Máxima – Como nascem as tendências

Máxima   Como nascem as tendências

Depois de trocar alguns e-mails sobre a “morte” da tendências com a Patrícia Miranda do Santa Mistura ela descobriu esse post fantástico da Revista Máxima sobre Como nascem as tendências que vocês precisam ler na íntegra no site da revista para entender como surgiu e sua importância, mas seguem alguns trechos selecionados pela Patrícia.

“Qual irá ser a cor da moda? O que se vai usar na próxima estação? Qual é o produto do momento?

A revista diz…” Das passerelles as imagens saltam para as páginas das revistas para revelar o que nos fará mais bonitas e fashion a cada estação. Quisemos percorrer o caminho inverso.

Num mergulho profundo no universo da moda e dos produtos de consumo fomos em busca de descobrir como surgem estas tendências, como tomam forma e quem as molda.

Como uma verdadeira caçadora urbana, Paula Horta circula pelas ruas de Barcelona Paula Horta circula pelas ruas de Barcelona munida das suas indispensáveis armas: um bloco de notas, uma máquina fotográfica digital e a enorme curiosidade que muitas vezes a impele ao contacto direto com os seus objetos de observação, mal os identifica. São adolescentes ou jovens adultos que por alguma razão se destacam dos demais, mesmo que seja por um mero detalhe ou adereço personalizado. (…)

 O material recolhido e compilado é depois analisado nos escritórios centrais por antropólogos, sociólogos, especialistas em marketing e em outros setores ligados ao consumo e aos novos negócios.”… ” mas não só nas ruas é feita a pesquisa, se estende aos eventos de arte, música, as feiras de moda, entre outros acontecimentos, também o são, assim como os blogs, os sites da Internet, os jornais e as revistas em geral “. (…)

continuam… “As tendências , então, não surgem da cabeça de ninguém. Nascem nas sociedades em que vivemos, dos pequenos adereços, dos gestos isolados de grupos restritos, das opiniões quase anónimas mas que catalizam a atenção de muitos, dos pequenos negócios criativos que despontam aqui e ali, de tudo o que se vê e se faz de forma diferente e inovadora, mas também da forma como as sociedades se comportam.

Um artista underground, o designer do momento, um músico, um DJ, actrizes e actores, o autor de um blog, uma jovem na rua… Qualquer um pode ser um trendsetter (ver caixa no link da revista Máxima) desde que se destaque na multidão ou desperte o interesse dos demais e que, de alguma forma, a sua atitude ou opinião reflita as ansiedades do momento.

Pouco mais à frente se lê no post ” Li Edelkoort busca constantemente respostas para perguntas como: Como será a nossa vida no futuro? O que irão querer as pessoas? Que desejos e necessidades terão? Que características um produto deverá ter para alcançar o sucesso no mercado? Como inspiramos as pessoas a comprar coisas? ”

E por último eles contam como tudo isso surgiu, mas essa parte vocês terão que ler no artigo original aqui!!!!!

PS: de quebra eles dão um dicionariozinho com novos termos :
Trend forecasting – Prever tendências a médio e longo prazo através do estudo e análise das sociedade e mercados, verificando o seu possível impacto e oferecendo sugestão de novos produtos, novos negócios e novos nichos de mercado
Trendspotting – Acto de identificar tendências através da observação, definição, compreensão e análise quantitativa e qualitativa das tendências. Trabalho em campo cruzando informações a nível social, cultural e económico
Trendspotter – Quem desenvolve a actividade de trendspotting
Trendsetter – Espécie de opinion makers. Pessoas que de alguma forma influenciam, lançam tendências, se destacam pela diferença e inovação. São também chamados influentials ou mavens
Coolhunting – Acto de detectar o que é cool num determinado contexto, destacar o que pode vir a tornar-se uma tendência

Coolhunter – Aquele que desenvolve a actividade de coolhunting

Máxima   Como nascem as tendências

Publicação: 19 de outubro de 2007

COMENTÁRIOS

Veja também...

O Fashion Bubbles possui cerca de 10 mil artigos, aqui as matérias geralmente aparecem aleatoriamente, aproveite para relembrar o que foi moda em outros anos, conhecer outros artigos ou ver a evolução do próprio site que começou em 2006 como um Blog.

Leia o post anterior:
8hands
8Hands

O 8Hands é um software que parece um IM como o MSN Messenger, só que com bem mais recursos. Com...

Fechar