Visita ao Museu do Louvre – As jóias desde a Pré-História

Visita ao Museu do Louvre   As jóias desde a Pré História

O museu mais famoso do mundo possui coleções de achados pré-históricos que se iniciam na idade da pedra e vão mapeando a evolução humana através dos milhares de anos.

O que pode ser mais diferente dos objetos do nosso atual estágio de civilização que os antigos instrumentos, feitos de pedra lascada ou mesmo polida? No entanto, uma coisa é incrivelmente igual, isto é, o conceito de enfeite, adorno, o que, para nós, hoje, é representado pelas jóias ou mesmo bijuterias: os colares, braceletes, brincos, anéis e outras formas de objetos que tem como finalidade o embelezar-se, diferenciar-se, já existiam com o mesmo formato e concepção, desde as mais antigas eras.

Mudou tudo desde a pré-história, quando o homem ainda nem sequer sabia construir uma casa para se abrigar dos animais selvagens, e morava nas grutas: só permaneceu igual a necessidade de se enfeitar e o conceito do que seriam esses objetos de ornamamento e distinção, além de afirmação da própria identidade ou de posição social.

Percorrendo as exposições das diversas idades evolutivas do homem, enquanto as demais coisas vão-se modificando e aperfeiçoando, vemos se repetirem de uma forma impressionantemente igual as coleções de jóias. Podemos, assim, dizer que o seu conceito, seu design básico foi criado para atender ao legítimo anseio humano de se embelezar e destacar e, em suas linhas mestras, chegou à perfeição ainda no alvorecer da evolução humana, vindo até nossos dias.

Enquanto evoluíam vagarosamente nas mais diversas esferas da vida, nas jóias e enfeites nossos ancestrais já eram fashion!

***

Veja fotos do Louvre exclusivas do Fashion Bubbles.


Faça uma visita virtual ao Museu do Louvre ou uma busca na coleção de jóias (bijoux).

Dossier thématique : Les Bijoux de la collection Campana

Publicação: 12 de agosto de 2007

AUTOR

Ignez é historiadora. Contato: http://www.myfashionbubbles.com/profile/IgnezPittadeAlmeida

COMENTÁRIOS

Leia o post anterior:
ECONOMIA - AREZZO - Anderson Birman acompanha franquiados da marca Arezzo no show-room, localizado na rua Gomes de Carvalho, 1507, na zona sul da cidade. FOTO VIVI ZANATTA/AE
Arezzo vai abrir 300 lojas na China

Empresa fará parceria com o grupo chinês Prime Success e sapatos vão disputar o mercado de luxo no país Patrícia...

Fechar