Quem é Flávia Alessandra? Saiba tudo sobre a atriz da Globo

Conheça a história de Flávia Alessandra, uma das maiores atrizes da televisão brasileira. Saiba sobre vida pessoal, infância, relacionamentos e carreira.

- Continue depois da Publicidade -

Queridinha do público e também dos autores de novelas da Globo, Flávia Alessandra Martins da Costa nasceu em Arraial do Cabo, região dos lagos do Rio de Janeiro, no dia 7 de junho de 1974.

Filha da professora de geografia Rachel de Melo Martins Lima da Costa e do comandante da marinha Hélio Lima da Costa, a atriz tem dois irmãos mais velhos, Keila e Hélio.

 

Saiba tudo sobre Flávia Alessandra, uma das maiores atrizes globais - Foto: Reprodução
Saiba tudo sobre Flávia Alessandra, uma das maiores atrizes globais – Foto: Reprodução

 

Começo da carreira de Flávia Alessandra

 

A caçula de três irmãos teve uma educação rigorosa em escolas militares, mas acabou sendo convidada a se retirar do colégio quando decidiu ser atriz, aos 15 anos. Mas, a princípio, ainda aos sete anos, a atriz começou a estudar teatro e participou das primeiras edições das oficinas de atores da Globo, quando fez figuração em algumas produções.

 

 

- Continue depois da Publicidade -

Flávia Alessandra - Reprodução
Flávia Alessandra – Reprodução

 

“Era uma escola bem rígida, eu já estava fazendo teatro e a minha primeira novela. O colégio achava um absurdo a minha mãe deixar eu trabalhar e começou a criar empecilhos. Eu fazia algumas pequenas transgressões, como usar calça rasgada, crucifixo e até pular o muro para conseguir sair do colégio”. Via Programa Atualize.

- Continue depois da Publicidade -

 

Contudo, a sorte da loira começou a mudar em 1989, quando Flávia Alessandra participou de um quadro do Domingão do Faustão que escolheria uma jovem atriz para participar da novela Top Model.

Na ocasião, Flávia Alessandra concorreu com outras duas novatas, Adriana Esteves e Gabriela Duarte, e levou a melhor.

 

- Continue depois da Publicidade -

Flávia na época de modelo - Reprodução
Flávia na época de modelo – Reprodução

 

A famosa teve sorte ao ser a escolhida pelo público e pelos jurados e fez sua estreia no folhetim de Walter Negrão e Antonio Calmon, na Globo.

No entanto, atriz só retornou à TV depois de quatro anos, em participações nas tramas Sonho Meu e Pátria Minha.

 

  • Antes de mais nada, aproveite e nos siga no Google News para poder acompanhar o melhor da Moda, Beleza, Decoração, Famosos, BBB 21 e muito mais  direto em seu smartphone. Para seguir É só clicar aqui, depois na estrelinha 🌟.

 

Flávia Alessandra - Reprodução
Flávia Alessandra ainda criança – Reprodução

 

Em 1995, a atriz integrou o elenco de História de Amor, como Soninha.

Mas foi somente dois anos depois, em A Indomada, que a atriz realmente teve seu trabalho reconhecido.

Posteriormente, na história de Aguinaldo Silva ela deu vida à tímida Dorothy e gravou uma sequência em que a personagem tentava o suicídio.

 

Flávia na época de modelo - Reprodução
Flávia na época de modelo – Reprodução

 

Ascensão na carreira de atriz

 

Flávia Alessandra – Reprodução

 

A partir daí a atriz decolou na carreira. O primeiro passo foi assinar um de seus contratos mais longos com a Globo e, em 1998, em 1998 interpretou a Lívia, em Meu Bem Querer.

Em 2001, a famosa fez sua primeira protagonista no horário nobre. Mais uma vez a personagem se chamava Lívia, a mocinha de Porto dos Milagres, que fazia par romântico com Marcos Palmeira (Guma).

Um ano depois, Flávia Alessandra voltou à televisão como protagonista das 19h, em O Beijo do Vampiro, e novamente interpretando uma Lívia, a terceira seguida de sua carreira.

 

Flávia Alessandra - Reprodução
Flávia Alessandra – Reprodução

 

Primeira personagem vilã

 

A primeira vilã da atriz foi a psicopata Cristina em Alma Gêmea (2015). A atuação de Flávia na história de Walcyr Carrasco foi intensa e muito elogiada.

