateliê de vitrinismo.

Dentro deste ateliê, aprendi todas as etapas necessárias para que uma vitrine “ganhe vida”. Passando pela coleta de brifing, apresentação de projeto, orçamentos, montagem e manutenção.

Comecei a me envolver mais com o início do projeto, o processo criativo e foi então que me apaixonei pelo assunto.

A possibilidade de criar e concluir através de muito estudo me transformou em vitrinista.

Com que tipo de empresas você costuma trabalhar?

As empresas que mais nos procuram são as de moda, mas atendemos o setor de cosmética, tratamento e joalheria.

Qual a importância de se montar uma vitrine?

Hoje em dia uma vitrine é responsável por quase 70% das vendas. O cliente passou a comprar pela emoção e não mais pela necessidade.

Aí reside a importância de se planejar e se montar a vitrine, uma vez que ela é uma estratégia de marketing geradora de emoções para que produtos sejam vendidos.

Qual o processo de elaboração de uma vitrine?

Aqui na agência denominamos etapas e essencialmente configuram:

–  Coleta de briefing
–  Reunião e conclusão de pauta de criação
–  Pesquisa
–  Desenvolvimento de projeto em 3D dentro do espaço arquitetônico do cliente.
–  Orçamento de projeto
–  Apresentação
–  Adaptação, quando requerido
– Compra e manipução de materiais
–  Montagem

Onde você busca inspiração?

Basicamente na cidade onde moro, São Paulo. Aqui acontece tudo, a todo o momento, a cidade abarca exposições, teatro cinema, moda, etc. Assim, inserido neste contexto, eu estou sempre atento, visto que sou freqüentador de todos esses espaços. Experimentar sensações nesses locais me inspira, visto que eles representam a “centelha” para as minhas criações.

Entenda como funciona o universo das Vitrines em entrevista com Rogério Wolf

Referências – Vitrine de arte

Como funciona uma empresa especializada em fazer vitrines? Quais os departamentos?  Como funciona a execução dos projetos?

A grosso modo funciona como uma agência de propaganda , gráfica e marcenaria.

Agência de propaganda, pois cuidamos da marca do nosso cliente nas vitrines, criando calendários de mudanças, promoções de produtos e principalmente a identidade deste cliente.

Gráfica e marcenaria, visto que temos essa estrutura à nossa disposição, funcionando no mesmo prédio graças à parceria com a RC2 Comunicação.

Nossos departamentos são divididos em atendimento, criação, administrativo, produção e montagem, sendo que cada um deles é dotado de hierarquia própria. No total, são 22 pessoas na DUO, agência em que trabalho.

A execução, em razão do fato de que cada departamento citado acima tem seu representante, é a conexão entre estas pessoas e define a materialização do projeto.

Quais as referências que  um vitrinista utiliza para compor uma vitrine?

A partir do brifing, penso eu que tudo pode ser usado como referência, o comportamento da sociedade, os últimos acontecimentos, uma boa exposição, o teatro, a música. Enfim, tudo adquire a condição de “referência”.

Entenda como funciona o universo das Vitrines em entrevista com Rogério WolfEntenda como funciona o universo das Vitrines em entrevista com Rogério Wolf

Vitrine dos sentidos  Vitrines de Arte – Referências

A idéia gira em torno do que o vitrinista cria ou o contratante intervém na idéia?

As duas coisas acontecem, já que o contratante deve participar com idéias.
Não podemos esquecer que o contratante está na linha de frente do negócio, lidando com clientes, por isso é muito importante que ele intervenha, após a intervenção aventamos a possibilidade de usar ou não a idéia dele.

Como funciona a questão da identidade da marca quando se constrói uma vitrine?

Precisamos saber de imediato com quem a marca quer se comunicar. A definição de classes ainda é crucial, bem como política de preços, posicionamento no mercado e estratégias. Todos estes aspectos são estudados em conjunto pela nossa empresa, de modo que uma identidade seja criada para a marca e a comunicação ocorra por meio do projeto e imagem da vitrine, ou seja, o que esta representa.

Que dicas você dá para um lojista que não pode contratar o serviço, mas que queira melhorar  visual do estabelecimento comercial?

Pesquise. Hoje, com a Internet, a informação está mais fácil.

Nada de experimentar só por que acha “ bonitinho”. Vitrine é assunto sério.

Como está o mercado de trabalho do vitrinismo? Quais as deficiências?

