Logo

Identidade Brasileira na Moda – A roupas dos Anos 40 e os fatos mais marcantes da década

Compartilhe...Identidade Brasileira na Moda   A roupas dos Anos 40 e os fatos mais marcantes da décadaIdentidade Brasileira na Moda   A roupas dos Anos 40 e os fatos mais marcantes da décadaIdentidade Brasileira na Moda   A roupas dos Anos 40 e os fatos mais marcantes da décadaIdentidade Brasileira na Moda   A roupas dos Anos 40 e os fatos mais marcantes da décadaIdentidade Brasileira na Moda   A roupas dos Anos 40 e os fatos mais marcantes da décadaIdentidade Brasileira na Moda   A roupas dos Anos 40 e os fatos mais marcantes da década

Identidade Brasileira na Moda   A roupas dos Anos 40 e os fatos mais marcantes da década

A década de 40

Na década de 40 acontece o apogeu de Hollywood e Carmem Miranda, como um dos marcos desse período. Com ela surgiu a primeira fantasia genuinamente brasileira, criada por Alceu Pena: a baiana.(Gontijo). Carmem Miranda fez sucesso no Brasil e nos Estados Unidos, divulgando a cultura latino-americana. Foi a primeira brasileira a lançar modas, inclusive nos EUA – o “Miranda look” que foi adaptado e usado nas ruas. Ainda hoje muitos estilistas buscam nela inspiração.

Em 40/45, acontece a Segunda Guerra Mundial, que bloqueou as importações de bens de consumo, consolidando a indústria têxtil e de confecções no Brasil. Durante a guerra só se importou de 10 a 20% dos tecidos consumidos no país.

Identidade Brasileira na Moda   A roupas dos Anos 40 e os fatos mais marcantes da década

Mappin em 1937

Nesse período foi inaugurada uma era de intervencionismo, através da adoção de uma política de restrição às importações. Vitória da indústria nacional. Lojas como o Mappin (primeira loja de departamentos de São Paulo inicialmente direcionada para a elite), baseadas nas importações viram-se obrigadas a se adaptar aos novos rumos:

”Podia-se sentir, na referência ao rigor com que a loja selecionava os produtos nacionais, alguma desconfiança, ainda, com relação à qualidade dos artigos produzidos no Brasil”.( Alvim, 1985, p. 131)., sobretudo por parte da elite acostumada a desvalorizar o produto interno em prol dos importados.”
Identidade Brasileira na Moda   A roupas dos Anos 40 e os fatos mais marcantes da décadaIdentidade Brasileira na Moda   A roupas dos Anos 40 e os fatos mais marcantes da décadaIdentidade Brasileira na Moda   A roupas dos Anos 40 e os fatos mais marcantes da década

A moda nos anos 40. Carmem Miranda, o New Look de Dior lançado em 1947 e croquis dos anos 40

Quanto à moda, é nesta década que começa a existir moda brasileira. Ou pelo menos, uma adaptação mais conscienciosa do que era ditado por Paris. Casas de luxo, como a Casa Canadá (que ocupou o lugar de maior destaque na moda brasileira naquele período), devido à dificuldade de importação imposta nessa época, começa a produzir modelos e tecidos exclusivos para a elite econômica, totalmente copiados dos modelos europeus. De acordo com Durand:

“Embora não se propusesse a fundar a alta costura nacional, a Casa Canadá realizou um trabalho de importação de moda mais elaborado e pioneiro. Ele envolvia organização de desfiles, um ateliê de costura fina encarregado das coleções e desfiles, das encomendas exclusivas de um pequeno estoque para os pedidos do prêt-à-porter. Compreendia também um esforço de divulgação, envolvendo um serviço de imprensa e apresentações nos Estados mais importantes.”(Durand, 1988 p. 72)

(Este é um trecho do relatório final da pesquisa Moda e Identidade Brasileira, feito por Denise Pitta de Almeida, 2003, Faculdade de Moda da UNIP. )

