Realidade Virtual na moda: a tecnologia como destaque na NYFW

A internet e o crescimento das mídias sociais transformaram radicalmente a concepção das semanas de moda, transformando-as cada vez mais em eventos voltados para o consumidor, ao invés de desfiles restritos a compradores e mídias especializadas. Essa influência, que culminou no advento do “see now, buy now”, vem fazendo com que os designers busquem soluções cada vez mais criativas para aproximar a apresentação do público. Nesse cenário, a realidade virtual vem conquistando cada vez mais adeptos e promete ser a sensação da vez durante o New York Fashion Week, que começou no dia 7 de setembro.

Realidade Virtual na moda: a tecnologia como destaque na NYFWRealidade Virtual na moda: Tommy Hilfiger já havia utilizado a tecnologia em suas lojas, em 2015

Criado em parceria com a Intel e com a Voke (empresa especializada em realidade virtual), o sistema inteligente irá permitir com que o público seja transportado diretamente para a primeira fila de 13 desfiles, incluindo Prabal Gurung, Band of Outsiders e Misha Collection. Para poder assisti-los, será necessário um celular Samsung com o aplicativo instalado e um headset especial, programado para realidade virtual. A designer Rebecca Minkoff ainda revelou que, além de estrear sua última coleção no livestream, também irá permitir que o usuário compre os looks direto da passarela durante o desfile, usando o aplicativo.

O co-fundador da Voke, Sankar Jayaram, afirmou em entrevista para a Business of Fashion que essa é uma oportunidade única para a indústria da moda, que depende tanto da venda de produtos, quanto da venda de sonhos e estilo de vida. Para ele, a tecnologia traz a possibilidade de ter milhares de pessoas sentadas na primeira fila, simultaneamente, além de permitir a geração de novos conteúdos exclusivos, que podem trazer informações adicionais ao desfile.

Realidade Virtual na moda: a tecnologia como destaque na NYFWNYFW começou dia 7 de setembro e teve Tom Ford como um dos destaques do primeiro dia

Essa não é a primeira vez que grandes marcas da indústria utilizam a realidade virtual a seu favor. A primeira a aderir a tecnologia foi a gigante Topshop, que ainda em 2014 permitiu que seus clientes pudessem assistir o desfile da coleção FW 2014 na London Fashion Week de maneira completamente imersiva, utilizando headsets exclusivos. Os ingressos foram sorteados via Instagram e Twitter e os  quatro ganhadores conquistaram um assento na janela da loja da marca, em Oxford Circus, onde puderam assistir não somente as modelos passando a poucos centímetros, mas também desfrutar da companhia de celebridades que estavam virtualmente ao seu lado.

Realidade Virtual na moda: TopShop foi a primeira a utilizar a realidade aumentada em desfiles

No ano passado, a Tommy Hilfiger já havia instalado o sistema em lojas selecionadas, para que os consumidores tivessem a oportunidade de assistir o desfile da coleção Outono 2015  da primeira fila em 3D e 360 graus, com a experiência da realidade aumentada.

Realidade Virtual na moda: a tecnologia como destaque na NYFWRealidade virtual na moda: Os clientes puderam experimentar a realidade aumentada em lojas selecionadas da marca Tommy Hilfiger

Realidade Virtual na moda: a tecnologia como destaque na NYFWAlguns looks da coleção Tommy Hilfiger FW 15, que foi gravada com tecnologia tridimensional para realidade virtual.

A Dior não deixou para menos e lançou o Dior Eyes, um gadget criado em parceria com a DigitalLBi Labs France que permite um passeio sensorial com imagens 3D de alta definição ao backstage do seu desfile Verão 2016 na Paris Fashion Week. Com design minimalista, o headphone trouxe a fusão entre moda, consumo e entretenimento, tornando-se um item de colecionador, altamente desejado.

Realidade Virtual na moda: a tecnologia como destaque na NYFWRealidade virtual na moda: o gadget Dior Eyes permite uma visita sensorial ao backstage do desfile da marca

Realidade Virtual na moda: a tecnologia como destaque na NYFW
Realidade virtual na moda: O gadget exclusivo ficou disponível em lojas selecionadas da maison

Distante das grandes maisons da moda, até mesmo o grupo Ebay, em parceria com a Myer, lançou um e-commerce com mais de 8 mil produtos, inteiramente adaptada para a realidade virtual.  Nela você pode, com o auxílio de um óculos VR (virtual reality), visitar lojas e comprar produtos virtualmente em uma experiência completamente imersiva. A Virtual Reality Department Store já está disponível para iOS e Android, basta utilizar qualquer óculos compatível com a tecnologia VR Mobile, como o Gear VR da Samsung ou o Google Cardboard.

Não há dúvidas de que a tecnologia chegou para ficar. A realidade aumentada traz possibilidades incríveis para a indústria da moda, e é uma solução perfeita para aproximar ainda mais as marcas do consumidor final. Embora os preços dos gadgets ainda sejam um pouco salgados e o seu design futurista seja um pouco intimidador, espera-se que a demanda aumente a oferta, e em breve a realidade virtual esteja cada vez mais presente no nosso cotidiano.

Por  Francieli Hess

(Francieli é formada em Design de Moda pela UDESC e já estudou Cultura e Progettazione della Moda em Florença. Trabalha como estilista freelancer em Florianópolis e é apaixonada por criação, história, branding e comunicação.)
Instagram: @fvhess

Contato: fvhess@gmail.com

Realidade Virtual na moda: a tecnologia como destaque na NYFW

Salvar

Publicação: 8 de setembro de 2016

AUTOR

Francieli é formada em Design de Moda pela UDESC e já estudou Cultura e Progettazione della Moda em Florença. Trabalha como estilista freelancer em Florianópolis e é apaixonada por criação, história, branding e comunicação. Instagram: @fvhess

COMENTÁRIOS

DESCONTOS & BENEFÍCIOS

Leia o post anterior:
cuidados-intimos
Cuidados Íntimos – 10 inimigos (que você nem imaginava) da sua região V

Comportamentos diários podem causar desconfortos e desiquilibrar a saúde íntima Com a evolução tecnológica, não só temos vivido mais, como...

Fechar