Moda Papal

Moda Papal

Se a roupa é uma afirmação de estilo e até de personalidade, as tradicionais vestes católicas não podiam estar mais carregadas de simbolismo. Com a visita do papa Bento XVI aos EUA, alguns entendidos focaram-se nos ornamentos usados pela “cabeça” da Igreja Católica e descobriram sinais de tradição e conservadorismo.

A visita do Papa Bento XVI aos EUA pôs os seus sapatos literalmente sob os holofotes: os sapatos vermelho-escuro deram nas vistas quando desceu do avião Shepherd One, na base militar norte-americana de Andrews.

Moda Papal

Em vez de mostrar uma afirmação pessoal, a tradição dos Papas usarem sapatos vermelhos tem uma longa história, com alguns especialistas a remeterem-na para o tempo dos imperadores romanos. Tradicionalmente, eram feitos de simples couro vermelho de Marrocos e tinham uma cruz dourada. João XXVIII acrescentou fivelas douradas, que foram eliminadas pelo seu sucessor Paulo VI. Contudo, o antecessor de Bento XVI, o Papa João Paulo II preferiu os normais sapatos castanhos.

Em “Why Does the Pope Have Red Shoes?”, um livro dedicado a responder às questões das crianças, Monsignor Georg Ganswein, o secretário privado do Papa, explica o significado dos acessórios vermelhos: vermelho é a cor do martírio e o Papa é o sucessor do martirizado S. Pedro, e também, escreveu ele, «vermelho é a cor do amor ardente, a cor da chama do Espírito». Daí ser a cor preferida no vestuário usado por Bento XVI: capas, chapéus, sapatos, o vermelho domina e só é ultrapassado pelo branco das vestes papais.

Bento XVI parece empenhado em retomar algumas das tradições dos primeiros tempos, que os observadores do Vaticano vêem como indicador do seu apego à tradição, uma demonstração simbólica da continuidade do papado.

No primeiro Inverno do seu papado, foi visto a usar um camauro, o mais comum dos “chapéus” nos retratos papais históricos embora hoje em dia faça com que as pessoas o associem ao Pai Natal. O seu nome deriva do latim camelaucum (chapéu de pele de camelo), originalmente os chapéus dos imperadores bizantinos. Entrou no guarda-roupa do Papa no século VIII e até 1464 foi usado também pelos cardeais. Tem o uso prático de manter a cabeça quente no Inverno, sendo feito de lã ou veludo vermelho, com pêlo branco. João XXIII tinha sido o último Papa a usá-lo antes de Bento XVI.

O actual Papa também retomou o uso da Mozetta, uma espécie de capa, que já não era vista desde o reinado do Papa Paulo VI. A capa curta pelos cotovelos, que cobre os ombros e é abotoada à frente, apresenta três versões: veludo vermelho com pêlo branco para o Inverno, cetim vermelho no Verão e um modelo especial para a Páscoa – a mozetta pascal – em seda adamascada branca com pêlo branco, que só deve ser usado na octava pascal.

Tradicionalmente usada pelos bispos e superiores hierárquicos na Igreja Católica, as mitras podem ser altas e mais altas – Bento XVI prefere as últimas. O actual Papa tem sido visto a usar a mitra alta de Pio IX, conhecido pela sua visão negativa do mundo moderno.

E se mais sinais tivessem que ser dados quanto ao apego de Bento XVI pela tradição, bastaria pensar na espécie de manto comprido usado durante as celebrações litúrgicas. Aberto à frente e apertado no peito com uma mola, esta peça de vestuário foi menos usada na Igreja Católica após as reformas de 1960 e 1970, mas Bento XVI restaurou o seu uso. Recentemente celebrou missa com uma capa larga, tão ampla que teve de ser segurada por dois acólitos.

Moda Papal

Matéria do site Portugal Têxtil.

Saiba mais sobre como se veste a Rainha Elisabeth, da Inglaterra.

Publicação: 5 de maio de 2008

Veja também...

O Fashion Bubbles possui cerca de 10 mil artigos, aqui as matérias geralmente aparecem aleatoriamente, aproveite para relembrar o que foi moda em outros anos, conhecer outros artigos ou ver a evolução do próprio site que começou em 2006 como um Blog.

COMENTÁRIOS

Leia o post anterior:
threadpeople
Série de TV britânica mostra lado feio da moda

As condições de trabalho duvidosas de algumas das fábricas que produzem artigos baratos em países do sudeste asiático preocupam muitos...

Fechar