iPad e o futuro da mídia impressa

- Continue depois da Publicidade -

Todo mundo considera o livro (assim como o lápis!) um dos produtos com o design perfeito, em que não haveria nada a acrescentar ou tirar. Ele é totalmente portátil, não precisa de bateria e qualquer pessoa alfabetizada sabe como usar. Seu uso é eficiente e quase que totalmente livre de erros, afinal um livro nunca teve que ser reinicializado, como muitos computadores por aí.

Uma outra vantagem, em países pouco seguros como o Brasil, é que ninguém jamais será assaltado à mão-armada para que levem seu livro – ao contrário de notebooks, iPods, smartphones, etc. Duvido que a quadrilha que age impunemente nos aeroportos de São Paulo para assaltar notebooks algum dia irá se mobilizar para roubar livros…

Tudo isso vale para o jornal e a revista, produtos que estão entre nós com mais ou menos o mesmo formato já há alguns séculos. Com o lançamento dos leitores de livros eletrônicos, e principalmente do iPad, a questão que se coloca é sobre o futuro da mídia escrita, isto é, como será o jornal, a revista e o livro do futuro. E por futuro, não estamos falando de 2050, mas de daqui a uns 4 ou 5 anos…

Na migração para o suporte eletrônico, os leitores de ebook inicialmente basearam-se na premissa de fazer com que a experiência de leitura de um livro eletrônico se aproximasse ao máximo da leitura de um livro “físico”.  Até se ouve um barulhinho de papel quando as páginas são passadas!

- Continue depois da Publicidade -

Mas com o lançamento do iPad, algumas editoras estão ousando ir além e aprimorar a experiência de leitura com recursos multimídias, realidade aumentada e outros recursos tecnológicos.

Veja no vídeo a seguir a proposta da Wired para o iPad. A editora, especializada em tecnologia, já mantém um website e uma revista impressa de sucesso, e está aprimorando sua experiência para o leitor de ebooks.

Você também pode gostar!

- Continue depois da Publicidade -

Neste outro vídeo, a proposta da editora Penguim, uma das mais importantes do mundo, para o que pode ser a experiência de leitura do livro eletrônico no futuro.

- Continue depois da Publicidade -

Ainda que estejamos um pouco longe do mostrado no vídeo, a lição é que tudo pode ser melhorado, por mais perfeito que seja. E o livro, a revista e o jornal não serão exceções!

Fonte: http://paidcontent.co.uk/article/419-first-look-how-penguin-will-reinvent-books-with-ipad/

Saiba mais sobre o iPad.

- Continue depois da Publicidade -

você pode gostar também

“Nós usamos cookies e outras tecnologias semelhantes para melhorar sua experiência. Ao utilizar nossos serviços, você concorda.” Tudo bem Mais detalhes