#Fotos: Tendências Visuais 2018 – Conheça as três apostas do site Getty Images

#Fotos: Tendências Visuais 2018   Conheça as três apostas do site Getty Images

Masculinidade Desfeita, Realismo Conceitual e Segundo Renascimento viram referência no mundo visual e pretendem ser a grande inspiração para fotos do Instagram.

A equipe criativa da Getty Images analisou mais de 1 bilhão pesquisas e 400 milhões de downloads de imagens no site GettyImages.com, além de estudar as tendências publicitárias e examinar os principais pontos chave da cultura pop. O resultado final desse estudo é uma previsão das três tendências visuais que irão marcar o ano de 2018. Confira:

1. Segundo Renascimento – Tendências Visuais 2018

#Fotos: Tendências Visuais 2018   Conheça as três apostas do site Getty Images

Uma tendência que revive a maestria do artesanal em uma época em que tirar fotografia se tornou cada vez mais fácil.  A Getty Images percebeu a ideia de um Segundo Renascimento na fotografia, com imagens silenciosas e contemplativas inspiradas pela história da arte.

#Fotos: Tendências Visuais 2018   Conheça as três apostas do site Getty Images #Fotos: Tendências Visuais 2018   Conheça as três apostas do site Getty Images

Awol Erizku (@awolerizku) é o fotógrafo que fez o ensaio irreverente de Beyoncé grávida e com os gêmeos e uma das principais marcas do seu trabalho e justamente a constante inspiração e referências do Renascimento. As fotos da cantora realizadas por ele estiveram entre as mais curtidas do Instagram de Beyoncé

#Fotos: Tendências Visuais 2018   Conheça as três apostas do site Getty Images #Fotos: Tendências Visuais 2018   Conheça as três apostas do site Getty Images
A marca Rodarte também apostou em referência Renacentista nas fotos do seu lookbook Fall 2018

Na cultura pop, o quadro A Mona Lisa inspirou a capa do álbum “A Seat at the Table”, de Solange Knowles, enquanto A Última Ceia é recriada na capa de “Gangs, Signs & Prayer”, álbum de estreia do rapper britânico Stormzy. O editorial de “Art of Beauty”, do fotógrafo Pari Dukovic para Harper’s Bazaar recria pinturas icônicas com modelos pioneiras como Winnie Harlow e Halima Aden.

#Fotos: Tendências Visuais 2018   Conheça as três apostas do site Getty Images

“A Seat at the Table”, de Solange Knowles

#Fotos: Tendências Visuais 2018   Conheça as três apostas do site Getty Images
A Última Ceia é recriada na capa de “Gangs, Signs & Prayer”

#Fotos: Tendências Visuais 2018   Conheça as três apostas do site Getty Images

Halima Aden como “Girl With a Pearl Earring”, fotografada por Pari Dukovic para Harper’s Bazaar.

Essa é uma tendência visual que também trata da representação de minorias na mídia, com fotógrafos recriando temas clássicos para romper estereótipos e reescrever a história por um viés mais positivo e culturalmente rico. O Instagram também aponta para um destino similar, refletindo a postura etnicamente diversa e visualmente politizada da Geração Z.

Clique aqui para explorar o board de imagens que refletem essa mudança.

 

2. Realismo Conceitual – Tendências Visuais 2018

#Fotos: Tendências Visuais 2018   Conheça as três apostas do site Getty Images

Uma combinação de tendências visuais evoluindo a longo prazo, novas tecnologias e o ceticismo atual do público para levar as coisas ao valor nominal gerou uma nova expressão visual. Palavras como “real”, “autêntico” e “verdadeiro”dominam um novo nicho do mercado comercial, onde as cenas perfeitas e aspiracionais já não causam o mesmo impacto.

Através das mídias sociais, os consumidores se transformaram em criadores de conteúdo, por isso as imagens imperfeitas e com aspecto “DIY” parecem mais honestas. Na mesma medida em que a confiança na grande mídia diminui, a ânsia do público por imagens que se pareçam reais aumenta, ainda que a sua ideia diga o contrário, como na campanha autêntica e semi irreal da marca Kate Spade para a Primavera/Verão 2017.

