Logo

Na história da moda do século

Compartilhe...Na história da moda do séculoNa história da moda do séculoNa história da moda do séculoNa história da moda do séculoNa história da moda do séculoNa história da moda do século
 
Jum Nakao continua rendendo elogios com suas peças de papel, agora em Paris
11/4/2006 
Na história da moda do século 

As famosas roupas de papel, feitas pelo estilista Jum Nakao, que emocionaram o público durante o São Paulo Fashion Week de 2004, ainda estão dando o que falar. Ou melhor, o que mostrar. As peças viraram exposição no Galiera, Museu de Moda de Paris.

Considerado um dos principais museus dedicados à moda no mundo, o Galiera apresenta, até 30 de julho, a Showtime, uma exibição inédita dedicada aos desfiles de moda. Participam diversos criadores, desde o século 19 até a atualidade, entre eles, Chanel, Christian Dior, Courrèges, Paco, o brasileiríssimo e único estilista da América Latina convidado, Jum Nakao, entre outros.

A curadora da mostra, Anne Zazzo, fez questão de convidar Jum pessoalmente para o evento. “Anne entrou em contato nos convidando pela afinidade do nosso trabalho com o pensamento contemporâneo sobre moda”, revelou o estilista.

As peças foram confeccionadas no local, devido às suas dimensões e fragilidade do material utilizado. Elas são uma reprodução da performance “A Costura do Invisível”, desfilada em 2004 (foto).

Redação UseFashion

Compartilhe...Na história da moda do séculoNa história da moda do séculoNa história da moda do séculoNa história da moda do séculoNa história da moda do séculoNa história da moda do século

2 Comment

  1. o desfile de jun nakao foi otimo e sempre conscientizando as pessoas de que moda é uma coisa comercial e muda a cada estaçao!
    achei super importante isso de rasgar as roupas pois quem sabe assim as pessoas nao se voltem apenas ao que é belo e sim para outras coisas mais importantes!

  2. num gostei nem um poukinho

Your Commment

Email (will not be published)