ZÍPER – História, processo de fabricação e curiosidades – Parte 1/3

ZÍPER    História, processo de fabricação e curiosidades   Parte 1/3

Leia também Zíper: já tem cem anos e status de detalhe fashion – Parte 2/3 e Como é feito um Zíper? Parte 3/3.

O ZÍPER nasceu com a função de substituir os cadarços dos sapatos, mas logo passou a inovador e lançador de moda. Ajustou as cinturas no lugar, casou com o jeans e invadiu os salões do prêt-à-porter.

Foi criado pelo americano Witcom Jadson em 1891. Exibido em 1893 na Exposição Colombiana de Chicago, foi batizado como The 0riginal. A partir desta exposição, o advogado Louis WIalker solicita a seu inventor a construção de uma máquina que possa industrializar a invenção e surge assim a primeira fabrica de zíper, a Universal Fastern. Seu primeiro uso na indústria se deu em malas, porta níqueis e porta fumo. Em 1921, foi finalmente batizado como ZÍPPER pela empresa B. F. Godrich.

ZÍPER    História, processo de fabricação e curiosidades   Parte 1/3ZÍPER    História, processo de fabricação e curiosidades   Parte 1/3

1)No canto superior esquerdo,  Whitcomb L. Judson , que inventou, em 1891, o primeiro protótipo de fecho com ‘dentadura incluída’. No canto inferior direito, o sueco Gideon Sundback que pegou a idéia, em 1913, e melhorou-a significativamente . ( Do blog Socialíssimo)

2)Demostração de um Zíper se fechando. ( Wikipédia)

A primeira participação deste utilitário na indústria do vestuário acontece durante a I Guerra Mundial, quando os uniformes dos soldados, norte americanos são confeccionados com zíper nas calças.

ZÍPER    História, processo de fabricação e curiosidades   Parte 1/3ZÍPER    História, processo de fabricação e curiosidades   Parte 1/3

O zíper entra no mundo da moda em 1935 pelas mãos da estilista Elza Schiaparelli. Naquele ano, a estilista anuncia ao mundo da moda que seus trajes serão vendidos com este prático fecho.

ZÍPER    História, processo de fabricação e curiosidades   Parte 1/3ZÍPER    História, processo de fabricação e curiosidades   Parte 1/3

ZÍPER    História, processo de fabricação e curiosidades   Parte 1/3ZÍPER    História, processo de fabricação e curiosidades   Parte 1/3
O grande avanço do zíper como utilitário se deu durante a lI Guerra, quando foi usado em sacos de dormir, uniformes, malas e sacolas para transporte de mortos. Neste período o vestuário, tanto masculino como o feminino se dava por satisfeito com o uso de botões e colchetes.

A massificação do zíper na indústria do vestuário se da com a cadeia de lojas norte americana Sears, que  na década de 40, inova o mercado lançando saias justas com este fechamento na lateral.

ZÍPER    História, processo de fabricação e curiosidades   Parte 1/3

Catálogo Sears dos anos 40

Um novo avanço acontece com o surgimento dos maiôs drapeados e justos. Este fecho era o único possível. Por este período, eles já estavam tecnologicamente mais sofisticados, com dentes coloridos, acompanhando às cores dos tecidos, podendo ser em metal ou plástico.

ZÍPER    História, processo de fabricação e curiosidades   Parte 1/3

A calça LEE fez, na década de 5O, fez a união do z¡per com jeans quando lançou a calça de jeans feminina.

ZÍPER    História, processo de fabricação e curiosidades   Parte 1/3ZÍPER    História, processo de fabricação e curiosidades   Parte 1/3

Na década de 70 o zíper finalmente triunfa no setor do vestuário. Este triunfo decorre do contato com a alta costura. Courréges é considerado um marco na trajetória deste fecho, foi ele o primeiro a usá-lo como adorno em suas coleções. Neste mesmo período, a necessidade de renovação da moda para atender as exigências de um público jovem cada vez mais comprador, fez do zíper o parceiro ideal das roupas confeccionadas em materiais plásticos e de cores vibrantes. Além da moda plástica e geométrica de Pierre Cardin, Rabanne e Mary Quant, este utilitário esteve também a serviço do vestuário dos Hippies e dos Astronautas, e de lá para cá, não tem deixado de estar presente na maioria dos produtos confeccionados, quer de moda quer apenas utilitários.

