O esperado livro História da Moda no Brasil – Das Influências às Autorreferências

O esperado livro História da Moda no Brasil   Das Influências às Autorreferências

O  livro História da Moda no Brasil – Das Influências às Autorreferências escrito pelo especialista em história da moda João Braga e pelo jornalista e escritor André do Prado, desvenda os acontecimentos históricos que revelam o passado da indústria brasileira da moda, explicando as raízes e a formação da nossa identidade.

Com patrocínio das Casas Pernambucanas, a obra é um volume e tanto. Bem ilustrada e extremamente completa, faz parte de uma grandiosa pesquisa que já o consagra como literatura fundamental aos estudiosos do tema. Construído a partir de 126 entrevistas, o livro se divide em sete capítulos: Belle Époque, Anos Loucos, Era do Rádio, Anos Dourados, Tropicália & Glamour, Anos Azuis e Supermercado de Estilos.

Para a pesquisadora e professora Queila Ferraz, “os autores honram a estirpe no quesito metodológico e no levantamento das nossas raízes como povo de Moda ao falar da força do Pau Brasil e demonstrar como seu corante impulsionou nossa colonização mercantilista. Importante também é a contribuição do texto sobre nossas raízes têxteis junto ao movimento e aculturação do imigrante.”

Segunda ela, sempre tivemos dificuldade em encontrar informações sobre os primórdios da atividade mercantil na área do vestuário no Brasil, o livro vem cobrir esta lacuna ao falar das confecções e do comércio pioneiro tanto na cidade do Rio de Janeiro como em São Paulo.

Queila explica ainda que é muito importante o levantamento feito sobre o vestuário masculino, sobre nossas chapelarias, as lojas de calçado, como a Casa de Calçados Clark e das alfaiatarias que surgiram no Rio  de Janeiro no período republicano que, posteriormente, abriram filial em São Paulo para atender aos barões do café. O livro também trata da confecção das roupas brancas para cama, mesa e banho e fala do início das atividades paulistanas de moda no bairro do Bom Retiro.

O esperado livro História da Moda no Brasil   Das Influências às Autorreferências O esperado livro História da Moda no Brasil   Das Influências às Autorreferências
Imagem do jornal de moda português, O Século. Capítulo 1, Belle Époque./ Miss Israel e Madame Boriska, foto de 1950 do capítulo 4, Anos Dourados.Via Elle

História da Moda no Brasil nos faz ver com somos cria de uma cultura de moda estrangeira e mostra o quanto os imigrantes, em todo o território nacional, contribuíram para o estabelecimento e o crescimento do setor, tanto no seu feitio, como nas diferentes maneiras de comercializar que ia de mascates a grandes magazines, entre elas o Mappim Store e lojas de luxo, como a Casa Canadá e Madame Bourisca.

Fica especial recomendação para a década de 1950, no capítulo Anos Dourados, que narra o empenho  de Assis Chateaubriand junto ao governo Vargas, à Tecelagem Bangu e ao costureiro francês Jacques Fath, diretor da Maison Dior, na criação da campanha pró tecidos nacionais de algodão, que nesta empreitada intensificou a criação da Alta Costura Nacional.

Outro ponto importante, segundo a professora Queila Ferraz, é o levantamento dos nomes e da história dos criadores nacionais, como Dener, Clodovil, Guilherme Guimarães, Ronaldo Ésper, Ugo Castelana e tantos outros que foram construindo nossa identidade de moda. Além da grande contribuição em catalogar a história mais recente que conta sobre o surgimento do nosso prêt-à- porter com a Rhodia, Rurita e Le Mazele.

Em uma segunda etapa do projeto, João e André pretendem criar o museu virtual da moda brasileira, ainda sem previsão de lançamento, que utilizará o imenso acervo oriundo da pesquisa do livro – só em vídeo são mais de 120 horas gravadas. Eles pretendem disponibilizar o material com consulta livre pela internet. “O que também será importante na projeção da moda brasileira mundialmente”. Comenta João Braga

História da Moda no Brasil passa a ser leitura fundamental, não só para estudantes e pesquisadores de moda, mas para todos aqueles que são profissionais da área ou buscam compreender um pouco mais da identidade do país.

O esperado livro História da Moda no Brasil   Das Influências às Autorreferências

O estilista Dener Paplona cercado por modelos em 1961. Foto do capítulo Tropicália & Glamour

O lançamento do livro História da Moda no Brasil

Simpaticíssimos e cheios de orgulho, João Braga e André do Prado posavam para fotos e redigiam dedicatórias para pessoas numa enorme fila que se formava na Casa das Caldeiras, onde antes, na década de 20, foi uma das fábricas da Família Matarazzo e atualmente é um espaço de eventos. Lugar inusitado e perfeito para este lançamento. Os tijolos de barro nas paredes altíssimas e as centenas de tubos de aço que descem e sobem para as caldeiras inspiram mais uma passagem da nossa história.

O esperado livro História da Moda no Brasil   Das Influências às Autorreferências O esperado livro História da Moda no Brasil   Das Influências às Autorreferências
Suzuki, a patronesse, é apaixonada por moda.  João Braga, nosso maior especialista  em história da moda e o jornalista e escritor, André do Prado autografam os livros

O esperado livro História da Moda no Brasil   Das Influências às Autorreferências
Edgard Almeida, Suzuki, Vicente Miceli, nosso cicerone, Carlos Alberto Silva e Denise Pitta

O esperado livro História da Moda no Brasil   Das Influências às Autorreferências
Fomos acompanhados por Laís Pearson,  entre outras coisas foi ela quem ajudou – e muito – a criar a primeira faculdade  de moda no Brasil, além de ser uma das 126 pessoas que deram seus depoimentos ajudando a construir o documentário que foi lançado junto com o livro.

O esperado livro História da Moda no Brasil   Das Influências às Autorreferências O esperado livro História da Moda no Brasil   Das Influências às Autorreferências
A professora e pesquisadora Queila Ferraz, Vinícius  Moura, Denise Pitta e João Braga

O esperado livro História da Moda no Brasil   Das Influências às Autorreferências

Leia também

Por Denise Pitta, Queila Ferraz e Vinícius Moura

Publicação: 30 de junho de 2011

AUTOR

Denise Pitta é digital Influencer e é editora do Fashion Bubbles. Estilista, formada em Moda e Artes Plásticas, atuou em diversas confecções e teve marca própria de lingeries, a Lility. Começou o blog em 2006 e está entre as primeiras blogueiras brasileiras da moda. Também desenvolve pesquisas sobre História e Identidade Brasileira na Moda e Psicologia Analítica. É apaixonada por filosofia, física quântica, psicanálise e política. Siga Denise no Instagram: @denisepitta e @fashionbubblesoficial

COMENTÁRIOS

Veja também...

O Fashion Bubbles possui cerca de 10 mil artigos, aqui as matérias geralmente aparecem aleatoriamente, aproveite para relembrar o que foi moda em outros anos, conhecer outros artigos ou ver a evolução do próprio site que começou em 2006 como um Blog.

Leia o post anterior:
Fashion Bubbles Clash (14)
#CoisadaBoa

Quem gosta de curtir a noite de São Paulo ou do Rio de Janeiro já deve ter visto uma movimentação...

Fechar