Apesar de muito má, o público adorava as maluquices da personagem, que até hoje é um dos pontos altos da trajetória da artista. Posteriormente, no ano seguinte, mostrou um lado mais cômico como Vanessa em Pé na Jaca.

 

Flávia Alessandra - Reprodução
Flávia Alessandra – Reprodução

 

Carreira consolidada

 

Aliás, não demorou muito para que Flávia Alessandra consolidasse seu nome no mundo da teledramaturgia. Em 2007, ela trabalhou pela terceira vez em uma trama de Aguinaldo Silva.

Já em 2008, na novela Duas Caras, Flávia apareceu em cenas sensuais como a dançarina de pole dance Alzira.

A direção sugeriu que fosse usado uma dublê nas cenas de dança, mas a atriz fez questão de aprender a modalidade e estrelar as sequências.

 

Em 2008 na novela Duas Caras, Flávia apareceu com corpo perfeito em cenas sensuais como a dançarina de pole dance Alzira.

 

Relembre cenas de Flávia Alessandra como a dançarina de pole dance Alzira

 

 

Dois anos mais tarde, a atriz voltou a interpretar uma mocinha na faixa das 19h, a atrevida Dafne em Caras & Bocas, de Walcyr Carrasco.

Em 2011, esteve em mais uma trama do autor, Morde & Assopra, dessa vez em dose dupla, como Naomi e Naomi robô.

 

Flávia Alessandra – Reprodução

 

A parceria com Walcyr se repetiu em 2016, quando Flávia interpretou mais uma vilã, a ambiciosa Sandra em Eta Mundo Bom.

Em 2019 a atriz completou 30 anos de carreira na Globo. Seu último trabalho no canal foi como a fogosa dona de casa que sonha em ser artista de cinema, Rita de Cássia em O Sétimo Guardião, mais uma de Aguinaldo Silva.

Cinema

 

Flávia Alessandra fez sua estreia no cinema com uma participação no longa Boca de Ouro em 1990, dirigido por Walter Avancini.

Depois disso, só retomou às telonas em 2003. Entre os filmes dos quais participou estão: O Homem que Desafiou o Diabo (2007), De Pernas Para o Ar (2010), Nelson Ninguém (2013), Doidas e Santas (2017), Polícia Federal: A Lei é Para Todos (2017) e O Amor dá Trabalho (2018).

 

Saiba tudo sobre Flávia Alessandra, uma das maiores atrizes globais - Foto: Reprodução
Saiba tudo sobre Flávia Alessandra, uma das maiores atrizes globais – Foto: Reprodução

 

Ela também atuou como dubladora em duas animações: Selvagem (2006), emprestando a voz para Bridget, e Os Incríveis 2, dublando a personagem Evelyn Deavor.

 

Você também pode gostar!
Flávia Alessandra - Reprodução
Flávia Alessandra – Reprodução

Vida pessoal de Flávia Alessandra

 

Aos 17 anos, Flávia Alessandra prestou vestibular e começou a fazer dois cursos ao mesmo tempo, Jornalismo e Direito.

Por três anos, ela se dividiu entre os estudos das duas carreiras e participações esporádicas nas novelas da Globo.

 

Flávia Alessandra - Reprodução
Flávia Alessandra – Reprodução

 

Só que, no fim das contas, ela optou pelo Direito e se formou na época em que estava no ar como a Doroty em A Indomada.

Determinada a abrir um escritório com uma amiga, a atriz fez a prova da OAB e tirou sua carteirinha.

A ideia era se especializar em Direitos Autorais, mas justamente neste período foi contratada definitivamente pela Globo.

 

Flávia Alessandra – Reprodução

 

Relacionamentos

 

Flavia Alessandra foi casada por dez anos com ator e diretor Marcos Paulo (1951-2012). Os dois ficaram juntos de 1992 a 2002 e tiveram uma filha, Giulia, que nasceu em 2000.

 

Flávia Alessandra e Marcos Paulo – Reprodução

 

Flávia e filha - Reprodução
Flávia e filha – Reprodução

 

Em 2006, a atriz conheceu Otaviano Costa durante o trabalho em um cruzeiro para a Itália.

Eles se casaram seis meses após o início do namoro e têm uma filha, Olívia, nascida em 2010.

