Logo

Tecnologia da Confecção – Etapas e Conceito – Parte 2

Compartilhe...Tecnologia da Confecção   Etapas e Conceito   Parte 2Tecnologia da Confecção   Etapas e Conceito   Parte 2Tecnologia da Confecção   Etapas e Conceito   Parte 2Tecnologia da Confecção   Etapas e Conceito   Parte 2Tecnologia da Confecção   Etapas e Conceito   Parte 2Tecnologia da Confecção   Etapas e Conceito   Parte 2

Tecnologia da Confecção   Etapas e Conceito   Parte 2 

Inovações nas estratégias de produção: A Subcontratação

Para melhor entender a dinâmica do processo de produção industrial engendrado no setor do vestuário, vamos dividi-lo em categorias: Produção interna, Facção domiciliar e Facção Industrial. A Facção industrial também é conhecida por sistema de terceirização ou Private Label.
Facção domiciliar

Se refere a um trabalhador a domicílio, ou seja, que trabalha na sua própria casa.

Tecnologia da Confecção   Etapas e Conceito   Parte 2

Facção Industrial

É a prestação de serviços, ou seja, uma subcontratada, para outra indústria confeccionista. Os faccionistas recebem todos os aviamentos e os tecidos cortados na justa medida e são responsáveis pela montagem da peça do vestuário. Ao lado das confecções já consolidadas surgirão as prestadoras de serviços, executando apenas uma fase do processo da produção.

Tecnologia da Confecção   Etapas e Conceito   Parte 2

 

Subcontratação

Quando o seu objetivo maior é a redução dos custos.
A subcontratação é de especialização, quando a empresa contratante busca um especialista, o qual dispõe de conhecimentos e de equipamentos adequados para efetuar a produção ou serviços que ela própria não pode ou não deseja executar, por razões de estratégia, ou ainda porque considera suas instalações insuficientes ou não competitivas para tal atividade.

A subcontratação é quando a empresa contratante embora equipada para efetuar determinado trabalho, busca outra empresa, para atender a sobrecarga de pedidos ou algum incidente técnico.

Leia também:Revolução Industrial, Tecidos e a Evolução da Indústria do Vestuário: Onde a Função Encontrou a Moda – Parte 1

Tecnologia da Confecção: da protótipo à confecção (etapas e conceito) – Parte 3 

Por Queila Ferraz

(Queila Ferraz Monteiro é estudiosa de História da Moda, é consultora de design e gestão industrial para confecção e Professora de História da Indumentária e Tecnologia da Confecção dos cursos de moda da Faculdade Belas Artes, Senac Moda e Universidade Anhembi Morumbi.)

queilamoda@yahoo.com.br

Compartilhe...Tecnologia da Confecção   Etapas e Conceito   Parte 2Tecnologia da Confecção   Etapas e Conceito   Parte 2Tecnologia da Confecção   Etapas e Conceito   Parte 2Tecnologia da Confecção   Etapas e Conceito   Parte 2Tecnologia da Confecção   Etapas e Conceito   Parte 2Tecnologia da Confecção   Etapas e Conceito   Parte 2

Queila Ferraz, Coordenadora Geral do Curso de Design de Moda da UNIP, foi professora da Universidade Anhembi Morumbi e dos cursos de pós-graduação de Moda do Senac. É historiadora de moda, especialista em processos tecnológicos para confecção e consultora de implantação para modelos industriais para a área de vestuário.

5 Comment

  1. […] também: Tecnologia da Confecção – Etapas e Conceito – Parte 2 e Revolução Industrial e Industrialização do Vestuário: Onde a Função Encontrou a Moda […]

  2. Ola – Trabalhamos com Comercio de Pontas de estoque de Grifes e de Alta Costura há mais de 35 anos e gostariamos de comprar de voces tambem ! Teria alguma mercadoria para nos vender ? Pagamento sempre a vista em qualquer quantidade.
    Grato.
    Osmar Lucatelli (proprietario)

  3. ola bom dia sou elvis tenho uma emprersa especializada em corte risco modelagem temos duas mesas de 11metros de comprimento damos notas fiscal do nosso trabalho total garantia venha conhesser nossa empresa excelentes profissionais tel 2951 72 26 cel 2951 72 26 emaill mono_abad@yahoo.com.br

  4. Ola
    Estou com planejamento de montar uma confecção de lingerie com modelos e tecidos elabarodas por mim.Porem preciso de um serviço terceirizada para produção.
    Teria algo pra a me indicar?
    Grata

    • Andrea, li a pergunta que você postou em 2009. Eu tambem preciso de de um serviço tercerizado para minha produção. Se você conseguiu alguém, poderia mandar o contato para mim? Desde já te agradeço.

Your Commment

Email (will not be published)