#Fotos: Tendências Visuais 2018   Conheça as três apostas do site Getty Images

Kate Spade SS 17 – Tendências Visuais 2018

#Fotos: Tendências Visuais 2018   Conheça as três apostas do site Getty Images

Realidade reproduzida tecnologicamente: no início, a fotografia explorava o conceitual por pura necessidade, já que a tecnologia limitada exigia cenas milimetricamente organizadas. À medida em que as câmeras evoluíram, passou a ser possível documentar de forma transparente a vida cotidiana – abraçando assim o “realismo”.

No final da década de 1960, essas duas vertentes começaram a se misturar no momento em que a fotografia se expandia para uma forma de arte. A introdução do Photoshop na década de 1980 brincava com o conceito de “realismo” do espectador, dando-lhe um novo significado.

Fotógrafos contemporâneos como Ben Zank, Cig Harvey e Prue Stent trabalham conceitualmente para criar imagens que tenham uma abordagem realista, ainda que não sejam completamente clicadas pela câmera. A artista Prue Stent saiu do Instagram para ganhar fama mundial em sua primeira colaboração com a Gucci; seu trabalho é focado em corpos disformes e a sua beleza lúdica.

Na série Soft Tissue, Prue Stent e Honey Long trazem a atenção do espectador aos detalhes do corpo feminino: suas texturas, dobras, mistério e estranheza. O conhecido torna-se desconhecido; o abstrato torna-se tangível. Seu poderoso impacto é devido ao visual virgem percebido do corpo feminino.

#Fotos: Tendências Visuais 2018   Conheça as três apostas do site Getty Images

Realismo Conceitual – Soft Honey, do artista visual Prue Stent

Clique aqui para explorar o board de imagens que refletem essa tendência.

 

3. Masculinidade Desfeita – Tendências Visuais 2018

#Fotos: Tendências Visuais 2018   Conheça as três apostas do site Getty Images

A psique masculina está em crise: o suicídio é agora o assassino número 1 de homens com menos de 50 anos. Na mídia tradicional, poucos estereótipos aspiracionais: o herói, o durão, o homem da casa… representações unidimensionais cada vez mais rejeitada pelos millennials, que desafiam e brincam com os conceitos clássicos da masculinidade.

No Reino Unido, a agência reguladora de publicidade baniu os anúncios que perpetuam estereótipos de gênero, incluindo os homens “tentando e falhando” ao realizar “tarefas parentais ou domésticas simples”. Essa é uma tendência visual que rastreia a masculinidade mostrada de maneira complexa, gentil e emocionalmente perspicaz.

#IsItOkForGuys – Campanha da Axe brinca com os estereótipos da masculinidade.

A indústria musical também começa a absorver estes impactos. O rapper Tyler, The Creator (que é conhecido por suas letras misóginas e homofóbicas) agora explora sexualidade, solidão e amor em seu último álbum, Flower Boy. Jay Z também balançou as convenções da masculinidade no hip-hop ao trazer um catálogo inflexivelmente honesto sobre a vulnerabilidade masculina no álbum 4:44.

#Fotos: Tendências Visuais 2018   Conheça as três apostas do site Getty Images

Masculinidade Desfeita – Trecho da música 4:44, do rapper Jay Z. Leia a tradução clicando aqui.

#Fotos: Tendências Visuais 2018   Conheça as três apostas do site Getty Images

Clique aqui para explorar o board de imagens que refletem essa tendência.

Fontes: WGSN Blogs e Getty Images.

Publicação: 1 de fevereiro de 2018

AUTOR

Francieli Hess é formada em Design de Moda pela UDESC e já estudou Cultura e Progettazione della Moda em Florença. Trabalha como estilista freelancer em Florianópolis e é apaixonada por criação, história, branding e comunicação. Instagram: @fvhess

COMENTÁRIOS

DESCONTOS EXCLUSIVOS FASHION BUBBLES

Leia o post anterior:
Especial Mulheres Maduras – Dicas de looks confortáveis, fotos das celebridades + perfis para seguir

Seja no dia a dia ou no trabalho, vestir-se bem é uma questão de personalidade e até mesmo de etiqueta,...

Fechar