Logo

Identidade Brasileira na Moda – Anos 30

Identidade Brasileira na Moda   Anos 30
Após uma década de euforia, a alegria dos “anos loucos” chegou ao fim com a crise de 1929. A queda da Bolsa de Valores de Nova York provocou uma crise econômica mundial sem precedentes.

Em geral, os períodos de crises não são caracterizados por ousadias na forma de se vestir. Diferentemente dos anos 20, que havia destruído as formas femininas, os 30 redescobriram as formas do corpo da mulher através de uma elegância refinada, sem grandes ousadias. (CLAUDIA GARCIA)

Nessa década, no Brasil continuam as revistas de moda feminina, vindas da França. Um fato importante na moda é o surgimento da abertura para os primeiros trabalhos de adaptação feitos por brasileiros (Durand). Há uma certa preocupação em adaptar as roupas ao clima.

No Rio de Janeiro, a Casa Canadá oferecia o que havia de melhor para elite nacional. Quase tudo importado. Paralelamente, surgiu em São Paulo o trabalho de Rosa de Libman, com sua loja Madame Rosita estabelecida no centro da cidade , na Rua Barão de Itapetininga. ( João Braga, 2003). Madame Rosita sempre foi a primeira a lançar toda e qualquer novidade que surgia na Europa nos importantes e badalados desfiles de moda que apresentava no Brasil.

(Este é um trecho do relatório final da pesquisa Moda e Identidade Brasileira, feito por Denise Pitta de Almeida, 2003, Faculdade de Moda da UNIP.)

Veja a Moda dos Anos 30


***

Saiba mais sobre a Madame Rosita

Identidade Brasileira na Moda   Anos 30

ROSA DE LIBMAN nasceu no dia 10 de maio de 1904, no Uruguai. Veio para o Brasil no início de 1935 acompanhada pelo seu marido, Sr. Max Libman.Em outubro de 1935 inaugurou sua maison com o nome de “Madame Rosita” na Rua Barão de Itapetininga em São Paulo. Trabalhava principlamente com artigos de pele ; visons, martas, raposas e zibelinas.

Em 1942, no fechado mercado expositor internacional de peles do Canadá Mme. Rosita elegia as mais requintadas peles do mundo sendo a primeira griffe brasileira a entrar no mercado de peles do Canadá.

Fez o primeiro desfile profissional do Brasil em 1944. Mme. Rosita foi uma verdadeira pioneira da Alta Costura feminina no Brasil, apresentando roupas elegantes e muito bem acabadas que conquistou uma clientela fiel. Adaptava alguns modelos de costureiros europeus para a mulher brasileira realizados com exclusividade para suas clientes.
Sua oficina de costura dava trabalho a 50/60 pessoas aproximadamente.
Madame Rosita sempre foi a primeira a lançar toda e qualquer novidade que surgia na Europa nos importantes e badalados desfiles de moda que apresentava no Brasil, como por exemplo o desfile feito no Teatro Municipal de São Paulo no ano de 1938.

Foi considerada a “primeira dama” da Alta Costura Brasileira e conquistou grandes prêmios e troféus tais como: “Sapatinho de Ouro”, “Agulha de Ouro” e muitos outros. Também foi a primeira representante feminina da Alta Costura a ser membro da “Chambre Sindicale de la Haute Couture Francaise”. ( Leia matéria completa no site Moda Brasil)

Identidade Brasileira na Moda   Anos 30

Propagandas dos anos 30 da revista O Cruzeiro

Identidade Brasileira na Moda   Anos 30 Identidade Brasileira na Moda   Anos 30

D. Mena Fiala e a Casa Canadá

Identidade Brasileira na Moda   Anos 30 Identidade Brasileira na Moda   Anos 30

Mena Fiala, Cândida Gluzman e Casa CanadáLeia mais aqui e aqui

Mena Fiala, descendente de italianos, nasceu em Petrópolis, onde aprendeu com as irmãs Falconi a arte de fazer chapéus. Por volta de 1929, mudou-se para o Rio de Janeiro e conheceu Jacob Feliks, fundador da Casa Canadá, com quem passou a colaborar.