Women’s Fashion – 1940s

***

D. Mena Fiala e a Casa Canadá

Identidade Brasileira na Moda   A roupas dos Anos 40 e os fatos mais marcantes da década Identidade Brasileira na Moda   A roupas dos Anos 40 e os fatos mais marcantes da década

Mena Fiala, Cândida Gluzman e Casa CanadáLeia mais aqui e aqui

Mena Fiala, descendente de italianos, nasceu em Petrópolis, onde aprendeu com as irmãs Falconi a arte de fazer chapéus. Por volta de 1929, mudou-se para o Rio de Janeiro e conheceu Jacob Feliks, fundador da Casa Canadá, com quem passou a colaborar.

A Casa Canadá funcionou na Rua Gonçalves Dias até 1934. Quando houve a inauguração da sua grande loja, na Rua Sete de Setembro, Mena e Cândida foram convidadas para dirigir a seção de roupas por atacado. Cândida ia cinco vezes por ano a Paris e trazia modelos de estilistas como Balenciaga, Dior e Jacques Faith.
“Elas desmontavam as peças que vinham de fora e estudavam, buscando entender a modelagem, como aquela peça era feita” – explica Cristina Seixas, estilista e jornalista, que desenvolveu uma tese sobre a Casa Canadá. Criando e interpretando com base na inspiração dos modelos europeus, impulsionaram a implantação e o desenvolvimento da indústria do vestuário.
Canadá de Luxe

A procura era crescente e a importação tornava-se complicada. Para atender às clientes, foi aberta, em 1944, a Canadá de Luxe, a primeira grande casa de alta costura do Brasil. No dia 17 de julho do mesmo ano, acontecia o primeiro desfile com manequins, treinadas pelas irmãs. Inaugurava-se a tradição dos desfiles de moda como apresentação de tendências à imprensa e ao público consumidor. Mena e Cândida também foram responsáveis pelo primeiro prêt-à-porter do país.

“A Canadá sempre foi uma loja destinada às grandes fortunas. Os clientes podiam passar uma tarde inteira na Canadá. Você podia entrar e pedir para que lhe passassem uma pele, um vestido, haviam modelos fixas que ficavam o dia inteiro à disposição. Enquanto você assistia ao desfile, tomava um café, um chá; tudo sem a obrigação de comprar, é claro.” – conta Lucianita de Carvalho, filha de Mena Fiala.

A Casa Canadá fecha as portas. Em 1967, o prédio onde funcionava a Canadá foi desapropriado e a loja fechou as portas. Mena e Cândida continuaram dirigindo desfiles até 1972. ( Leia matéria completa em A Moda Passa o Estilo Fica )

Mena Fiala

Identidade Brasileira na Moda   A roupas dos Anos 40 e os fatos mais marcantes da década

Considerada a decana da moda no Brasil e atuando no meio por mais de setenta anos, Mena Fiala tornou-se um dos seus nomes mais expressivos. Destacando-se como exigente profissional, tinha entre suas principais características, a vontade de encontrar novos caminhos e opções para o desenvolvimento da moda brasileira, além de se preocupar sempre em qualificar e valorizar a mão de obra nacional. ( Leia mais no  Moda Brasil )

Saiba mais sobre o Mappin

Por Emerson Alecrim

Identidade Brasileira na Moda   A roupas dos Anos 40 e os fatos mais marcantes da década

De acordo com este artigo de Abramo Nicola Battilana, o Mappin nasceu com o nome Mappin Stores, em 1913, pelas mãos astuciosas dos irmãos ingleses Walter John Mappin e Herbert Joseph Mappin. Na época, contava com 11 departamentos, 40 funcionários e estava localizado na rua XV de Novembro. Seis anos mais tarde, a loja passou a ocupar um prédio na Praça do Patriarca, já contando com 34 departamentos e mais de 200 empregados.

