Ex-Ken humano, Jessica Alves quer fazer transplante de útero

A influenciadora digital recentemente passou por duas cirurgias: uma de redesignação sexual, em fevereiro, e outra bariátrica, em junho

- Continue depois da Publicidade -

Jessica Alves, conhecida popularmente no Brasil por ex-Ken humano, quer ser a primeira mulher trans a receber um transplante de útero. A modelo de 37 anos, que passou por cirurgia de redesignação sexual em fevereiro desse ano, revelou a novidade em entrevista à Closer.

 

 

Jessica Alves quer ser mãe

 

 

Foto de Jessica Alves, conhecida por ex-Ken humano.
Digital Influencer Jessica Alves. Fonte: Instagram/ Reprodução

 

 

  • Em seguida, leia também: Lipo Lad — por que essa cirurgia está conquistando as famosas?

 

 

Durante a conversa, Jessica Alves declarou querer conhecer a maternidade. Segundo ela, a ideia surgiu naturalmente após o procedimento cirúrgico que readequou seu corpo.

“Tudo que eu queria era ser mulher e fazer a cirurgia de mudança de sexo foi o dia mais feliz da minha vida. Mas ter um útero seria ainda melhor — eu me sentiria completa se pudesse dar à luz”, revelou.

“Eu adoraria ter uma ninhada de filhos. Eu ficaria muito feliz se fosse chamada de ‘mamãe”’, ela afirma.

 

 

  • Em seguida, leia também: Tiago, após cirurgia para aumentar parte íntima, rebate crítica de Fafá de Belém: “Grossa”.

 

 

É possível uma pessoa trans ter um útero?

 

 

Foto de mulher grávida.
Fonte: Leah Kelley/ Pexels/ Reprodução

 

 

Você também pode gostar!

 

 

Transplantar um útero é possível. O procedimento foi desenvolvido para permitir que mulheres possam ter a oportunidade de gerar bebês caso tenham nascido sem o órgão ou ele tenha sido removido durante a vida. No Reino Unido, por exemplo, cerca de 15 mil mulheres já passaram pela experiência e agora possuem um transplante do tipo.

O procedimento cirúrgico custa em média 357 mil reais na Inglaterra, mesmo local em que Jessica Alves, conhecida por ex-Ken humano no Brasil, mora. Os úteros transplantados são doados de mortos ou de mulheres que se assumiram homens e tiveram os órgãos reprodutores removidos.

 

 

  • Em seguida, leia também: Casos chocantes de celebridades que mudaram muito após cirurgias plásticas.

 

 

Foto de Jessica Alves.
Fonte: Instagram/ Reprodução

 

 

  • Enquanto isso, aproveite e nos siga no Google News para saber tudo sobre Moda, Beleza, Famosos, Décor e muito mais. É só clicar aqui, depois na estrelinha 🌟 lá no News.

 

 

No ano de 2019, uma mulher deu à luz a um bebê saudável vindo de um útero transplantado de uma doadora morta. Antes dessa realização, mulheres já haviam gerado bebês com úteros vindos de pessoas vivas.
Jessica Alves seria a primeira mulher trans a passar pelo procedimento. Por enquanto, existem apenas pesquisas que estudam a viabilidade do processo.

“Mesmo custando um milhão de libras para ter um [útero], eu encontraria uma maneira de fazer isso. Eu adoraria um bebê que tivesse meus próprios genes e sangue, e eu tenho meu esperma congelado para poder usá-lo para fertilização in vitro”, disse ela.

 

 

- Continue depois da Publicidade -

você pode gostar também

“Nós usamos cookies e outras tecnologias semelhantes para melhorar sua experiência. Ao utilizar nossos serviços, você concorda.” Tudo bem Mais detalhes