Retrospectiva 2016 – O ano em que a beleza real dominou as passarelas

Retrospectiva 2016   O ano em que a beleza real dominou as passarelas

Beleza real: coleção Fenty x Puma, da cantora Rihanna.

A indústria da moda, sempre criticada pela falta de representatividade, parece estar caminhando para novos rumos. Ao longo dos últimos anos e, especialmente em 2016, vimos marcas importantes voltarem seus holofotes para a beleza real, com uma estética que celebra as diferenças e valoriza a individualidade. Muitos dos mais comentados castings do ano foram formados por uma mistura entre modelos  tradicionais, representados por agências, e indivíduos comuns, escolhidos através da internet ou mesmo pelas ruas.

Retrospectiva 2016   O ano em que a beleza real dominou as passarelas Retrospectiva 2016   O ano em que a beleza real dominou as passarelas

Beleza Real: a marca Yeezy, do rapper Kanye West, é conhecida por fazer castings com pessoas comuns

O ativismo digital ajudou a introduzir uma definição mais ampla de beleza, já que as mídias sociais nos permitem ver diariamente pessoas que fogem ao padrão estético, e são naturalmente belas por isso. A popularidade online também beneficiou as modelos de agências tradicionais, que faturam diversos contratos publicitários através de seu grande número de seguidores. A ruptura nos modelos tradicionais permite que elas expressem sua própria personalidade, ao invés de mostrar apenas uma imagem cuidadosamente calculada.

As semanas de moda foram fortemente impactadas por essa tendência comportamental, com a última edição da NYFW sendo apontada como a mais body-positive de todos os tempos.

A marca J.Crew escolheu seus modelos entre os próprios funcionários e amigos da marca, lançando a coleção Primavera/Verão 2018 com um time de belezas multiétnicas e cheias de personalidade.

Christian Siriano seguiu o mesmo caminho, valorizando a beleza real e abrindo caminhos para uma indústria mais aberta e próxima do seu público. No começo do ano, o designer já havia convidado a atriz Danielle Brooks, para estrelar sua campanha de verão.

Retrospectiva 2016   O ano em que a beleza real dominou as passarelas

J.Crew SS 17 – campanha valoriza a beleza real

Retrospectiva 2016   O ano em que a beleza real dominou as passarelas Retrospectiva 2016   O ano em que a beleza real dominou as passarelas

Danielle Brooks para Christian Siriano à esquerda; na direita, o desfile da marca na NYFW

No Brasil, o rapper Emicida foi responsável pelo desfile mais comentado e aplaudido da SPFWN42, da marca estreante LAB. O casting trouxe a beleza das ruas para passarelas, levando o empoderamento ao máximo através de peças sem gênero, com estampas que destacavam o orgulho do cantor pelas suas raízes, como o moletom “I Love Quebrada”.

Retrospectiva 2016   O ano em que a beleza real dominou as passarelas

 

LAB SPFW – N42 – foto: Ze Takahashi / FOTOSITE

Até fotografia de moda está mudando e deixando de lado o excesso de retoques, em busca de uma imagem mais próxima do real. Campanhas de lingerie mais naturais ganharam destaque ao longo do ano, valorizando diferentes corpos e aceitando suas particularidades. As atrizes do seriado Girls, Lena Dunham e Jemima Kirke, posaram para a marca Lonely completamente ao natural, para ajudar outras mulheres a se amarem e se sentirem poderosas do jeito como são. O site da marca tem uma galeria incrível, com mulheres de todas as etnias, formas e idades, mostrando que a beleza tem inúmeras faces.

Retrospectiva 2016   O ano em que a beleza real dominou as passarelas

Lena Dunham e Jemima Kirke para a marca Lonely

Retrospectiva 2016   O ano em que a beleza real dominou as passarelas

Beleza real: o projeto Lonely Girls mostra que a beleza vai muito além dos padrões estéticos

Apesar da pouca variedade nas formas de suas modelos, até mesmo a Victoria’s Secret  está, aos poucos, repensando sua estratégia. Conhecida pela perfeição inatingível das suas angels, a marca lançou na internet fotos que mostram a modelo Jasmine Tookes sem retoques nem edições, com manchinhas na pele e até mesmo marcas de estria (algo impensável há alguns anos atrás). Felizmente, o amor próprio e auto-estima nunca estiveram tão na moda. Tudo indica que essa é uma tendência que veio para ficar. Vamos investir?

Victoria’s Secret: Jasmine Tookes posa com o Fantasy Bra, sem retoques

Retrospectiva 2016   O ano em que a beleza real dominou as passarelas

Victoria’s Secret: Jasmine Tookes posa com o Fantasy Bra, sem retoques

 

Salvar

Salvar

Publicação: 27 de dezembro de 2016

AUTOR

Francieli é formada em Design de Moda pela UDESC e já estudou Cultura e Progettazione della Moda em Florença. Trabalha como estilista freelancer em Florianópolis e é apaixonada por criação, história, branding e comunicação. Instagram: @fvhess

COMENTÁRIOS

DESCONTOS & BENEFÍCIOS

Leia o post anterior:
decorac%cc%a7ao-de-natal-destaque
Decoração de Natal – Ideias fáceis para montar uma mesa inesquecível

  O ano voou e já estamos em véspera de Natal, uma das datas mais aguardadas e tradicionais. Se você...

Fechar