 

Em 1939 – olhe só, a época em que meus avós curtiam a juventude – o Mappin se mudou para o que se tornaria a sua loja mais famosa: o prédio João Brícola, próximo ao conhecidíssimo Viaduto do Chá e em frente ao Teatro Municipal de São Paulo. Essa era a loja que eu mais gostava de ir, pois era enorme! Em um andar havia só brinquedos, em outro, somente roupas, e assim por diante.

No início, o Mappin foi um lugar bastante requintado, vendia apenas produtos importados e oferecia serviços como salão de chá e barbearia à população mais nobre de São Paulo. Esse cenário mudou quando o empresário do café Alberto Alves Filho assumiu a operação da empresa, no início da década de 1950, devido às dificuldades que os antigos controladores tinham em se adaptar à nova realidade econômica do estado. Foi essa mudança que fez com que o Mappin passasse a comercializar produtos nacionais e atrair uma clientela com menos recursos financeiros.

(Leia esta matéria completa no blog Ponto de Vista)

Identidade Brasileira na Moda   A roupas dos Anos 40 e os fatos mais marcantes da década

Propagandas brasileiras dos anos 40 – Revista O Cruzeiro

Identidade Brasileira na Moda   A roupas dos Anos 40 e os fatos mais marcantes da décadaIdentidade Brasileira na Moda   A roupas dos Anos 40 e os fatos mais marcantes da década

Revista O Cruzeiro em 1946

Identidade Brasileira na Moda   A roupas dos Anos 40 e os fatos mais marcantes da década Identidade Brasileira na Moda   A roupas dos Anos 40 e os fatos mais marcantes da década

Revista O Cruzeiro

A história da moda nos anos 40
[http://www.youtube.com/watch?v=siABb09Mykk&feature=related]

Carmen Miranda

Identidade Brasileira na Moda   A roupas dos Anos 40 e os fatos mais marcantes da década

Via blog

Carmen Miranda, pseudônimo de Maria do Carmo Miranda da Cunha, (Marco de Canaveses, 9 de fevereiro de 1909 — Beverly Hills, 5 de agosto de 1955) foi uma cantora e atriz luso-brasileira. Sua carreira artística transcorreu no Brasil e Estados Unidos entre as décadas de 1930 a 1950. Trabalhou no rádio, no teatro de revista, no cinema e na televisão. Chegou a receber o maior salário até então pago a uma mulher nos Estados Unidos. Seu estilo eclético faz com que seja considerada precursora do tropicalismo, movimento cultural brasileiro surgido no final da década de 1960. ( Via blog Meus, seus, nossos direitos )

Em relação ao material dos anos 40, vocês podem entrar no site Moda Almanaque que tem muita coisa interessante:

http://almanaque.folha.uol.com.br/anos40.htm

E no site Vintage Textile :
http://vintagetextile.com/gallery_1930s_50s.htm

Tem uma galeria com roupas originais de várias épocas.

Leia Mais:

Por Denise Pitta

 

Compartilhe...Identidade Brasileira na Moda   A roupas dos Anos 40 e os fatos mais marcantes da décadaIdentidade Brasileira na Moda   A roupas dos Anos 40 e os fatos mais marcantes da décadaIdentidade Brasileira na Moda   A roupas dos Anos 40 e os fatos mais marcantes da décadaIdentidade Brasileira na Moda   A roupas dos Anos 40 e os fatos mais marcantes da décadaIdentidade Brasileira na Moda   A roupas dos Anos 40 e os fatos mais marcantes da décadaIdentidade Brasileira na Moda   A roupas dos Anos 40 e os fatos mais marcantes da década

Denise é editora do Fashion Bubbles. Estilista, formada em Moda e Artes Plásticas, atuou em diversas empresas de moda e teve marca própria de lingeries, a Lility. Também desenvolve pesquisas sobre História e Identidade Brasileira na Moda. Meu perfil no G+

30 Comment

  1. Add a comment…

  2. […] Identidade Brasileira na Moda – Anos 40 […]

