Cavaleiro brasileiro Leandro da Silva suspenso 3 anos por abuso de animais

O atleta brasileiro foi filmado cavalgando e maltratando o pônei da filha no ano passado

- Continue depois da Publicidade -

Em decisão histórica, o tribunal disciplinar da Federação Equestre Internacional (FEI) impôs suspensão de três anos ao cavaleiro brasileiro Leandro Aparecido Da Silva, após a divulgação de um vídeo no qual ele é visto maltratando o pônei de sua filha.

O hipista brasileiro de 45 anos participou das Olimpíadas de Pequim em 2008 e, mais recentemente, conquistou o bronze por equipe nos últimos jogos do Pan-Americano em Lima 2019. Além da suspensão, ele também terá de pagar uma multa de 5.000 francos suíços.

As filmagens do vídeo de abuso foram amplamente compartilhadas nas redes sociais e o atleta reconheceu publicamente que era ele montando o pônei no vídeo.

Em setembro de 2020, o Tribunal Superior de Justiça Desportiva do Hipismo Brasileiro emitiu uma decisão declarando que não tinha jurisdição neste caso por se tratar de um incidente fora de competição.

Como resultado, a FEI abriu processos disciplinares separados contra Leandro da Silva de acordo com o Artigo 30 das Regras Internas do Tribunal da FEI por alegadas violações do Artigo 142 das Regras Gerais da FEI, que proíbem o abuso de cavalos.

Após a publicação da Decisão Final do Tribunal da FEI , as partes têm 21 dias a partir da data da notificação (19 de abril de 2021) para apelar da decisão ao Tribunal Arbitral do Esporte (CAS).

 

Você também pode gostar!
  • Siga o Fashion Bubbles no  Google News para poder acompanhar tudo sobre famosos direto no seu smartphone. É só clicar aqui, depois na estrelinha 🌟 lá no News.

 

A explicação do cavaleiro Leandro da Silva

 

Nas imagens, de 2020, o cavaleiro aparece no pônei, puxando violentamente as rédeas repetidamente.

Leandro da Silva admitiu que foi ele quem apareceu no vídeo e que foi uma “correção” ao pónei por ter mordido a filha.

Em outro vídeo, um filho de Leandro da Silva , de 20 anos, também cavalga o mesmo pônei e tenta fazê-lo superar um grande obstáculo. O animal bate na cerca e rola no chão depois de dobrar o pescoço, enquanto a pessoa que grava as imagens ri alto, como na outra filmagem.

 

  • Veja também: Surfista que iria para as Olimpíadas morre atingida por um raio no mar

- Continue depois da Publicidade -

você pode gostar também

“Nós usamos cookies e outras tecnologias semelhantes para melhorar sua experiência. Ao utilizar nossos serviços, você concorda.” Tudo bem Mais detalhes