Couve e espinafre retardam o processo de envelhecimento do cérebro

Couve e espinafre retardam o processo de envelhecimento do cérebro

O uso de certos alimentos como o couve tem um efeito positivo no funcionamento do cérebro, retardando as mudanças relacionadas à idade. Essa é a conclusão a que chega o nutricionista Francis Lardgman-Roth como resultado do estudo.

Em primeiro lugar, o especialista aconselha a atenção aos vegetais folhosos. Por exemplo, o consumo de repolho, alface e espinafre pode retardar o declínio das funções cognitivas. Isso é especialmente verdadeiro para os idosos. Uma porção de vegetais verdes por dia é suficiente.

Além disso, uvas e nozes têm um efeito benéfico sobre o funcionamento do cérebro.

 

 

Já o consumo de produtos assados, doces e refrigerantes afeta negativamente o funcionamento do cérebro, alertam cientistas da Universidade de Bath. Esses alimentos causam inflamação e danos às conexões neurais.

Além disso, o couve contêm zeaxantina, que pode reduzir o risco de problemas de visão, como catarata. Para que as substâncias sejam bem absorvidas, é necessário adicionar gorduras saudáveis ​​ao couve, por exemplo, azeite.

 

Azeite de Oliva: outro alimento maravilhoso para o cérebro

 

Outro produto maravilhoso é o azeite de oliva extra virgem. Ele contém fenóis, um tipo de antioxidante que ajuda a manter o cérebro saudável, reduzindo a inflamação.

Além de proteger contra a doença de Alzheimer, a pesquisa mostrou que o azeite de oliva ajuda com outras doenças neurodegenerativas, incluindo a doença de Parkinson e a esclerose lateral amiotrófica (ELA).

Peixes gordurosos, incluindo salmão e atum, contém ácidos graxos ômega-3. Esses ácidos graxos ajudam a proteger o cérebro e podem reduzir o risco de desenvolver a doença de Alzheimer.

 

  • Siga o Fashion Bubbles no  Google News para poder acompanhar tudo sobre saúde direto no seu smartphone. É só clicar aqui, depois na estrelinha 🌟 lá no News.

 

Chocolate para o cérebro: memória e aprendizado

 

Algumas sobremesas também são benéficas para o cérebro. O chocolate é benéfico por causa dos flavonóides do cacau em pó e cacau. Eles são benéficos para áreas do cérebro associadas à memória e ao aprendizado.

O principal flavonóide, a epicatequina, melhora vários aspectos da função cognitiva, ajudando a reduzir o risco de doença de Alzheimer e acidente vascular cerebral.

 

 

Os cientistas identificaram a causa do envelhecimento prematuro

 

Cientistas da China e dos Estados Unidos afirmaram que a falta de oxigênio contribui para o comprometimento da memória e da audição com a idade, além de causar envelhecimento prematuro.

O gene ADORA2B é conhecido por ajudar a liberar oxigênio do sangue. Especialistas disseram que devido à diminuição dessa proteína em ratos de laboratório, a audição e a memória sofreram. Os médicos notaram que os animais desenvolveram inflamação no cérebro e o processo de envelhecimento se acelerou.

 

  • Depois veja também: Esquizofrenia: jamais negligencie os sinais e o tratamento

 

Os médicos disseram que há uma ligação direta entre esse gene e o envelhecimento do cérebro. O fato é que com a idade, a quantidade dessa proteína no corpo diminui.

Os resultados foram publicados na PLOS Biology.

couveEspinafre