Vitamina D: alimentos que possuem a vitamina do sol - Fashion Bubbles

Vitamina D: alimentos que possuem a vitamina do sol

A vitamina D é o elemento mais importante de uma vida humana plena. Tem efeito em quase todos os sistemas do corpo: principalmente na formação e no fortalecimento do esqueleto.

A vitamina D apoia o sistema imunológico e reduz a suscetibilidade a várias infecções, previne o crescimento de células cancerosas e também fortalece o sistema cardiovascular.

 

 

Em primeiro lugar, o suplemento está envolvido na absorção do cálcio, auxilia no desenvolvimento do tecido ósseo de maneira correta e completa. Suporta perfeitamente o funcionamento dos sistemas nervoso e imunológico.

Pesquisas recentes sugerem que esta substância pode ajudar a prevenir uma variedade de doenças. Entre elas estão a depressão, diabetes, câncer e doenças cardíacas.

Deficiência de vitamina D

 

A deficiência de vitamina D pode levar a doenças cardíacas e aumentar o risco de obesidade, bem como doenças autoimunes (artrite reumatóide, esclerose múltipla) e câncer (mama, próstata e cólon).

A falta de vitamina D no útero pode interferir no desenvolvimento do cérebro do bebê.

É importante observar que a deficiência de vitamina D geralmente ocorre no outono e no inverno, quando não está ensolarado, mas também ocorre durante os meses mais quentes porque usamos protetor solar.

 

 

Como obter vitamina D?

 

Complemente com medicamentos apropriados, de preferência selecionados após consulta com um médico/nutricionista.

Complemente com as refeições, embora a simples introdução de alimentos que o contenham na dieta possa não ser suficiente.

 

 

Lista de alimentos ricos em vitamina D:

 

É difícil obter vitamina D suficiente do sol, mas é ainda mais difícil obtê-la dos alimentos. Pelo menos se você comer da maneira que a maioria das pessoas come.

A melhor fonte de vitamina D na dieta é o fígado de peixe, mais especificamente o óleo de peixe. Agora pergunte a si mesmo: quando foi a última vez que você comeu óleo de peixe?

Cavala, salmão, sardinha, espadarte, truta e atum, assim como cogumelos e ovos, contêm vitamina D.

Laticínios e grãos são enriquecidos com vitamina D. Se você comer esses alimentos regularmente, seus níveis de vitamina D serão adequados. Mas se você é daqueles que pensam que 600 UI é muito baixo, você precisa ser mais agressivo na ingestão de vitamina D.

  • Gordura de peixe;
  • fígado de bacalhau;
  • Salmão rosa e outros peixes gordurosos;
  • Caviar;
  • Gema de ovo;
  • Leite de cabra;
  • Manteiga;
  • Queijos.

 

Foto: Freepik

 

Foto: Freepik

 

  • Veja também: Biotina – Como usar essa vitamina para o cabelo crescer mais rápido?

 

Foto: Freepik

 

Foto: Freepik
Foto: Freepik
Foto: Freepik

 

Foto: Freepik

 

Foto: Freepik

Foto: Freepik

 

De que forma a vitamina D é melhor absorvida?

 

A vitamina D é uma substância lipossolúvel, portanto é lógico que a disponibilidade máxima esteja em cápsulas de gelatina com solução oleosa ou em solução oleosa em gotas. A bebida obtida a partir de comprimidos efervescentes solúveis também é perfeitamente absorvida.

Será a melhor opção para pessoas com doenças do aparelho hepatobiliar, já que a forma oleosa pode aumentar a saída de bile.

 

Foto: Freepik

 

Por que tomar vitaminas D e K?

A vitamina K tem semelhanças com a vitamina D. É solúvel em gordura, encontrada na gema do ovo e no fígado, bem como em alguns alimentos vegetais e, como a vitamina D, ajuda o cálcio a fortalecer os ossos. K trabalha com D para levar o cálcio para onde precisa, sem causar problemas.

O nível de cálcio no sangue deve permanecer em um determinado nível. Quando você não está obtendo cálcio suficiente na dieta, uma das funções da vitamina D é retirá-lo dos ossos e colocá-lo na corrente sanguínea.

Ao mesmo tempo, vitamina D não controla exatamente onde o cálcio entra no corpo. A vitamina K evita que o cálcio se acumule em locais onde pode ser perigoso (vasos sanguíneos ou rins).

Por esse motivo, alguns acreditam que a vitamina D deve ser suplementada com vitamina K. Mas, até o momento, não há evidências conclusivas de que qualquer uma das doses de vitamina D acima mencionadas seja prejudicial com ou sem vitamina K.

De qualquer forma, a vitamina K está disponível em grandes quantidades em muitos alimentos comumente consumidos, como espinafre, salsa, couve e queijos de pasta mole. E como a K é solúvel em gordura, ela permanecerá no corpo por um tempo após cada porção.

  • Por fim, veja também: Vitamina B12: Benefícios da suplementação para quem possui diabetes tipo 1 e tipo 2

 

Conclusão

 

  • A vitamina D não é uma vitamina regular porque atua como um hormônio no corpo. Ajuda os ossos a absorver o cálcio, apoia o sistema imunológico e pode ajudar a aumentar a força e a perder gordura.
  • A vitamina D é produzida no corpo quando a pele absorve a luz ultravioleta, mas a maioria das pessoas não recebe luz solar suficiente para alcançar a vitamina D de que precisa.
  • A deficiência de vitamina D é comum, portanto, tomar um suplemento de vitamina D pode ser benéfico.
  • A vitamina D3 é melhor absorvida do que a D2, tornando-a uma escolha mais inteligente para suplementação.
atumcogumelosCOVID-19FígadoleiteostraovoqueijoSalmãosardinhavitamina d