Velas curativas com óleos essenciais - Tudo o que você precisa saber para fazer em casa

Velas curativas com óleos essenciais – Como fazer em casa velas aromáticas, com passo a passo

Você está em uma loja que gosta muito e encontra várias velas. Primeiro, os potes bonitos chamam a sua atenção. Depois, os aromas: o cheirinho das velas curativas é irresistível. Você passa vários minutos descobrindo todas as variedades!

Quem nunca viveu algo assim? Se você ama velas e, acima de tudo, óleos essenciais e suas propriedades medicinais incríveis, com certeza já deve ter passado por um momento parecido. O mais bacana é que você pode, em passos muito simples, aprender a reproduzir seus cheirinhos favoritos em casa.

Isso mesmo! Seja porque o preço das velas que você gosta está alto; ou então você quer começar um hobby novo; ou ainda deseja fazer velas curativas para vender ou presentear. Você pode criar as suas próprias, e, nós mostraremos como!

 

Presentes Curativos

 

Que tal inovar no seu Presentes de Agradecimento e trazer elementos que curam? Você pode criá-los com componentes que tragam boas energias e proteção.

Nos presentes curativos, você pode  utilizar florais, óleos essenciais e aromaterapia para trazer saúde e bem-estar, felicidade e energia. Além de muitas outras propriedades, como proteção de energias pesadas, imunidade e também tratar ansiedade, insônia e outras disfunções.

Depois confira também nosso especial de Enfeites e Bonecos de Natal – Faça você mesmo: 80 ideias para vender ou decorar. Com moldes e passo a passo. E para acompanhar, frases inspiradoras em 50 mensagens de Natal e de Ano novo. Além de  Mini presentes, com 50 ideias para gastar pouco e dar grandes presentes.

Já no artigo Lembrancinhas DIY, você verá mimos encantadores e fáceis de fazer, com destaque para os Chás personalizados, que ainda podem ter propriedades curativas. Podendo desta forma, criar Kits super charmosos com sua vela.

Assim, os kits curativos podem ajudar a dar um up na energia, enquanto outros são calmantes e equilibram as emoções em momentos de estresse.

 

Passo a passo para fazer velas curativas

 

1. Antes de começar, prepare seu recipiente

 

Pegue o pote que você mais gosta. Ele pode ser de vidro, metal, ou até uma caneca bonita! Prepare o pavio, prendendo-o bem no centro da peça. Se você não tiver um pavio com ilhós, pode usar uma fita adesiva para ajudar.

O palito de churrasco também é valioso. Você deve usá-lo para firmar o pavio, que ficará seguro no meio da sua vela mesmo enquanto você despeja cera no pote. Para isso, você precisa enrolar o excesso de pavio no palito até ele ficar bem rente ao recipiente e colar com a fita.

Igualmente, você pode usar um pavio de madeira. Ele é mais caro, mas traz uma estética elegante para a sua vela! Diferente do algodão, que pode ter qualquer origem, na maioria das vezes os pavios de madeira têm o selo FSC. Logo, são eco-friendly.

 

 

2. Corte a cera em pedaços pequenos

 

Se a sua cera não for do tipo que vêm em pedaços, corte-os com uma faca. Assim, eles derretem mais fácil! A quantidade pode até ser medida a olho nu — sempre proporcional em relação ao recipiente que você escolheu.

Depois, leve a quantidade desejada ao microondas, em um pote ou medidor de vidro. Não pode ser aquele que vai abrigar a vela no fim, ok? Se você usá-lo, ele ficará todo sujo!

 

 

3. Aqueça a cera no micro-ondas ou em banho maria

 

Aqueça e de 30 em 30 segundos, sempre checando o estado do material. Nesses intervalos de tempo, você também deve mexer a cera. Faça isso até que ela esteja bem derretida!

Outra opção é esquentar a cera em banho maria. Encha uma panela com água e coloque um pote de vidro com a cera por cima. Não deixe a água entrar nesse pote!

Mexa sempre e, mais importante ainda, acompanhe a temperatura da sua cera! A parafina, por exemplo, começa a derreter por volta dos 60º. Se ela atingir ou ultrapassar os 80º, você chegou à zona de perigo. A vela não terá a mesma qualidade e poderá até rachar.