 

Flávia Alessandra e Otaviano Costa - Reprodução
Flávia Alessandra e Otaviano Costa – Reprodução

 

Briga pela herança de Marcos Paulo

 

Em síntese, a confusão começou após a morte de Marcos Paulo. O diretor foi casado durante seis anos, 2005 a 2012, com Antonia Fontenelle e ao falecer deixou mais da metade de sua fortuna à ela.

Antonia e Marcos tinham um contrato de união estável que garantiria a ela o direito à herança do companheiro.

Além disso, Marcos Paulo havia assinado um documento no qual deixava 60% da herança, estimada em cerca R$ 30 milhões, para Antonia.

 

Marcos Paulo, Antonia Fontenelle e Flávia Alessandra - Reprodução
Marcos Paulo, Antonia Fontenelle e Flávia Alessandra – Reprodução

 

Após a morte do diretor, em 2012, Mariana Simões (filha de Marcos Paulo com Renata Sorrah) e Giulia Martins (fruto da união do ex-diretor com a atriz Flávia Alessandra) moveram uma ação judicial pedindo a invalidação do registro.

 

Marcos Paulo e as filhas – Reprodução

 

Além das duas, Marcos também era pai de Vanessa Simões, do primeiro casamento com a modelo italiana Tina Serina.

As filhas questionavam que, no testamento datado de 2005, antes do relacionamento, o ator e diretor dividia todos os bens entre três herdeiras.

 

Flávia, Marcos e a filha do ex-casal – Reprodução

 

Dias depois da morte de Marcos Paulo, as filhas conseguiram na Justiça o bloqueio dos bens do diretor.

O apartamento onde ele morava foi interditado, permitindo que as chaves fossem trocadas, e as contas tanto física quanto jurídica também foram bloqueadas.

 

Flávia e filha - Reprodução
Flávia e filha – Reprodução

 

Na época, Antonia Fontenelle chegou a afirmar que havia sido impedida de retirar as coisas que havia deixado no local onde residia com o marido.

Antonia Fontenelle saiu vitoriosa da batalha judicial, uma vez que a Justiça julgou que ela também teria direito a herança.

 

Antonia Fontenelle e Marcos Paulo - Reprodução
Antonia Fontenelle e Marcos Paulo – Reprodução

 

Na ocasião, Vicente Sesso, pai de Marcos Paulo, chegou a se manifestar sobre o caso. “Eu era sabedor da existência dessa carta que deixava 60% do dinheiro para Antônia. Achei a decisão justa, uma vez que era o desejo dele”, disse.

 

 

Continuando em seguida: No dia do enterro do Marcos, eu falei para as herdeiras que ele tinha escrito uma carta deixando parte do dinheiro para ela. Na hora, elas não ligaram e só se deram conta quando foram ao banco, viram o quanto ele tinha. Essa decisão da Justiça é exatamente a vontade do Marcos”, disse ao portal Ego.

 

Antonia Fontenelle e o pai de Marcos Paulo - Reprodução
Antonia Fontenelle e o pai de Marcos Paulo – Reprodução

 

Flávia Alessandra atacou Antonia Fontenelle

 

As filhas recorreram da decisão. Em agosto de 2017, três desembargadores do Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro decidiram por unanimidade que Antônia seria reconhecida como herdeira, junto com as filhas.

Ao saber da decisão, a atriz Flávia Alessandra chegou a falar sobre o caso pela primeira vez, por meio de um comunicado enviado a imprensa.

 

Flávia e filha - Reprodução
Flávia e filha – Reprodução

 

No texto, Flávia disse que, nos anos seguintes à morte de Marcos Paulo, Antonia teria caluniado as filhas do ex-diretor, e revelou que, antes de morrer, ele havia registrado em cartório um documento dizendo que a brasiliense renunciava à herança. No entanto, Antonia rebateu a versão.

 

 

Após a decisão final na qual Antonia Fontenelle sai vencedora do processo, a comemorou em seu Instagram.

“Estou aqui em Manhattan (nos EUA) e meu advogado me liga para dizer que, finalmente, depois de 7 anos de muito esculacho, a Justiça me deu ganho de causa. É um ganho moral. É uma vitória moral. Três a zero, como todas as vezes que eu fui reconhecida, foi por unanimidade”, disse.

 

Flávia e Antonia antes da briga - Reprodução
Flávia e Antonia antes da briga – Reprodução

- Continue depois da Publicidade -

você pode gostar também

“Nós usamos cookies e outras tecnologias semelhantes para melhorar sua experiência. Ao utilizar nossos serviços, você concorda.” Tudo bem Mais detalhes