Zamioculca: uma das plantas mais resistentes que existem

Zamioculca: uma das plantas mais resistentes que existem (cuidados)

Hoje em dia, a maioria das pessoas não dispõe de muito tempo para se dedicar ao cuidado de plantas e, nesse caso a zamioculca pode ser uma ótima opção.

O contato com as plantas é algo essencial na vida dos indivíduos e, mesmo que você tenha pouco espaço e tempo, ainda pode ter algumas espécies na sua casa.

Por meio das plantas é possível se conectar à natureza, se sentir bem e ter contato com as coisas que realmente importam para que as pessoas sobrevivam e tenham uma rotina mais leve.

É preciso se lembrar de que as plantinhas são as responsáveis pelo oxigênio que o ser humano consome. Ou seja, elas são essenciais.

Se você se está interessado em uma espécie fácil de plantar, cuidar e que tenha baixo custo de manutenção, precisa conhecer a Zamioculca zamiifolia.

 

Algumas curiosidades sobre a Zamioculca

 

Foto: Pinterest

 

  • A zamioculca possui flores brancas, mas infelizmente o aparecimento delas não é tão comum, sobretudo porque se escondem no meio das touceiras de folhas. A floração ocorre geralmente entre o verão e o outono;
  • Assim como acontece com tubérculos, essa planta possui rizoma que armazena água e amido. Isso permite que ela sobreviva a períodos longos de seca. Mesmo que as folhas sequem, o rizoma permanece vivo, permitindo que a planta sobreviva;
  • Todas as partes dessa planta são venenosas quando ingeridas e podem também irritar mucosas e a pele;
  • Mesmo em locais com ausência praticamente total de luz, essas plantas conseguem sobreviver;
  • Jamais se deve limpar as folhas, pois a planta não é adaptada;
  • Ela vive bem no ar condicionado, desde que a temperatura fique entre 10 e 25 graus;
  • Pouca água enfraquece o rizoma, mas excesso de umidade faz com que as plantas amarelem e a planta fique aniquilada;
  • De acordo com a sabedoria popular, a zamioculca atrai a prosperidade e serve para proteger as pessoas. Para isso ela deve ser colocada dentro de casa.

 

Como cuidar da Zamioculca

 

Foto: Pinterest

 

A zamioculca é uma espécie vegetal bastante indicada para pessoas que não tenham prática com jardinagem ou para quem não tem muito tempo para se dedicar às tarefas com as plantas.

Por ser capaz de passar bastante tempo sem água, ela pode passar bastante tempo sem água, precisando de pouca rega.

Bastam duas regas por semana, sempre lembrando que o solo deve permanecer sempre úmido, mas sem ficar encharcado em nenhuma situação.

Essa é uma daquelas espécies em que é melhor deixar faltar água do que encharcar demais. Isso porque o excesso provoca o amarelamento das folhas. Em caso de muita água, a raiz pode até mesmo apodrecer, fazendo com que a planta morra.

 

Foto: Pinterest

 

Se você quer uma planta ainda mais bonita e saudável, é importante adubar o solo da zamioculca de tempos em tempos.

É possível usar matéria orgânica para isso, inclusive húmus de minhoca ao invés de utilizar compostos químicos.

 

Repor o adubo a cada 3 meses

 

Foto: Pinterest

 

Procure repor o adubo uma vez a cada três ou quatro meses e, sempre que houver folhas amareladas e mortas, lembre-se de removê-las para contribuir com a saúde do vegetal.

Lembre-se sempre que a zamioculca não suporta a incidência direta de luz solar. E mesmo em locais de incidência indireta de sol, você deve sempre girar o vaso com frequência para garantir a distribuição uniforme da luz na planta.

Se você preferir, pode cultivar a planta em jardins sombreados também, ao invés de manter isoladamente em um vaso pequeno.

Vale salientar que nesse caso você deve ter ainda mais atenção à quantidade de água no solo. Então, cuidado com o regador e a mangueira.

Não requer podas

 

Como já foi dito, o crescimento dessa planta é lento, então ele não requer podas. Mas sempre que você perceber que o vaso está muito cheio e que as raízes estão demasiadamente grandes, é preciso trocar por um recipiente maior.

Viu só como a manutenção da zamioculca é bastante simples?

 

 

Como fazer o plantio?

 

Foto: Pinterest

 

Assim como o cuidado em si, plantar a zamioculca é bastante simples. É possível obter mudas, seja na forma de touceiras ou pelas sementes que caem da haste.

Mas se você preferir, pode conseguir as mudas da zamioculca utilizando os galhos da planta. Para isso, basta remover um galho bem próximo à base e então deixa-lo na água até que surjam raízes. Quando isso acontecer, basta transferir para o vaso com terra.

Seja lá qual for o tipo de plantio, você vai precisar de um vaso de tamanho adequado antes de iniciar. Escolha um que seja pelo menos três vezes maior do que a muda, para que ela possa se desenvolver adequadamente.

