NASA dá as boas-vindas a Noura al Matrooshi, a primeira astronauta árabe

Os Emirados Árabes Unidos anunciaram neste sábado que Noura al Matrooshi é a primeira astronauta árabe, que fará parte da equipe para receber treinamento da Administração Nacional de Aeronáutica e Espaço (NASA)

- Continue depois da Publicidade -

Os Emirados Árabes Unidos anunciaram neste sábado que Noura al Matrooshi é a primeira astronauta árabe, que fará parte da equipe para receber treinamento da Administração Nacional de Aeronáutica e Espaço (NASA).

A engenheira dos Emirados Àrabes Unidos, Noura al Matrooshi, será a primeira mulher árabe astronauta. O anúncio foi feito pelo Governo dos Emirados Árabes.

Noura al Matrooshi estudou Engenharia Mecânica. Ela se destacou em seus estudos de engenharia e matemática. Ela agora é a primeira astronauta mulher em seu país.

Al Matrooshi fará parte da equipe de quatro pessoas escolhidas para receber treinamento da NASA nos Estados Unidos com vistas à integração de futuras missões no espaço.

“Anunciamos a primeira astronauta árabe, entre os dois novos astronautas selecionados entre 4.000 candidatos para treinar com a NASA em futuras missões de exploração”, disse o vice-presidente e primeiro-ministro do país árabe, Mohamed bin Rashid al Maktoum, em mensagem em sua conta do Twitter.

- Continue depois da Publicidade -

 

- Continue depois da Publicidade -

 

Você também pode gostar!

Quem é Noura al Matrooshi

 

Noura al Matrooshi

 

- Continue depois da Publicidade -

Licenciada em Engenharia Mecânica pela Universidade dos Emirados Árabes Unidos, Al Matrooshi destacou-se nos seus estudos de engenharia e matemática e desenvolveu a sua atividade laboral nesta área.

Para ser selecionada, ela teve que passar por um longo e difícil processo no qual participaram 4.305 candidatos, dos quais 33% eram mulheres, e que incluiu testes de inteligência, personalidade e habilidade técnica, exames médicos e testes rigorosos de avaliação da condição física.

 

 

Os quatro astronautas dos Emirados serão treinados no Johnson Space Center da NASA graças a um acordo estratégico entre os Emirados e os Estados Unidos, por meio do qual serão instruídos em voos espaciais tripulados e pesquisas espaciais para realizar missões em órbita baixa.

Os Emirados Árabes Unidos têm feito uma forte aposta nos últimos anos no campo da ciência aeroespacial. Em 2014, criou sua própria agência espacial e, em fevereiro passado, tornou-se o quinto país a colocar uma sonda, Hope, na órbita de Marte.

- Continue depois da Publicidade -

você pode gostar também

“Nós usamos cookies e outras tecnologias semelhantes para melhorar sua experiência. Ao utilizar nossos serviços, você concorda.” Tudo bem Mais detalhes