Senso de Urgência pode colaborar para dar um salto na sua carreira

Senso de Urgência pode colaborar para dar um salto na sua carreira

Tem empregado que se torna Ativo Fixo da empresa e não percebe. Isso significa que não muda de cargo, de função, não participa de novos projetos. Faz o que é rotineiro. Só se dá conta de que há algum problema quando o superior avisa que está na hora de mudar, de se interessar por outras coisas e  melhorar suas qualificações, caso contrário… Aí dá uma pane. Se até agora você sempre desempenhou um trabalho maravilhoso, chega no horário e se relaciona bem com seus colegas o que aconteceu? Por que mudar? Onde mudar?

Toda mudança precisa acontecer primeiro internamente. O profissional que parou no tempo deve se perguntar: O que busco alcançar profissionalmente? Que mudanças faria para que o trabalho fosse mais eficiente e até mais interessante? Se há o que alcançar e o que fazer, mude já. Implante o senso de urgência antes que seja tarde demais. Não espere levar uma chamada de atenção do chefe. Tome atitudes novas para conquistar novos espaços, reconhecimento e até uma promoção. Temos a tendência de nos acomodar, por esse motivo que aplicar o senso de urgência no trabalho pode trazer resultados em curto prazo.

Se você for a um médico e ele disser que se você não se exercitar colocará em risco sua saúde, na hora mudamos, entramos numa academia e procuramos balancear a refeição. Medo de perder a vida. Então se esta urgência às vezes aparece no trabalho por que não mudar a postura dentro da empresa e acreditar que você também pode chegar lá?

Existem pessoas que vivem dizendo “promoção não é para mim” ou “posso fazer o que for, mas ninguém presta atenção no meu trabalho” ou pior “todo mundo é promovido menos eu!”. Se colocar na posição de vítima é um erro desses profissionais, e os leva o um dos piores diagnósticos no mundo empresarial, a falta de auto-estima.

Se o profissional pretende alcançar algum sucesso tem que se dedicar à empresa que trabalha, não vale apenas chegar no horário e cumprir o “protocolo” e fazer tudo certo. Tem que inovar. Deve vestir à camisa, cuidar do ambiente como se a empresa fosse dele. Gostar do que faz é o primeiro passo, depois é necessário muita dedicação, determinação e foco. O profissional precisa saber aonde quer chegar qual o cargo que pretende assumir e não ficar esperando a tão sonhada promoção cair do céu.

É preciso rever o seu relacionamento interpessoal e a sua postura dentro do ambiente de trabalho. Se questionar como os outros os vêem? Quais os pontos positivos que o destacam? Como os seus parceiros e superiores o enxergam? Como gostaria de ser reconhecido? Será que as pessoas percebem que você é um profissional disponível, bem humorado, disposto a cooperar e ajudar?

Ajudar é bem diferente que fazer o trabalho dos outros. É, antes de tudo, inovar, criar alternativas, melhorar processos, ter boas idéias e claro, colocar em prática.

Além de tudo isso, o profissional precisa estar atento a sua aparência, não pode cair no desleixo. O cuidado com a aparência é tão importante no mundo corporativo, quanto à atualização profissional.

Dependendo do perfil da empresa é necessário rever o que é próprio e impróprio no vestir e respeitar esta regra, lembrando que o ambiente profissional não é o encontro com as amigas e amigos, nem a sala de aula de uma faculdade.

Se você procura respeito e reconhecimento, deve se respeitar e se reconhecer também. Prestar mais atenção em posturas no ambiente de trabalho, brincadeirinhas fora de hora, ou conversas desnecessárias, podem ser negativas para a sua imagem. A descontração faz parte e deve existir, porém com muito bom senso.

Experimente mudar, ser mais profissional, mais atento ao novo e levar a rotina do trabalho mais a sério, não é simplesmente tropeçar da cama e cair na mesa do escritório, é necessário que se prepare com atenção, afinal pode ser o dia da sua “promoção”. E para que venha você precisa estar preparado interna e externamente.

Senso de Urgência pode colaborar para dar um salto na sua carreira

Por Renata Mello

Publicação: 17 de novembro de 2008

AUTOR

Consultoria de Imagem Corporativa - http://www.myfashionbubbles.com/profile/RenataMello

Veja também...

O Fashion Bubbles possui cerca de 10 mil artigos, aqui as matérias geralmente aparecem aleatoriamente, aproveite para relembrar o que foi moda em outros anos, conhecer outros artigos ou ver a evolução do próprio site que começou em 2006 como um Blog.

COMENTÁRIOS

Leia o post anterior:
webwriterkeyboard
Comunicação: Conteúdos Relevantes e Criação de Valor

Entre os diversos objetivos do chamado "mix" de comunicação, a criação, reforço ou mudança de atitudes e padrões comportamentais precisa...

Fechar