Se você não souber a temperatura exata que a cera derrete, basta acompanhar o processo com o termômetro. Quando ela começar a ficar líquida, abaixe o fogo ou tire a panela para controlar a temperatura e ter certeza que ela não ultrapassará esse limite.

 

4. Coloque as gotas de óleo essencial na mistura

 

Simples assim: tudo o que você precisa fazer nesse passo é adicionar o óleo essencial ou a combinação de óleos que você prefere. Mexa bem.

Abaixo, colocamos um tópico sobre as diversas propriedades dos óleos essenciais, assim como, algumas de suas propriedades.

 

5. Opcional: colora a cera com corante ou giz

 

Deseja colorir a sua vela? É nesse momento que você vai aplicar o corante! O mais recomendado para essa prática é a anilina, que existe em uma grande variedade de cores que podem ser até combinadas.

Algumas pessoas, principalmente as que trabalham com parafina como material para as velas, também colorem com giz de cera. Basta derretê-los junto do material principal!

 

6. Adicione a cera ao pote escolhido e deixe endurecer

 

Primeiro, despeje a cera com cuidado no pote, evitando sujar o topo do pavio. Em seguida, deixe endurecer!

Saiba que, se você não coloriu sua cera, ela ficará totalmente branca quando estiver assentada. Isso leva mais ou menos 24 horas, ok?

 

7. Corte o pavio rente ao pote

 

Por último, é só cortar o pavio para deixá-lo ajustado à altura do pote. Sua vela aromática está pronta!

 

Porque fazer velas curativas e naturais em casa?

 

Os motivos podem ser vários. Fazer velas pode ser, por exemplo, um hobby novo superdivertido! Também pode garantir uma renda extra, ou servir como lembrancinha do it yourself para ocasiões especiais. Veja como fazer outros presentes de Natal DIY com ideias super charmosas para acompanhar sua vela! Que tal?

 

 

Falando especificamente de velas curativas, a saúde é um motivo. Sempre que queimamos velas industrializadas, principalmente as mais baratas, estamos arriscando espalhar químicos desconhecidos pela nossa casa.

Até depois da vela acabar — a fumaça pode impregnar nos tecidos das cortinas, sofás e roupa de cama, causando prejuízos para você à longo prazo.

A gente explica: muitas dessas velas de loja são feitas da parafina. Falaremos mais dos tipos de cera daqui a pouquinho, mas em resumo a parafina é um derivado do petróleo. Logo, na forma de fumaça impõe riscos à nossa saúde. Além de possuir carcinogênicos, um dos efeitos da inalação dos subprodutos da parafina é, por exemplo, a piora dos sintomas da asma.

Ainda bem que podemos fazer nossas próprias velas e ainda escolher os aromas certos para aproveitar propriedades curativas, não é mesmo?

E que tal uma vela, que além de iluminar, ajude a acalmar e diminuir ansiedade. Dormir melhor ou ainda aumentar a imunidade? E uma vela de proteção que afaste energias pesadas?

Estes são só alguns dos muitos benefícios que podem ser ocasionados pelas velas curativas.

 

Tipos de materiais para fazer velas curativas

 

É importantíssimo conhecer os materiais que você pode usar em qualquer projeto! Principalmente ao falarmos de velas curativas. Afinal, a palavra “curativas” não faz parte do termo à toa.

Esse tipo de vela é feita, na maioria das vezes, artesanalmente com um óleo essencial ou uma mistura específica. Cada blend, ao se espalhar pelo ambiente, tem um efeito diferente nos seus sentidos.

E não é só a misturinha que causa impacto, viu? Quando se faz velas, você pode usar vários tipos de cera. Basicamente, a cera é todo o corpo da vela e é bastante importante. Vamos conhecê-las agora?

A seguir, depois dos tipos de ceras, colocamos também receitinhas curativas com os óleos essenciais e seus benefícios.

 

 

Parafina

 

O material mais comum para compor o corpo da vela é a parafina. Todavia, se seu objetivo é incrementar o aroma gostoso com propriedades curativas, é melhor evitá-la.

