RenauxView apresenta a coleção “Sinestesia” – Fios tintos que estimulam os sentidos

RenauxView apresenta a coleção “Sinestesia”   Fios tintos que estimulam os sentidos

A tecelagem catarinense RenauxView, com 86 anos de mercado, participa da Première Brasil verão 2013 apresentando três pilares: os fios tintos, que incluem xadrezes, listras e os já famosos jacquards; os unicolores da nova coleção “Opticks”; e os estampados. Em fevereiro, as três coleções serão exibidas no Première Vision em Paris, do qual a RenauxView participa pela terceira vez.

Coleção “Sinestesia”: fios tintos que estimulam os sentidos

A coleção de fio tinto lançada nesse Première Brasil verão 2012-13 é intitulada “Sinestesia”. O nome alude ao fenômeno sensorial que registra percepções simultâneas a partir de um único estimulo; efeito que a nova coleção também excita, seja a partir das cores, desenhos e caimentos, seja pelo toque diferenciado.

Para estimular os sentidos, a RenauxView investiu em construções diferentes, combinações de cores estimulantes e novas texturas. Os fios usados vão desde o algodão egípcio, que é mais sedoso, aos fios mais rústicos, provocando sensações tácteis antes mesmo de tocarmos os tecidos.
“Queríamos mostrar algo novo e uma das novas propostas é renovar os xadrezes usando nossa capacidade de maquinário e know how”, declara Roseane Schlindwein, Coordenadora de Pesquisa & Desenvolvimento.

A formalidade dos xadrezes foi desconstruída, dando vez a mosaicos coloridos que brincam com cores e tons. A nova base YAIRA mistura xadrez e listrado no mesmo tecido, uma padronagem tecnicamente difícil de fazer, mas possível graças à expertise da empresa. Maquinetas ousadas invertem a direção dos fios e criam contrastes entre verso e reverso. O YABIS, outro lançamento para o verão 2013 da RenauxView, traz tecidos duplos e navalhados que dão a impressão de levar aplicações.

O contraste das cores promovem um efeito 3D nos tecidos estimulando a sensação visual. O efeito changeant foi usado na coleção como um resgate dos anos 70. Outra peripécia de coloração é a utilização da exclusiva tecnologia Kromdyer, desenvolvida pela RenauxView, que proporciona no tecido falsas listas e outros efeitos ópticos que deixam o tecido sem cortes rígidos e, dessa forma, mais leves.

Nos jacquards predomina a influência dos lenços, forte tendência mundial, e das rendas e bordados. Esses últimos são feitos em bases de voile, leves e transparentes, nas quais as padronagens em jacquard parecem aplicações ou trabalhos manuais. Alem do algodão, os jacquards também foram trabalhados com fibras de viscose, para dar melhor caimento ao tecido.

Estampados: coleção “Kauai”

Para desenvolver a coleção de estampados, a RenauxView foi da colombiana Cartagena de las Índias às Ilhas Havaianas, trazendo para as melhores bases da empresas a profusão de cores e alegria que o verão pede. “Kauai” é a mais velha e quarta maior ilha do Havaí.

RenauxView apresenta a coleção “Sinestesia”   Fios tintos que estimulam os sentidos

“Opticks”, coleção de unicolores é o novo pilar da empresa

Com 86 anos de mercado, a RenauxView enriquece a oferta de “tecidos para criar” com o lançamento da nova linha “Opticks”, de tecidos unicolores. Desenvolvida e gerenciada por Juliano Carlos Renaux, a nova linha pretende oferecer soluções com alto padrão de qualidade para o mercado de moda.

A “Opticks” se junta à coleção de fios tintos, que são o fundamento da história da empresa, e aos estampados, núcleo criado em janeiro de 2011 e que tem na equipe a designer carioca Renata Americano. No evento de lançamento dentro da empresa, o presidente Armando Hess de Souza declarou “Estamos iniciando uma nova fase da RenauxView. Podemos oferecer agora uma solução de moda completa, sustentada por esse tripé dos fios tintos, estampados e unicolores”.

O nome “Opticks” foi inspirado em um livro de mesmo nome de Isaac Newton, no qual o cientista expõe seus estudos sobre refração, reflexão, inflexão e cores da luz. Na coleção, as bases estão disponíveis em PT (“pronto para tingir”), podendo ser tingidas em qualquer cor e tonalidade do espectro descrito por Newton.

O desenvolvimento da coleção começou a partir da contratação de uma das maiores autoridades têxteis do Brasil, Juliano Carlos Renaux em janeiro de 2011. Com sua expertise em tecidos em geral e, especialmente, em tecidos lisos, ele gerenciou uma grande pesquisa de mercado e de matéria prima para criar bases que se destacassem no mercado.

Entre telas, sarjas e cetins, a “Opticks” conta com 25 bases feitas com fios de alta qualidade. Os tecidos são produzidos em Brusque, mas com maquinário, tecnologia e beneficiamentos italianos, que garantem tecidos com toque inigualável e valor agregado. Apesar de ter opções para camisaria, a coleção tem como foco a produção de peças de alfaiataria, calças, vestidos, saias e bermudas.

Fonte: ACASA

Publicação: 18 de janeiro de 2012

Veja também...

O Fashion Bubbles possui cerca de 10 mil artigos, aqui as matérias geralmente aparecem aleatoriamente, aproveite para relembrar o que foi moda em outros anos, conhecer outros artigos ou ver a evolução do próprio site que começou em 2006 como um Blog.

COMENTÁRIOS

Leia o post anterior:
Sapatos do inverno 2012 masculinos
Sapatos Masculinos do Inverno 2012 – Veja modelos e tendências da estação

Os fabricantes brasileiros de calçados apresentaram suas apostas para o Inverno 2012 na Couromoda, uma das mais importantes feiras do...

Fechar