Ansiedade – A relação entre o corpo e os elementos

258

A ansiedade pode se manifestar de várias formas, em várias intensidades e com vários sintomas em cada pessoa. Ela surge decorrente dos fatores de vivência. Seja a situação mundial ou pessoal! Conversamos com o alquimista Joel Aleixo para entender melhor como surge a ansiedade e sua ligação com a bioquímica que estrutura nosso corpo e que também está muito relacionada com as energias que vem dos elementos da natureza.

 

Como se manifesta?

De acordo com Joel Aleixo o que se é comum ver é que geralmente quando a pessoa chega ao final do dia ela faz uma reflexão sobre ele. O que fez, o que produziu, como foi o dia. Dependendo das conclusões que ela chegue em sua cabeça isso pode gerar uma frustração.

Por exemplo, se a pessoa ver que ela luta, que ela tenta produzir e mesmo assim ela não tem reconhecimento. Ou ela conclui que não vai conquistar mais nada além do que já tem. Isso gera uma série de dilemas que podem aparecer e causar desde uma revolta, ansiedade ou até uma apatia.

 

A ansiedade pela visão da alquimia e os Elementos

Você também pode gostar!

A doença se dá, segundo a visão da alquimia, por meio de vários fatores, principalmente os ligados a química do corpo. Por exemplo, você tem uma ansiedade de realização, está tem relação ao elemento Terra, isso porque esse sentimento vem de uma frustração atrelada a uma necessidade deste elemento. Neste caso, que gera uma insegurança material e faz com que a pessoa não relaxe enquanto não conquistar tudo aquilo que ela acha que é a felicidade dela por meio da materialidade. 

Já a ansiedade ligada ao elemento Ar, é uma ansiedade muito mais mental. Como aquela pessoa que passa o dia inteiro pensando, lendo, atendendo em um consultório. A mente dela funciona em uma velocidade absurda e no fim, quando ela quer se desligar, o cérebro não desliga e se mantém, isso gera também ansiedade.

Outra é a ansiedade relacionada a Água, sempre envolvida em um ambiente muito emocional, problematico, de luta, de guerra, ambientes de muita disputa. Ou para aquelas pessoas que confundem muito amizade e profissionalismo, que estão sempre se decepcionando com o mundo. Esta tem muita relação com as nossas emoções, e como lidamos com elas no cotidiano.

Também tem a ansiedade mais gerada pelo temperamento, pelo elemento Fogo no corpo. É uma ansiedade mais agressiva mais irada, tensa. “Para a alquimia a ansiedade é uma questão que temos que colocar um olhar sobre muitos pontos de vista”, contou Joel. De uma maneira geral ela aponta no caminho da bioquimica que estrutura nosso corpo que é muito relacionada as energias que vem dos elementos.

 

A Alquimia Floral pode ajudar?

A Alquimia Floral utilizada nos produtos da AlkhemyLab by Joel Aleixo podem ajudar. Por exemplo, com os compostos alquímicos feitos de plantas e flores, o Calma e o Serenidade, além do Redução, que é muito eficaz contra a ansiedade que leva a compulsões por comida. Também existem os sprays ambientais, uma combinação de óleos essenciais puros e ervas, como o Tranquilidade e o Limpeza & Proteção. Outra opção é buscar pelos óleos essenciais para inalação ou para colocar em difusores de ambiente. A indicação do alquimista são os óleos essenciais estimulantes, como pimenta preta e alecrim, para a apatia e óleos calmantes, como camomila e alfazema, para ansiedade.

você pode gostar também