No fundo, você pode colocar argila e pedrinhas que ajudam a manter o vaso drenado. Isso garante a sobrevivência dessa plantinha que não gosta de água.

Aproximadamente ¼ do vaso deve conter argila. Depois disso coloque 2 partes de terra para uma de areia e uma parte de húmus de minhoca.

Misture muito bem todos os ingredientes e, então coloque tudo dentro do vaso. Então coloque a planta bem no centro do vaso e vá ajeitando a planta com mais terra para garantir a fixação.

Tenha em mente que o replantio será sempre necessário. Você deverá transferir a planta para um recipiente maior sempre que perceber que há essa necessidade. Mas não se preocupe porque isso vai demorar bastante para acontecer.

Conforme a planta cresce, você pode ir pegando as mudas e transferir para outros vasos. Assim, você pode criar uma série de vasos de zamioculca e espalhar pela sua casa e pelo seu jardim.

 

 

Atenção ao cuidar dos vasos

 

Foto: Pinterest

 

É muito importante salientar que a zamioculca é uma espécie bastante tóxica e, por isso deve-se ter alguns cuidados com o cultivo e manutenção.

Primeiramente não se deve manter essa espécie em locais próximos aos animais de estimação. Jamais deixe as plantas onde os animais possam cavar e comê-las.

É preciso salientar que a espécie só é nociva em caso de ingestão ou contato direto. Por isso, não há problemas em colocar os vasos dentro de casa, desde que fiquem longe de animais e crianças.

Sempre que for fazer o manuseio da planta, é recomendado que se utilize luvas, seja para o transplante ou para a poda.

Tenha atenção porque ela solta seiva durante o corte dos caules e, ele é irritativo para mucosas e pele.

 

 

Conheça melhor a Zamioculca

 

Foto: Pinterest

Zamioculcas zamiifolia, é uma planta da família das Aráceas, que é chamada também de Zamioculcas ou apenas ZZ.

Ela é originária da Tanzânia, na África e, consegue se adaptar muito bem a ambientes fechados, com pouca incidência de luz.

Para seu crescimento e manutenção não existem muitas regras e, essa é uma plantinha bastante durável e resistente.

Mas é claro que existem alguns cuidados básicos, assim como acontece para qualquer outra espécie.

Seja em ambiente interno ou externo, a espécie não gosta de luz direta e, deve ficar em uma temperatura entre 10 e 25 graus.

Ela não precisa de muita água também, sendo que duas regas semanais são suficientes. Mas é preciso cuidar para coloca-la em um solo com boa drenagem.

Para isso, o solo ideal contém uma parte de terra comum, uma parte de terra adubada e também uma parte de areia.

Como possui crescimento lento, a planta não precisa de podas. No entanto, é preciso muda-la para um vaso maior sempre que você perceber que a raiz está apertada.

A propagação é feita por meio de semente ou estaquia de galho.

De tempos em tempos recomenda-se adubar a terra. Você pode usar um produto comum e seguir as orientações do fabricante.

 

 

Zamioculca: espécie exótica

 

Foto: Pinterest

 

A Zamioculca é uma espécie exótica, pertencente à família das Aráceas, que é bastante resistente e não necessita de tantos cuidados.

Com grande resistência, ela sobrevive muito bem mesmo em situações com pouca água e luz e, mesmo quando a pessoa não tem muita prática, consegue cuidar dessa plantinha adequadamente.

De acordo com a sabedoria popular, as zamioculcas se relacionam a boas notícias e também ao sucesso profissional e atração de dinheiro.

Justamente por isso, essa espécie está sendo cada vez mais utilizada em vários locais, em projetos relacionados aos conhecimentos do Feng Shui.

 

  • Siga o Fashion Bubbles no  Google News para poder acompanhar tudo sobre decoração direto no seu smartphone. É só clicar aqui, depois na estrelinha 🌟 lá no News.

 

A planta tem também uma grande beleza e se aproxima bastante da aparência de plástico, pois tem a folhagem bastante brilhante.

Graças à beleza da espécie sua capacidade de adaptação, ela é bastante utilizada em salas, escritórios, corredores e lojas.

Colocá-la em local fechado é ótimo por impedir a incidência direta de luz e também proteger o vegetal do frio.

As inflorescências não são tão importantes para a ornamentação, visto que ficam no interior das folhagens, mas em compensação a folhagem chama muito a atenção, sendo muitíssimo utilizada na decoração.

Essa espécie é muito utilizada, seja dentro de casa, seja no quintal, varandas e terraços, ajudando na composição da decoração em qualquer ambiente.

 

  • Confira também: Ora-pro-nobis: A planta rica em proteínas que você precisa conhecer

 

Conclusão

 

A zamioculca é uma planta de fácil cultivo, que pode ser utilizada tanto em ambiente interno quanto externo.

Qualquer pessoa consegue fazer a manutenção dos vasinhos, sem precisar dispor de muito tempo para isso. Então, aproveite essa facilidade para cultivar essa plantinha na sua residência.

planta da fortunaplanta para apartamentoplanta resistenteplanta tropicalplantasprosperidadezamioculca