Isso porque a parafina é derivada do petróleo, obtida através de um processo químico intenso. Aí já viu: sua fumaça pode até fazer mal!

Ainda assim, ela é a cera mais barata e mais usada, principalmente por quem está começando. Afinal ela também tem suas vantagens: o material se combina bem aos óleos essenciais e o aroma se espalha com intensidade nos ambientes. Ela também é fácil de colorir, ideal se você quer personalizar suas velas.

Em contrapartida, ela queima e consequentemente acaba mais rápido.

 

Cera de soja

 

Segunda na nossa lista de ceras mais usadas para produção de velas artesanais, a cera de soja também tem suas vantagens. Ela é considerada a alternativa natural à parafina com melhor custo-benefício! E por ser extraída da soja, é biodegradável e vegana.

Porém, como nem tudo é perfeito, algumas têm procedência duvidosa — de produções com alto índice de pesticidas ou então de transgênicos.

Porque isso é importante? Pois sabendo disso, você é capaz de tomar a decisão mais informada possível para produzir suas próprias velas curativas!

Esse material é um pouco mais complicado de colorir que a parafina, mas ainda rende velas lindas. E ele queima mais devagar, durando mais tempo. No entanto, o aroma é um pouco mais fraco. Então no fim ambas as características se equilibram!

 

Cera de abelha

 

Além do delicioso mel, as abelhas produzem uma cera que funciona muito bem na fabricação de velas curativas! Ela é natural assim como a de soja, e compartilha de todas as características desse outro material.

O grande diferencial é ela não ser vegana. Ao mesmo tempo, as cores não aderem tão bem à ela.

 

Cera de palma

 

Controversa, a cera de palma também aparece na lista de ingredientes de vela. Ela não causa problemas à saúde quando usada nesse tipo de projeto. O aroma dela também se difunde com excelência no ambiente.

Porém, a produção dela envolve altos índices de desflorestamento — e coloca em perigo as faunas das áreas próximas às palmeiras.

Várias das outras ceras podem ser misturadas à de palma para facilitar a fusão do material. Isso significa que com ela na mistura, as velas queimam melhor na hora do uso.

 

Cera de coco

 

Por último, mas não menos importante, está a cera de coco! Se você consome óleo de coco, já está familiarizado com ela.

Ela é uma cera considerada saudável em comparação com as demais. Queima devagar e, além disso, difunde bem os aromas no ambiente em que a vela curativa está.

O problema mora no preço. Ela pode ser até duas vezes mais caras que as outras ceras! Por isso, encontramos muitas misturinhas mais baratas por aí. Geralmente, é fácil encontrar a cera de coco com arroz e palma.

Outro motivo é o que mencionamos ali em cima, da fusão. A cera de coco derrete fácil demais, e a mistura ajuda a mantê-la na consistência desejada.

 

Óleos essenciais para velas curativas

 

Fonte: Mareefe – Pexels

 

O óleo essencial é o segredo da sensação de bem-estar que acompanha o acender da sua vela curativa preferida! Cada tipo têm propriedades e efeitos diferentes. Veja, à seguir, algumas receitinhas rápidas para colocar nas suas velas:

 

  1. Para relaxar, use 10 gotas de lavanda e 10 de bergamota.
  2. Buscando limpar a mente? 10 gotas de limão e 10 de alecrim! Clique para saber mais sobre as propriedades medicinais do alecrim.
  3. Encontre o equilíbrio com 10 gotas de sálvia, 5 de menta e 5 de melaleuca.
  4. Faça uma vela calmante com 5 gotas de gerânio, 10 de lavanda e 5 de rosas.
  5. Alivie o estresse do dia a dia com 5 gotas de laranja e 5 de cravo!
  6. Precisa de uma ajudinha com a ansiedade? Coloque 10 gotas de lavanda e 10 de olíbano (também conhecido como Frankincense).
  7. Para a insônia, combine 10 gotas de lavanda e 10 de vetiver.

 

Quer saber tudo sobre esses óleos e suas qualidades medicinais? Confira a matéria sobre óleos essenciais para iniciantes e como usá-los. Depois, confira todos os seus benefícios terapêuticos!

