Leste Europeu – Inverno 2009

Leste Europeu – Inverno 2009 Leste Europeu – Inverno 2009

Gucci -Folclore Russo               D&G – Trajes da Mongólia

Um dos temas mais comentados do Inverno 2009 é o Folk (folclore). Várias grifes usaram e abusaram das diversas referências dos países do leste do continente europeu. A Rússia foi a mais reverenciada pelos designers, que deram às passarelas um colorido especial, contrapondo à austeridade do Inverno 2009.  Vamos conhecer um pouco mais sobre o Leste Europeu?

No imaginário comum ocidental bem como na maioria das fontes ocidentais, o Leste Europeu é quase sinônimo do termo “países europeus pós-comunistas” (a única diferença é que atualmente ninguém considera o território da antiga Alemanha Oriental parte do Leste Europeu).

Existem tentativas de transformar o Leste Europeu num termo puramente geográfico, diminuindo ou liquidando por completo a sua conotação histórica. É por isso que algumas fontes incluem nessa região a Grécia, e também às vezes o Chipre e a parte européia da Turquia (países que nunca adaptaram o regime comunista).

Outra tentativa de acabar com a conotação histórica desse termo foi através das Nações Unidas, que na sua divisão das regiões do mundo excluem do Leste Europeu todos os países que integravam a antiga Iugoslávia e a Albânia (que fazem parte do Sul Europeu) e os países bálticos (que fazem parte do Norte Europeu).

Os habitantes e fontes nos países europeus pós-comunistas utilizam o termo Leste Europeu normalmente apenas em relação a países mais ao leste da Europa, isto é, a Rússia, a Ucrânia, a Bielorússia e a Moldávia. Os países situados a sul da Romênia, da Hungria e da Croácia são designados como os Bálcãs, enquanto a Polônia, a República Checa, a Eslováquia, a Hungria, a Eslovênia e, ás vezes, a Croácia são normalmente designados como Europa Central.

Leste Europeu – Inverno 2009 Leste Europeu – Inverno 2009

Porta-Jóias – Artesanato Russo                               Traje típico da Rússia

Leste Europeu – Inverno 2009 Leste Europeu – Inverno 2009

Folclore Russo                                                            Crianças Russas

A Rússia, Federação Russa ou ainda Federação da Rússia é uma nação transcontinental cujo território ocupa uma vasta área da Ásia e da Europa.

A Rússia é territorialmente o maior país do mundo pois tem a maior área total – 17.075.200 km² constituída pela parte continental e diversas ilhas à sua volta. Em termos populacionais, o país tem a sétima maior população do mundo, com mais de 152 milhões de habitantes, apresentando uma baixa densidade populacional.

A capital da federação é a cidade de Moscovo (no Brasil denominado de Moscou). Além da capital, outras cidades importantes são São Petersburgo, Vladivostok, Rostov, Novosibirsk, entre outras. A economia russa é das mais ricas do mundo e em constante crescimento graças às exportações de petróleo, gás natural etc.O país possui uma história longa e marcante que influenciou o destino do mundo e serviu de referência a escritores, compositores musicais, e, recentemente, realizadores de cinema.

Economia rica e em constante crescimento, a Rússia faz parte do G8 e é uma das principais fornecedoras de energia para a Europa, nomeadamente, a Ucrânia, a Polônia e a Bielo-Rússia; apesar disso, ainda padece de problemas como o crime organizado, a corrupção, a pobreza em certas regiões e a falta de liberdade de expressão.

Leste Europeu – Inverno 2009 Leste Europeu – Inverno 2009

Catedral Santa Sofia – Kiev                     Praça Vermelha – Moscou

Curiosidades

Leste Europeu – Inverno 2009 Leste Europeu – Inverno 2009

Selo – 1985 Matrioshka

Uma matrioshka, matriochka ou matrioska, a boneca russa, é um brinquedo tradicional da Rússia constituída por uma série de bonecas, feitas de diversos materiais, ainda que o mais freqüente seja a madeira, que são colocadas umas dentro das outras, da maior (exterior) até a menor (a única que não é oca). A palavra provém do diminutivo do nome próprio Matryona.

Os números de figuras que se conseguem encaixarem são, geralmente de 6 ou 7, ainda que existam algumas com um número impressionante de peças. A sua forma é simples, mais ou menos cilíndrica e arredondada e mais estreita na parte superior, onde se situa a cabeça da boneca. Não têm mãos (a não serem as que são pintadas na(s) sua(s) superfície(s)). O grau de sofisticação das matrioskas reside, de fato, na complexidade dos motivos pintados. Outras características que diferenciam as diversas peças são as figuras que encarnam: desde figuras femininas vestidas com trajes tradicionais campesinos, a personagens de contos de fadas, até aos antigos líderes da União Soviética.

A versão feminina é designada, por exemplo na Sérvia, como babuchka que significa “avozinha”, enquanto a versão masculina é designada como dyeduchka, que significa “avozinho”.

Conta-se que Sergei Maliutin, um pintor artesanal de Abramtsevo, viu uma série de bonecos de madeira representando os Shichi-fuku-jin, os Sete Deuses da Fortuna, encaixados de forma semelhante às bonecas atuais.

Leste Europeu – Inverno 2009

Outra história é que um senhor que esculpia e vendia bonecas uma vez fez uma boneca tão bonita que não quis vendê-la, levou para a sua casa e colocou no seu criado mudo e deu o nome a ela de Matrioshka.

Todas as noites antes de dormir, perguntava a Matrioshka se estava feliz. Até que em certa noite boneca pediu um bebê. Então o senhor esculpiu uma boneca menor chamada Trioshka, serrou a Matrioshka e colocou o bebê dentro dela. Mas logo na noite seguinte, a Trioshka também pediu um bebê. E lá se foi o senhor e fez uma boneca e colocou dentro da Trioshka, desta vez a bebê se chamava Oshka.

Assim seguindo o caminho das outras, nas noites seguintes Oshka pediu um bebê e lá se foi novamente o senhor fazer mais um bebê. Só que desta vez pensando que isso não iria acabar mais, o senhor fez o bebê e desenhou rapidamente um bigode nele e o chamou de Ka, garantindo que seria homem e não iria pedir um bebê novamente.

Leste Europeu – Inverno 2009 Leste Europeu – Inverno 2009

D&G -Inverno 2009                                      D&G – Inverno 2009

Fonte e Imagens – Style.com e Wikipedia

O Leste Europeu possui uma vasta riquesa cultural. Para conhecer mais sobre esse região, acesse o site LesteEuropeu.Com

Leste Europeu – Inverno 2009

Por Leonize Maurilio

Publicação: 11 de setembro de 2008

AUTOR

Leonize Maurílio é formada em moda pela UNIP (Universidade Paulista) desde 2004, atua como compradora de confecção e desenvolve coleções como estilista free-lancer. E.mail: leonize_maurilio@yahoo.com.br

COMENTÁRIOS

Leia o post anterior:
osklen
InBrands/PCP faz proposta para adquirir parte da Osklen

A InBrands/Pactual Capital Partners (PCP) e a Tarpon Investments apresentaram proposta para comprar uma participação na Osklen, grife do empresário...

Fechar