A Casa Canadá funcionou na Rua Gonçalves Dias até 1934. Quando houve a inauguração da sua grande loja, na Rua Sete de Setembro, Mena e Cândida foram convidadas para dirigir a seção de roupas por atacado. Cândida ia cinco vezes por ano a Paris e trazia modelos de estilistas como Balenciaga, Dior e Jacques Faith.
“Elas desmontavam as peças que vinham de fora e estudavam, buscando entender a modelagem, como aquela peça era feita” – explica Cristina Seixas, estilista e jornalista, que desenvolveu uma tese sobre a Casa Canadá. Criando e interpretando com base na inspiração dos modelos europeus, impulsionaram a implantação e o desenvolvimento da indústria do vestuário.
Canadá de Luxe

A Casa Canadá fecha as portas. Em 1967, o prédio onde funcionava a Canadá foi desapropriado e a loja fechou as portas. Mena e Cândida continuaram dirigindo desfiles até 1972. ( Leia matéria completa em A Moda Passa o Estilo Fica )

Mena Fiala

Identidade Brasileira na Moda   Anos 30

Considerada a decana da moda no Brasil e atuando no meio por mais de setenta anos, Mena Fiala tornou-se um dos seus nomes mais expressivos. Destacando-se como exigente profissional, tinha entre suas principais características, a vontade de encontrar novos caminhos e opções para o desenvolvimento da moda brasileira, além de se preocupar sempre em qualificar e valorizar a mão de obra nacional. ( Leia mais no  Moda Brasil )

Em relação ao material dos anos 30, vocês podem entrar no site Moda Almanaque que tem muita coisa interessante:

http://almanaque.folha.uol.com.br/anos30.htm

E no site Vintage Textile :
http://vintagetextile.com/gallery_1930s_50s.htm

Tem uma galeria com roupas originais de várias épocas.

Leia Mais:

Identidade Brasileira na Moda   Anos 30

Denise é editora do Fashion Bubbles. Estilista, formada em Moda e Artes Plásticas, atuou em diversas empresas de moda e teve marca própria de lingeries, a Lility. Também desenvolve pesquisas sobre História e Identidade Brasileira na Moda. Meu perfil no G+

18 Comment

  1. [...] Identidade Brasileira na Moda – Anos 30 [...]

  2. [...] Identidade Brasileira na Moda – Anos 30 [...]

  3. eu adorei esse sit mais acho que ele tem que ter mais coisas entao se eu fosse dar uma nota para ele eu daria a nota 5 por que el nao me deu o resultado da pesquisa que eu estava fazendo entao xau xau !!!!!!!!!!!!!!!!!

  4. [...] This post was mentioned on Twitter by Luciana. Luciana said: Trabalho de DTV! RT @fashionbubbles Identidade Brasileira na Moda.. http://bit.ly/cxtpFJ #Anos #30 #bolsa #de #valores [...]

  5. eu queria sabe qual e´a moda masculina dos anos 30 ? queria saber se vopce coloca essa reportagem ate amnha
    obrigada

  6. estou gostando e estava prescisando mesmo pois tenho um trabalho de artes pra fazer fuiiiiii bjssx xau by:lulu

  7. ESSE SITE É UMA DÁDIVA , eu prescisava de tudo dos anos 30 ate os anos 80

    como é uma peça de teatro eu achei todas as roupas de cada época!
    VLW

    e continuem bombando

    • Esse site é 10 precisava de tudo dos anos 10 até os anos 90 VLW tirei um 10 no meu trabalho sobre a moda dos anos: 10,20,30,40,50,60,70,80,90!!!!!
      Amei o site

    • óla dinovo só vim dizer 1 oi

    • oi gentiiiiiiiiiiiiiiiiiii

  8. fashon

  9. sou homosexual,estou esperando um namorado da minha idade para cima,de preferencia munculosos!
    tenho 13anos
    moro em governador valadares(cidade muito preconseituosa)
    estudo no colegio presbiteriano(7a serie A)
    meu apilido é beisso(mas beijo homens muito bem)
    estou a espera
    Beijos!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

  10. A-do-rei!!!!!!!!!!!!!!
    esse site e a minha face!
    sempre sonhei em ser uma modelo homosexual famosa,
    quando mudar de sexo vou tentar ser!
    beijos para os gatos aí!
    entra no meu Email quando quiserem!
    tenho 13 felizes aninhos e estou a espera
    tchal

  11. Vei naum gostei desse saite

  12. Muito Bom!

    Adorei o site, ele fala da moda dos anos 10 aos anos atuais.
    Obrigado pela ótimas informações.

  13. Muito Bom!

    Adorei o site, pois ajudou a fazer minha pesquisa, obrigado pelas otimas informações.

  14. oiii!
    Gostei muito da sua pesquisa esta me ajudando bastante
    no meu portifolio de historia da moda brasileira.
    Se puder, gostaria de ler o seu trabalho completo.
    Consigui imagens bem legais se quiser.
    Abraco

  15. eu achei esse site um maximo!!!
    parabéns!
    by: milly
    fui……………..

Your Commment

Email (will not be published)