Tecidos tecnológicos ajudam a melhorar desempenho dos atletas

Tecidos tecnológicos ajudam a melhorar desempenho dos atletas

LZR Racer – Speedo

Por Luiz Paulo Montes

Os treinamentos intensos, aliados a uma boa alimentação e a um bom preparo físico parecem não ser os únicos segredos para a vitória no esporte. Atualmente, além de todos os elementos já citados, por incrível que pareça, a roupa adequada também faz parte da receita de um atleta vitorioso.

Os tecidos tecnológicos são resultados de pesquisas realizadas pela indústria têxtil, com o objetivo de disponibilizar material para o desenvolvimento de roupas apropriadas e vantajosas para os competidores.

Segundo o site da São Paulo Fashion Week, grandes marcas como a Nike, Adidas e Speedo tiveram idéias de materiais feitos de tecidos tecnológicos e se uniram também a centros de pesquisa e renomadas universidades, produzindo uniformes capazes de diminuir o desgaste físico dos esportistas, além de melhorar o desempenho deles nas competições.

Tecidos tecnológicos ajudam a melhorar desempenho dos atletas

Camiseta Dry Fit – Adidas

A Nike lançou em 2008 uma camiseta regata para corredores de longas distâncias que é 30% mais leve do que outras peças. É simples e não possui muita costura, evitando o desconforto do atleta durante a competição.

Em esportes aquáticos, por exemplo, o tecido acquos é a novidade. Mesmo com a alta concentração de cloro na água, o tecido mantém suas propriedades mesmo após sucessivas lavagens, proporcionando conforto para o atleta, e ajuste firme e suave. (Veja matéria completa no site Bahia em Foco)

Tecidos tecnológicos ajudam a melhorar desempenho dos atletas

Tecido Acquos

Ainda segundo o site da SPFW, além do acquos, o LZR Racer da Speedo, também é mais uma prova da tecnologia nos uniformes. A marca uniu-se a NASA para criar esse modelo, que possui coeficiente mínimo de atrito com á água. O LZR foi soldado por processo ultrasônico, o que eliminou as costuras, e assim, reduziu o número de ondulações, e conseqüentemente o atrito com a pele.

Este tipo de peça tem por tendência a leveza, pois são feitas de fios sintéticos quase sempre muito finos. Alguns fios sintéticos, aplicados de forma irregular no tecido, facilitam a evaporação do suor e inibem a proliferação de microorganismos causadores do mau cheiro.

Um exemplo é o famoso Dry – Fit, “tecido inovador que destaca características de conforto, baixo pilling (formação de bolinhas), leveza e performance. Foi desenvolvido através de um sistema tecnológico onde a construção do tecido é projetada para proporcionar alta absorção do suor do corpo e secagem rápida”. (Veja matéria completa no Enerfit).

Tecidos tecnológicos ajudam a melhorar desempenho dos atletas

Camiseta Dry Fit produzida pela Nike
Tecidos tecnológicos ajudam a melhorar desempenho dos atletas

Tecido Hightec, adequado e produzido para o Triatlon

Tecidos tecnológicos ajudam a melhorar desempenho dos atletas

Tecidos tecnológicos ajudam a melhorar desempenho dos atletas

Uniforme de atletismo da equipe do Quênia produzido pela Nike, 30% mais leve que outras peças

Tecidos tecnológicos ajudam a melhorar desempenho dos atletas

Uniforme Dry Fit produzido para a equipe de Atletismo do Brasil

Tecidos tecnológicos ajudam a melhorar desempenho dos atletas

O LZR Racer é usado pelo nadador americano Michael Phelps, atual melhor nadador do mundo

Fontes:  SPFW, Bahia em Foco e Enerfit

Por Luiz Paulo Montes

Publicação: 14 de abril de 2009

COMENTÁRIOS

Veja também...

O Fashion Bubbles possui cerca de 10 mil artigos, aqui as matérias geralmente aparecem aleatoriamente, aproveite para relembrar o que foi moda em outros anos, conhecer outros artigos ou ver a evolução do próprio site que começou em 2006 como um Blog.

Leia o post anterior:
us
Uniqlo aposta nas cores

A Uniqlo, rede de fast fashion considerada a GAP japonesa e que está ganhando o mundo (Londres está cheia de...

Fechar