ZÍPER    História, processo de fabricação e curiosidades   Parte 1/3ZÍPER    História, processo de fabricação e curiosidades   Parte 1/3

Courréges /Pierre Cardin

O zíper acompanha a sazonalidade de moda, algumas vezes está fechando, outra fechando e adornando e ainda em outras, apenas adornando como complemento de moda.
ZÍPER    História, processo de fabricação e curiosidades   Parte 1/3

Zíper usado como adorno por Comme des Garçons

No Brasil o maior fabricante é a YKK, Yoshida Brasileira Indústria e Comércio com sede no Japão e atuando em 44 países. Os outros fabricantes são:  Linhas Correntes e Metalúrgica Ultra.

O consumo no mercado nacional está assim dividido:

•        70% destinado ao fechamento de calças,
•        20% para uso em artefatos de couro e similares e apenas
•        10% são usados como detalhes de roupas e calçados.

ZÍPER    História, processo de fabricação e curiosidades   Parte 1/3

Processo de fabricação industrial do zíper

O processo de fabricação industrial do zíper compreende Inicialmente cursores e puxadores constituídos por ligas do zinco e cobre, ferro, aço inoxidável ou material plástico de nylon ou poliéster. Segue-se uma pintura em esmalte ou galvanização e polimento final. O passo seguinte é tecer o cadarço que pode ser em algodão ou poliéster. Estando pronto e tinto o cadarço, dá-se a colocação dos ganchos por onde vão correr o cursor com o puxador. Este puxador pode ser livre, com trava automática ou com dupla face que pode ser usado dos dois lados da peça.
ZÍPER    História, processo de fabricação e curiosidades   Parte 1/3

O zíper contemporâneo é um conjunto que resulta de equipamentos modernos e matérias-primas mais resistentes e mais variadas como os metais que compõe seus ganchos, que podem ser dourados, niquelados e de plástico.

ZÍPER    História, processo de fabricação e curiosidades   Parte 1/3

Quanto às cores, os três  maiores fabricantes brasileiros, oferecem uma cartela de até 100 cores com todos os tons de cada estação. Existe ainda no mercado uma grande variedade de desenhos de novos puxadores como as bolinhas, argolinhas e ganchos de vários tipos, na sua maioria em prata ou ouro.

ZÍPER    História, processo de fabricação e curiosidades   Parte 1/3
Partes do zíper

Resumindo, as partes do zíper são: Cadarço (algodão ou poliéster), ganchos (dourados,  prateados, metalizados esmaltados e plástico colorido) podendo ser de largura média, fina ou grossa. Os cursores são os carrinhos que deslizam pelos ganchos e pode ser coloridos ou metalizados e sobre os cursores vão os puxadores com ou sem trava. O zíper pode ainda ser fixo ou destacável. O zíper destacável é usado em jaquetas que precisam ser abertas totalmente e seus ganchos normalmente são de peso médio porque se adaptam melhor ao peso da peça.

ZÍPER    História, processo de fabricação e curiosidades   Parte 1/3
O seu comprimento varia de 10 cm a 70 cm, mas se for superior ou inferior a estas medidas é possível fazê-las porque todas as peças são vendidas separadamente e o cadarço pode ser vendido em rolo aos metros.

O zíper fino é usado para calças, vestidos, saias e blusas feitos em tecido leve. Os médios são para calças, jaquetas e peças que serão lavadas, e por fim, os grossos que são usados para fechamentos de malas e adornos de peças.

Atenção para o uso de zíper em jeans e fechos dianteiros de calças, estes devem ser sempre médios e ter pino com trava automática.

Leia também Zíper: já tem cem anos e status de detalhe fashion – Parte 2/3. e Como é feito um Zíper? Parte 3/3.

Por Queila Ferraz

ZÍPER    História, processo de fabricação e curiosidades   Parte 1/3

ZÍPER    História, processo de fabricação e curiosidades   Parte 1/3

Publicação: 3 de setembro de 2008

AUTOR

Queila Ferraz, Coordenadora Geral do Curso de Design de Moda da UNIP, foi professora da Universidade Anhembi Morumbi e dos cursos de pós-graduação de Moda do Senac. É historiadora de moda, especialista em processos tecnológicos para confecção e consultora de implantação para modelos industriais para a área de vestuário.

Veja também...

O Fashion Bubbles possui cerca de 10 mil artigos, aqui as matérias geralmente aparecem aleatoriamente, aproveite para relembrar o que foi moda em outros anos, conhecer outros artigos ou ver a evolução do próprio site que começou em 2006 como um Blog.

COMENTÁRIOS

Leia o post anterior:
200265813-00111111545454
Como usar as tendências 2008 e 2009 segundo a revista InStyle

Falamos recentemente sobre as tendências 2009 da moda feminina internacional que chegará ao Brasil em breve. Mas muitos devem se...

Fechar