A Poética da Memória – Exposição em São Paulo celebra as lembranças da vida

20

Em dois universos de criações e experiências distintas, através de cores, formas e  simbologias, Isabelle Tuchband e Verena Matzen realizam exposição na ProArte Galeria, com abertura prevista para o dia 30 de Agosto (quinta-feira), às 20h.

“Continuar-me”, propõe uma perspectiva onde as cores poetizam as memórias do cotidiano do artista plástico Émile Tuchband (1933 – 2006), pai de Isabelle. As duas artistas tiveram uma influência marcante com a estética desse pintor e arquiteto francês, radicado no Brasil.

Em “Continuar-me”, a extensão do trabalho de Émile pode ser conferida nas 60 obras com as técnicas em acrílico sobre tela, colagem e cerâmica. “Meu pai era um exemplo de ser humano. Mostrou-me como é possível a arte transmutar as dificuldades da vida em alegria e em como viver no amor. Creio que a alegria é uma essência dos Tuchband´s”, recorda Isabelle. Durante suas viagens sazonais à Europa, Émile encantava os franceses com as cores e as alegrias de suas telas. Herança dos tempos em que trabalhou como assistente do mestre surrealista Marc Chagall (1887-1985). Era um apaixonado por moda e pelos estilistas de sua geração, como Yves Saint Laurent, Pierre Cardin e André Courrèges.

Para Isabelle Tuchband, expor suas inquietações e felicidades na ProArte Galeria tem motivo duplo:  “A família Felmanas, responsável por leilões de artes desde a década de 80 foi marchand e próxima de meu pai. Além desta recordação afetiva, cumpre-se o que acredito na arte, que ela seja algo espiritual, metafísico e de energia”, confidencia. Nos quadros de Isabelle, a poética que se verbaliza por meio da colagem – ou como define a artista, “colar os meus cacos” – é uma ode as características que marcaram as suas criações, como o olhar para o multiculturalismo, os povos nômades – ciganos russos – os temas da cultura judaica, a paisagem única de Sevilla e suas toureiras e as figuras excêntricas, as delicadas e as românticas e múltiplas mulheres que se refazem em cada nuance das cores. Temas recorrentes e imagens do cotidiano como a casa, os filhos, os cachorros, as flores e sua percepção do mundo aparecem nas telas de Verena Matzen, que recria o “universo ao seu redor” com linhas livres, soltas e delicadas.

Neste painel de celebração à vida, além da apurada cartela de cores, texturas e ícones, a possibilidade em sentir e perceber o que unifica o trabalho destes dois olhares femininos nas artes: suas imagens que provocam – enquanto expressões artísticas – o desejo em sonhar e romper com o tempo e o espaço, fixando-as na memória.

A “Continuar-me” de Isabelle Tuchband e Verena Matzen tem abertura prevista para o dia 30 de Agosto, às 20 horas, na ProArte Galeria, que fica na Al. Gabriel Monteiro da Silva, 1644 em São Paulo.

Isabelle Tuchband

Nascida em março de 1968, na cidade de Taubaté, interior do estado de São Paulo, Isabelle Tuchband é filha do pintor francês Émile Tuchband (1933-2006) e de Marlene Tuchband. Cresceu entre as tintas, telas e pincéis do ateliê do pai, aprendendo desde cedo a ver o mundo com as cores da arte. Formada em Artes Plásticas na Santa Marcelina em São Paulo, e na École des Arts Décoratifs no Museu do Louvre, ao regressar de Paris, abriu em 1989 – em parceria com a pintora argentina Verena Matzen – o “Atelier Cité”, no bairro dos jardins. Suas obras já foram vistas em museus e espaços de artes como Museu Banespa (SP), Centro Cultural Casa das Rosas (SP), Pavilhão da Bienal (SP), Museu de Arte Moderna (MAM-RJ), Museu de Arte Brasileira da Fundação Armando Álvares Penteado MAB-FAAP – SP, Centro de Cultura Judaica (SP), Casa Brasil-Espanha em Madri e em Paris na Galerie Landrot, Musée de L’Homme e no Museu Monde de la Poste, além de Beirute e Berlim.

Verena Matzen

Verena Matzen nasceu em Buenos Aires, em agosto de 1965. Com a família, se estabeleceu no Brasil no início da década de 70. Cursou Artes Plásticas na Santa Marcelina, onde conheceu Isabelle Tuchband.  Nos anos de 1988 e 89 estudou História da Arte e Escultura com artistas europeus em uma breve estadia na França. Suas obras já foram vistas em museus e espaços de artes como Museu Banespa (SP), Centro Cultural FIESP (SP), Casa do Brasil-Espanha em Madri, Galerie Zygmund Bislansky, Musée de L’Homme e Museu Monde de la Poste em Paris e no Pavilhão do Brasil da Câmara de Comércio Brasil-Alemanha durante a comemoração dos 500 anos de descobrimento do Brasil em Hannover (Alemanha).

Galeria ProArte

Uma família que respira arte.

Essa é a melhor definição sobre a Galeria Proarte. Desde 1988 o patriarca da família, Miguel Felmanas, está à frente dos negócios da Proarte, cumprindo o objetivo de intermediar o comércio de obras de arte com preço justo e acessível aos seus clientes.

Essa tradição é marca registrada entre os mais de 10 mil clientes cadastrados. Há mais de 24 anos a Proarte realiza exposições, avaliações, e leilões, além de contar com obras de artistas novos e aqueles já consagrados. A Proarte também realiza leilões beneficentes anualmente, sendo que o último realizado teve parte do lucro direcionado para o Hospital Israelista Albert Einten, em São Paulo.

Com um acervo de quadros de pintores nacionais e internacionais, a galeria conta com estilos desde acadêmicos, modernistas, concretistas até os abstratos. Nomes como DiCavalcanti, Alfredo Volpi, Portinari e Tomie Ohtake estão entre as obras. Criteriosamente escolhidos pelos curadores da Proarte, todas as peças comercializadas na galeria passam por análise de origem, com toda segurança necessária.

Você também pode gostar!

www.proartegaleria.com.br

Serviço:

Exposição:Continuar-me

Artistas: Isabelle Tuchband e Verena Matzen

Número de obras: 60

Técnica: óleo sobre tela, colagens

Local: Galeria ProArte

Vernissage: Dia 30 de Agosto às 20 horas.

Período: 31 de agosto a 10 de outubro.

Entrada Gratuita.

Funcionamento: Segunda à quinta-feira, das 10-20hs. Sexta-feira das 10 às 19hs. Sábado das 10 às 14hs

Endereço: Al. Gabriel Monteiro da Silva, 1644, Jardim Paulistano, São Paulo, SP.

Telefone: (11) 3085-7488

Estacionamento no local

Acesso para portadores de deficiência

www.proartegaleria.com.br

Fonte: Baobá Comunicação, Cultura e Conteúdo

você pode gostar também