Homens do Art Nouveau: Louis Tiffany – Parte 2/5

Homens do Art Nouveau: Louis Tiffany   Parte 2/5
Foto de Met Museum

Art Nouveau foi um movimento que teve como uma de suas referências o movimento de Artes e Ofícios. Materiais novos até então, como o ferro, o vidro e o mármore passaram a ser utilizados e a estes materiais era dado tanto valor estético quanto funcional. Forma e função andavam juntas! O Art Nouveau se inspirava na mulher e na natureza, era assimétrico, com linhas sinuosas e motivos florais.

Elaboramos uma série de cinco matérias com alguns nomes do Art Nouveau e como eles contribuíram para a História do Design.

Louis Tiffany nasceu em 1848, nos Estados Unidos, e era filho de Charles Lewis Tiffany, fundador da famosa joalheira Tiffany & Co. Louis estudou em Paris durante quatro anos, no atelier de Leon Charles Bailly, e ao regressar aos Estados Unidos, iniciou seu trabalho com vidro.

Homens do Art Nouveau: Louis Tiffany   Parte 2/5Homens do Art Nouveau: Louis Tiffany   Parte 2/5

Fotos de Met Museum

Em 1879, Tiffany se uniu aos artistas Lockwood de Forest, Candance Wheeler e Samuel Colman, e fundou a Louis Comfort Tiffany e Artistas Americanos Associados. Graças a seu grande talento, sua capacidade de liderança e os contatos de seu pai, o trabalho do grupo decolou. Um dos mais importantes é a parede de vidro que vai do chão ao teto da Casa Branca, encomendada pelo presidente Chester A. Arthur. O interior da casa do escritor Mark Twain também é obra de Tiffany e seus associados. Os painéis de vidro foram elaborados em 1881 e continuam lá até hoje.

Em 1902, Tiffany assumiu a joalheria do pai e a fez mundialmente famosa, graças a suas jarras em formato de caule, vasilhas e bases de candeeiro com motivos ornamentais.

Além destas peças, Tiffany também se consagrou por vitrais para interiores, luminárias, mosaicos, acabamentos de lareira, umbrais e pisos. Seu trabalho implica na união do vidro com materiais diversos, como cerâmica, ferro e outros fundidos. Suas obras constantemente fazem parte de exposições bastante importantes para o mundo das artes.

Tiffany é tido como um dos mais versáteis artistas do fim do século XIX e início do século XX. Muitos de seus trabalhos, assim como desenhos de suas peças, podem ser vistos permanentemente no Museu Metropolitano de Arte, de Nova York.

Homens do Art Nouveau: Louis Tiffany   Parte 2/5 Homens do Art Nouveau: Louis Tiffany   Parte 2/5 Homens do Art Nouveau: Louis Tiffany   Parte 2/5
Fotos de Met Museum

Conheça mais sobre Louis Tiffany no site do Museu Metropolitano de Arte (em inglês).

Homens do Art Nouveau: Louis Tiffany   Parte 2/5 Homens do Art Nouveau: Louis Tiffany   Parte 2/5
Fotos de Met Museum

Homens do Art Nouveau: Louis Tiffany   Parte 2/5 Homens do Art Nouveau: Louis Tiffany   Parte 2/5
Fotos de Met Museum

Veja também: Homens do Art Nouveau: Victor Horta – Parte 1/5

Por Manu Gerino

Homens do Art Nouveau: Louis Tiffany   Parte 2/5

Manu é estudante de Design de Moda na Universidade Anhembi Morumbi, redatora do Boreal Café e atriz, além de colaboradora Fashion Bubbles. Trabalhou por alguns anos como figurinista e atualmente inicia sua marca de bolsas e sacolas. Seu trabalho é voltado para comunicação e artes e tem um fraco por calçados e acessórios!

Publicação: 14 de abril de 2010

AUTOR

Manu é estudante de Design de Moda na Universidade Anhembi Morumbi, redatora do Boreal Café e atriz, além de colaboradora Fashion Bubbles. Trabalhou por alguns anos como figurinista e atualmente inicia sua marca de bolsas e sacolas. Seu trabalho é voltado para comunicação e artes e tem um fraco por calçados e acessórios!

Veja também...

O Fashion Bubbles possui cerca de 10 mil artigos, aqui as matérias geralmente aparecem aleatoriamente, aproveite para relembrar o que foi moda em outros anos, conhecer outros artigos ou ver a evolução do próprio site que começou em 2006 como um Blog.

COMENTÁRIOS

Leia o post anterior:
Outono-Inverno-2010-Lilla-Ka-163x450
Lilla Ka apresenta coleção Outono/Inverno 2010

Neste Outono-Inverno, a Lilla Ka se inspirou no concretismo, movimento vanguardista europeu dos anos 50 em que se usavam recursos...

Fechar