Ademais, descubra ainda como utilizar a aromaterapia em casa. Já o  Óleo essencial de Gerânio – É amigo da saúde feminina e também pode ajudar com ansiedade e angústia.

 

Receita bônus para vela que alivia a sinusite

 

Muitos de nós sofrem com viradas drásticas do clima, as horas embaixo do ar condicionado e as alergias sazonais. Além dos remédios, algumas receitinhas caseiras podem ajudar a acabar com os sintomas chatos de tudo isso.

Quer dizer adeus à congestão nasal, à coriza e esses incômodos? Experimente essa vela curativa!

O segredo dela é a mistura de três óleos essenciais diferentes. O primeiro é o eucalipto, que já é muito usado para combater sintomas como o da gripe até em soluções de farmácia.

O segundo é a hortelã-pimenta e, para arrematar, a melaleuca. Ambos têm um cheiro refrescante, levemente ardente. Porém esse último, que também encontramos sob o nome de tea tree, é reconhecido por dar um up no sistema imunológico e combater o estresse.

O objetivo da combinação é produzir uma vela potente, com um número maior de gotas que as que vimos anteriormente: 20 de eucalipto, 20 de hortelã-pimenta e 15 de melaleuca para um copo e meio de cera. Ao testar, não esqueça de contar nos comentários o que achou, hein!

 

Fonte: Barn Owl Primitives

 

Ideias para decorar suas velas curativas

 

Além dos aromas deliciosos, ter velas em casa também é uma forma de decorar. Podemos juntar o útil ao agradável, e produzir velas curativas lindíssimas. Inspire-se nas ideias abaixo quando fizer as suas!

E para valorizar ainda mais seu presente, capriche na embalagem. Veja como em Embrulhos de Natal: ideias baratas e fáceis de reproduzir.

Decorando com ervas, flores e ramos

 

Que tal decorar suas velas prensando as ervas aromáticas, como alecrim e lavanda, na lateral do pote?

 

 

Desta forma, você pode fazer o mesmo com belíssimas flores secas. Só precisa de um recipiente transparente!

 

 

Em potinhos pequenos, ramos ou pétalas cumprem o mesmo papel espalhados na superfície da cera. Você ainda pode colorir a cera em uma cor que combine com a erva ou o efeito da vela curativa — como o lilás para a lavanda!

 

 

Aqui, a decoração apenas no topo da vela também fica linda em recipientes maiores. Nesses casos, é possível até usar flores inteiras ou pedras!

 

Decore aquela vela que você dará de presente com um pouco de juta e ramos bem verdes. Ou então prepare sua misturinha em uma forma de cupcake. Que tal?

 

Recipientes criativos

 

Em um caminho completamente diferente, você pode inovar nos recipientes. A forma de silicone é um ótimo molde para peças pequenas, por exemplo! Cumbucas de barro também ficam um charme.

 

 

Que tal usar conchas como molde? Assim, sua coleção antiga da praia pode ganhar um novo significado! Essa é uma ótima lembrancinha. Veja mais ideias para gastar pouco e dar grandes presentes.

 

 

As cascas do limão também ficam uma graça usadas de recipiente em velas que levam seus aromas na composição.

 

 

Não se esqueça das xícaras! Delicadas, elas abrigam perfeitamente os aromas mais suaves.

 

 

Logo que você começar a experimentar com recipientes diferentes, não vai parar. São muitas opções e resultados! Agora, é a vez das taças de bebida e de sobremesas.

Você ainda poderá fazer uso da Canela, para decoração da sua vela. Veja todo o poder dessa especiaria em Canela: uma especiaria versátil com mil benefícios e ainda ajuda na imunidade.

 

 

 

Vela decorada com canela

Por fim, faça você mesmo decoração de Natal  pra vender ou presentear.

ansiedadeAromaterapiaBem estarboas festascomo fazer velascortiolDepressãoDIYEstresseEucaliptoLembrancinhas de NatalÓleo de melaleucaÓleos Essenciaispasso a passoPresentes curativosSaúde e Bem-estarvelasvelas aromáticasvelas curativasvelas veganas