Ná Ozzetti resgata “Balangandãs” de Carmen Miranda

92

- Continue depois da Publicidade -


Gafieira carioca encontra vanguarda paulista em CD de Ná Ozzetti

Regravar clássicos é sempre um desafio ingrato… Não pode ser uma simples reprodução do original, tem que trazer algo que justifique sua releitura à luz dos novos gostos, sonoridades e até mesmo dos timbres vocais atuais. Por isso, a maior parte das regravações resulta numa coisa meio fake, que fica entre o respeito excessivo ao original e a pouca contribuição do artista que regrava.

Balangandãs, o mais recente CD da cantora Ná Ozzetti, é uma brilhante exceção! Ná resgata com primor clássicos da música popular brasileira, produzindo uma sonoridade natural e contemporânea. As novas versões soam tão frescas e autorais, que quem não conhecer as músicas não vai adivinhar que as originais foram gravados por Carmen Miranda há mais de meio século!

- Continue depois da Publicidade -

A voz e interpretação de Ná Ozzetti ajustaram-se perfeitamente ao repertório, e a sonoridade meio “gafieira carioca encontra a vanguarda paulista” é uma das coisas mais interessantes que ouvi na música brasileira no últimos tempos.

Você também pode gostar!

- Continue depois da Publicidade -

- Continue depois da Publicidade -

O trabalho foi desenvolvido coletivamente por Ná e os músicos Dante Ozzetti (violão), Mário Manga (guitarra, violoncelo e violão tenor), Sérgio Reze (bateria) e Zé Alexandre Carvalho (contrabaixo acústico), e exprime de forma original e contemporânea o cenário musical das décadas de 30 a 50.

- Continue depois da Publicidade -

Balangandãs traz canções de Assis Valente (Camisa Listada, Recenseamento), Synval Silva (Adeus Batucada, Ao voltar do samba), Ary Barroso (Na batucada da vida), Dorival Caymmi (A preta do acarajé) e Braguinha (Touradas em Madri), entre outros.

- Continue depois da Publicidade -

[http://www.youtube.com/watch?v=lDsu3kcV4ro]

- Continue depois da Publicidade -

você pode gostar também