  3. Fabuloso!!!

  4. […] Leia também: Identidade Brasileira na Moda – A roupas dos Anos 40 e os fatos mais marcantes da década […]

  5. aff;eu queria uma foto quando camem miranda desfilou,pq vou participar de um desfile etenho que mi vestir enguau a ela mais tudo dela era bonito mas oq marava ela era aquelas frutas na cabeça…

  6. Carmem Mirando é mito.

  7. nossa é tudo! a moda dessa Época muito comportada e com muitos estilos amei…
    Beijinhos’ amo,amo tudo isso,modaa ♥
    Parabéns é tudo…queria ganhar mais umas fotos da moda nessa épocaa ano 40…vou amar se vcs me mandarer Biijiim’
    Obrigadaa’

  8. afff eu tenhu q fzr um trabalho sobre isso pra 2 dias e num sei de nada sobre… ainda bem q eu num vo fzr coreografia nem nda desse tipo so alguns slides

    • t5a vgamos ver vc pode começar o trabalho pela cabeça d carmen miranda, depois o sutia e saia rasgada em tds as pontas

  9. preciso fazer um trabalho com essas roupas
    e não sei como…

  10. roupas feias eca…

  11. Ain que saco! os anos 40 sao ate legalisinhos mais po
    fazer um trabalho sobre ele ninguem merece!
    tenho que dançar e arrumar roupas pra essa decada ! HUNF

  12. preciso fezer um trabalho sobre a moda na decada de 40. MUITO CHATO!

  13. eu acho as roupas dos anos 40 muito estilosas

    seria legal todas as pessoas usar de novo.

    Existia muitos desfiles nessa epoca?

  14. ai galera preciso fazer um trabalho de escola sobre a moda dos anos 40 ate os anos 80, c alguem puder me ajudar me dando alguma informação sobre esse assunto me manda sobre o meu imail….luisasact@hotmail.com….valeu…=]

  15. oiaaa se les fose nudista seriamelhor! HOHO” neah
    akeles gostoso ainda aiiiiiiiiiii!
    Uiiiiiiii

  16. oiiiiiiiii@ salve salveee1
    a moda de 40 eh um lixo manoooooo!=p
    bejosmeliga! ;*

  17. lalalalalalalalalallalalalalalalalalalalla!@=pn k
    aiaie

  18. Como era a vestimenta da decada de 40. Preciso fazer um trabalho de escola. Quem tiver alguma coisa sobre a decada de 40 manda por email pra mim. Email:k-caio10@hotmail.com

  19. preciso ver mais roupas da decada de 40 para um trabalho de faculdade na materia de estetica e moda. sera possivel mandar para o meu e-mail mais imagens!!

  20. aiin eu tenhu um trabalho no qual eu e meus companheiros do trabalho terá que se vistiir e mostrar cmo era a modaa das decadas de 40,50 e 60 mais naum tenhu mta ideia de cmo eraa :S

  21. A moda é Louca

  22. Gostaria de receber imagens e músicas de Carmem Miranda,
    preciso para encenar uma peça no teatro.

  23. Eu gostaria que os senhores poderiam enviar-me em meu e-mail os estilos de roupas dos anos 40, para uma pesquisa escolar.
    Atenciosamente: Deise

  24. Gostaria, se não fosse encomodo, enviar-me para o meu e-mail algumas fotos dos estilos de roupas da década de 40.
    Muito obrigado.

  25. È,eu queria mais coisas sobre os anos 40,mais fotos,mais sobre as roupas,obrigado..!!

  26. Gostaria de obter modelos de roupas da década de 40 para um desfile/gincana para senhoras na faixa etária entre 45 e 70 anos.

  27. Bom…eu queria saber quais eram os tecidos usados nessa época.Preciso montar um desfile sobre os anos 40.Obrigada^^

  28. […] Identidade Brasileira na Moda – Anos 40 […]

  29. como eram as roupas da decada de quarenta pois preciso usar uma…

Your Commment

Email (will not be published)