O Corpo Como Capital

Se o corpo é a imagem da sociedade, que sociedade está representada nos corpos dos brasileiros?

O Corpo Como Capital

Organizadora Mirian Goldenberg, O Corpo Como Capital reúne o trabalho de oito antropólogos que analisam a especificidade da construção social do corpo na cultura brasileira. Os autores realizaram entrevistas e observação participante em locais estratégicos para refletir sobre o corpo: a praia de Ipanema, academias de musculação, casas de swing, estúdios de tatuagem, academias de dança de salão e escolas municipais. Os temas escolhidos são fascinantes:

• A pesquisa de Mirian Goldenberg, que abre o livro, analisa a construção do corpo feminino e masculino numa cultura que transforma corpos “naturais” em corpos cultivados, moldados e esculpidos.

• Marisol Goia mostra como e porque o bairro de Ipanema é considerado um emblema da cidade do Rio de Janeiro e, por extensão, do Brasil.

• Cláudia da Silva Pereira analisa adolescentes femininas de camadas médias e como elas utilizam o termo “patricinha” como forma de classificar e hierarquizar a si mesmas.

• Olivia von der Weid descreve a experiência de casais adeptos da troca de parceiros.

• Andréa Osório analisa a tatuagem de amor: o registro na pele do nome, das iniciais ou do rosto da pessoa amada.

• Cesar Sabino discute os sentidos dados por homens e mulheres à cor do cabelo verificando especialmente a questão do ser loira.

• Mariana Massena fala sobre a estética da sedução na dança de salão.

• Rodrigo Rosistolato toma por objeto o desenvolvimento de um projeto de orientação sexual numa escola do Rio de Janeiro.

O livro reflete sobre o papel central que o corpo está ocupando na sociedade brasileira nas últimas décadas e aponta para as singularidades de uma cultura onde o corpo é um importante capital físico, simbólico, econômico e social.

O livro O corpo como capital: estudos sobre gênero, sexualidade e moda na cultura brasileira, organizado por Mirian Goldenberg, com artigos de Mirian Goldenberg, Marisol Goia, Cláudia Pereira, Olivia von der Weid, Andréa Osório, Cesar Sabino, Mariana Massena e Rodrigo Rosistolato, todos professores, doutores e mestres da UFRJ.

Editora Estação das Letras e Cores
www.estacaoletras.com.br    
Tel: 11 – 41918668 

Publicação: 28 de fevereiro de 2008

AUTOR

Denise é editora do Fashion Bubbles. Estilista, formada em Moda e Artes Plásticas, atuou em diversas empresas de moda e teve marca própria de lingeries, a Lility. Também desenvolve pesquisas sobre História e Identidade Brasileira na Moda e Psicologia Analítica. É apaixonada por filosofia, física quântica, psicanálise e política. Siga Denise no Instagram: @denisepitta e @fashionbubblesoficial

Veja também...

O Fashion Bubbles possui cerca de 10 mil artigos, aqui as matérias geralmente aparecem aleatoriamente, aproveite para relembrar o que foi moda em outros anos, conhecer outros artigos ou ver a evolução do próprio site que começou em 2006 como um Blog.

COMENTÁRIOS

Leia o post anterior:
manchas-de-frutas-1
Como tirar mancha de roupas – Parte 2

Suco de Frutas ou Manchas de Frutas Procure lavar na hora com água e sabão para evitar que a mancha...

Fechar