Milionária é presa acusada de encomendar morte de marido em SP

Na terça-feira, dia 29 de junho, uma empresária foi presa na cidade de São Paulo após ter sido acusada de ser a mandante do assassinato do seu próprio companheiro

- Continue depois da Publicidade -

A milionária Anne Cipriano teve sua prisão temporária decretada por ter sido acusada de planejar o assassinato do seu companheiro Vitor Lúcio Jacinto.

Isso ocorreu depois que corretor Carlos Alex confessou ser responsável pelo crime, mas que foi convencido pela empresária que ofereceu a ele R$ 200 mil para que isso ocorresse.

Apenas dois dias depois do crime, a moça deu uma grande festa de aniversário. Tudo isso aconteceu nos últimos dias. Entenda melhor a história a seguir.

 

Os detalhes sobre a prisão da milionária

 

Na terça-feira, dia 29 de junho, uma empresária foi presa na cidade de São Paulo após ter sido acusada de ser a mandante do assassinato do seu próprio companheiro.

A milionária Anne Cipriano Frigo tem 46 anos de idade e, é a principal responsável por pensar a morte de Vitor Lúcio Jacinto, de 42 anos.

 

Vitor Lúcio Jacinto
Vitor Lúcio Jacinto — Foto: Montagem/G1

 

O caso foi relacionado a ela depois que o Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) prosseguiu com as investigações.

Então veio à tona que Anne ofereceu R$200 mil a um dos seus funcionários, o corretor Carlos Alex Ribeiro de Souza, de 28 anos, para que ele cometesse o crime.

 

Carlos Alex Ribeiro de Souza
O corretor de imóveis Carlos Alex Ribeiro de Souza, 28 anos, suspeito de matar o namorado da empresária. — Foto: Reprodução/Redes Sociais

 

Então ele confessou ser o responsável pelo assassinato, mas entregou Anne como mandante do crime.

Tudo aconteceu depois de Anne, dona da empresa Museu da Imaginação, ter descoberto uma traição do seu companheiro.

Você também pode gostar!

O relacionamento da milionária e Vitor já perdurava por 4 anos depois de eles terem se conhecido por meio de um aplicativo.

A moça morava em um imóvel que valia pelo menos R$20 milhões, em um bairro nobre da zona sul de São Paulo.

Mesmo ela sendo milionária, não cumpriu a promessa de dar o dinheiro prometido a Carlos Alex.

 

O crime

 

Vitor foi morto no dia 17 de junho e, o seu corpo foi deixado próximo à represa de Guarapiranga.

Apesar de ter sido carbonizado com o intuito de dificultar a identificação, a perícia conseguiu descobrir que se tratava do rapaz de 42 anos e, que ele foi morto com um tiro no coração.

De acordo com as investigações policiais, no dia do assassinato, Carlos teria chamado Vitor para conhecer um imóvel.

Então, quando eles estavam na Rodovia Castello Branco, o crime foi cometido.

A própria Anne fez a denúncia do desaparecimento do marido, mas logo após o corpo ter sido encontrado, as suspeitas recaíram sobre ela.

Um dos motivos que levantaram suspeitas sobre o crime foi o fato de Anne ter dado uma festa de aniversário apenas dois dias após o companheiro ter sido morto.

Além de ser motivada pela traição, Anne estaria insatisfeita com Vitor também devido aos gastos altos, visto que ela o bancava.

Tanto ela quanto Carlos Alex ficarão presos por pelo menos 30 dias até que sejam julgados definitivamente.

- Continue depois da Publicidade -

você pode gostar também

“Nós usamos cookies e outras tecnologias semelhantes para melhorar sua experiência. Ao utilizar nossos serviços, você concorda.” Tudo bem Mais detalhes