Está crescendo exponencialmente, entretanto, faltam empresas e profissionais para dar conta da demanda.

Hoje, a maioria dos projetos é terceirizada. São poucos os casos de uma parceria entre vitrinistas e fornecedores que dão certo.

Para se ter uma idéia, a DUO, agência em que trabalho, é a única empresa que conta com uma estrutura abrangente  e completa em um único lugar.

Os prós e os contras de trabalhar com essa profissão?

O dinamismo deste trabalho me fascina. Vivemos um tempo de vanguardas, pois, trabalhamos com um calendário que antecipa datas e lançamento.

Assim,  julgo que quando se trabalha com o que realmente se gosta os contras são necessários, uma ferramenta para o aprendizado.

Existem cursos?

Sim, diversos. Contudo, é bom ficar atento e consultar a credibilidade da instituição que os ministra , sempre buscando informações.

Para os que vão ingressar no ramo, qual a dica que fica?

Comunique-se, busque contatos, fique atento às possibilidades.

É preciso algum tipo de documentação específica para trabalhar como vitrinista?

Nossa profissão ainda não é regulamentada.

****

Visite o perfil de Rogério no My Fashion Bubbles.

Conheça o Vitrine RG

Como Rogério Wolf é um curioso e aficionado pelo mundo das  vitrines, seu blog é riquíssimo de informações sobre esse tema, com muitas dicas , vitrines temáticas e referências. Ele posta imagens do que está acontecendo no Visual Merchandising.

Longe de ser um crítico e de fazer análises profundas, Rogério pretende levar a um passeio pelas ruas e cidades por onde passa, dando algumas dicas e escrevendo matérias sobre o assunto.

Entenda como funciona o universo das Vitrines em entrevista com Rogério Wolf

Loja: Lanvin

Algumas vitrines de Rogério

Entenda como funciona o universo das Vitrines em entrevista com Rogério Wolf

Vitrine Pusco (Criação e desenvolvimento Agência Duo)

Entenda como funciona o universo das Vitrines em entrevista com Rogério Wolf

Vitrine do Dia das Mães – Loja Samira Jóias (Criação e desenvolvimento Agência Duo)

Entenda como funciona o universo das Vitrines em entrevista com Rogério Wolf
Loja Carmila – Bom Retiro ( Criação Rogério Wolf, Desenvolvimento Agência Duo )

Entenda como funciona o universo das Vitrines em entrevista com Rogério Wolf

Vitrine WKA – Bossa Nova – Criação: Rogèrio Wolf, Estilo: Vilson Firmino, Execução: Agência DUO

Entenda como funciona o universo das Vitrines em entrevista com Rogério Wolf

Vitrine  do Dia dos  Namorados – Loja WKA (Criação e desenvolvimento Agência Duo)

Entenda como funciona o universo das Vitrines em entrevista com Rogério WolfEntenda como funciona o universo das Vitrines em entrevista com Rogério Wolf

Vitrines de Primavera

Entenda como funciona o universo das Vitrines em entrevista com Rogério WolfEntenda como funciona o universo das Vitrines em entrevista com Rogério Wolf

Vitrines Oscar Freire e Jardins: Mara Mac e Doc-Dog

Por Denise Pitta e Diego Carvalho

Publicação: 14 de novembro de 2008

AUTOR

Denise Pitta é digital Influencer e é editora do Fashion Bubbles. Estilista, formada em Moda e Artes Plásticas, atuou em diversas confecções e teve marca própria de lingeries, a Lility. Começou o blog em 2006 e está entre as primeiras blogueiras brasileiras da moda. Também desenvolve pesquisas sobre História e Identidade Brasileira na Moda e Psicologia Analítica. É apaixonada por filosofia, física quântica, psicanálise e política. Siga Denise no Instagram: @denisepitta e @fashionbubblesoficial

Veja também...

O Fashion Bubbles possui cerca de 10 mil artigos, aqui as matérias geralmente aparecem aleatoriamente, aproveite para relembrar o que foi moda em outros anos, conhecer outros artigos ou ver a evolução do próprio site que começou em 2006 como um Blog.

COMENTÁRIOS

Leia o post anterior:
i74679
Cyndi Lauper leva público ao delírio em São Paulo, primeiro de uma série de shows no Brasil

Um dos shows mais aguardados do ano aconteceu na noite de quinta-feira , 13 de novembro, após horas intermináveis numa...

Fechar