Bubbles in the city – Dress smart

Bubbles in the city – Dress smart

Eu juro que ia ficar bem caladinha no meu canto. Mas a coisa anda tão fora de controle, que eu preciso me manifestar. É o seguinte, mulherada: ambiente de trabalho não é lugar pra ser sexy (pra não dizer vulgar).

Tudo bem que você é gatinha/gatona, que tá com o corpitcho super em dia, gastou horrores na lipo, colocou silicone etc. Acredite: dá pra ser linda e sensual sem ter que usar produções que ficariam melhores na praia (de nudismo?). Mesmo porque, se você for mesmo gatinha/gatona e seu layout tá tão ótimo, qualquer roupa bacana vai cair bem, por mais que tenha mangas, golas e um comprimento no mínimo na altura do joelho.

Sou mega a favor da liberdade de expressão e da diversidade. Supertolero cabelos estranhos – no corte, arrumação ou cor. Tatto à mostra? Acho o máximo – desde que o desenho não seja ridículo, porque, neste caso, sorry, mas vou ter que rir.

Mas tem certas coisas que simplesmente não podem ser usadas num ambiente profissional. Não importa onde você trabalhe: numa firrrrma (corporativona, mas casual e descolada) ou numa agência (supermodernete e “criativa”). Lembre-se: você está tra-ba-lhan-do. Claro, existem exceções. Tipo: se você é hostess de alguma balada; vendedora de loja e precisa usar os looks da estação ou, ainda, se você é daquela “profissão mais antiga do mundo”. Fora isso, por favor, mantenha a compostura.

Bubbles in the city – Dress smart

Por maaais que mini vestidinhos e shortinho estejam “na moda”, no trabalho, não pode. Nem que suas pernocas sejam maravilhosamente bem torneadas e tenham aquela cor irritantemente linda e bronzeada – não pode. Você quer ser reconhecida pelo seu alto desempenho ou porque tem pernas bonitas? Decida-se. Dependendo da resposta, mude de profissão.

Suas costas são fabulosas, sem gordurinhas laterais ou perebas. Ótimo. Bom pra você. Nem por isso ache correto usar frente única. Ombros largos e atléticos? Excelente! Mas tomara-que-caia, não. A não ser que você vá usar um casaquinho por cima – e não vá tirá-lo nem que a vaca tussa.

Barriga de fora, nem se for a mais malhada da galáxia. A gente entende, aplaude – e inveja – seu esforço na malhação (ou a grana que investiu na lipo). Mas não pode, tá? Transparência, só a de caráter – o que já é pra lá de bom (pra não dizer raro) nesse mundo de meu Deus. E decote? Até acho que pode. Mas não deixe tudo tão à mostra, nem que tenha acabado de turbinar as mamas com litros e litros de silicone.

Outro dia, participei de uma reunião com uma figura que mais parecia uma árvore de Natal ao vento: muito brilho, muita coisa pendurada, tudo esvoaçando, fazendo aquele barulhinho de pulseiras, colares e brincos pra lá e pra cá. Não consegui me concentrar! Me deu até tontura…

Bubbles in the city – Dress smart

Outro fenômeno bastante inadequado são as calças justas. A buzanfa fica gritando socoooorro, sufocada, dá impressão que tudo vai estourar que nem a roupa do Incrível Hulk! Pior ainda quando a “mina” tem uma retaguarda de dar inveja a qualquer mulher sacolão (termo genérico, que acabo de inventar, paras os looks melancia, morango, jaca, melão etc) e ainda escolhe uma calça de cor clara, que aumenta ainda mais a “região montanhosa”.

E cuidado: festa da firrrrma pode até ser festa. Mas é da firrrma. Então, ainda que roupas mais “ousadas” estejam no contexto, é bom não exagerar.

Veja bem: não precisa se vestir de forma careta, ignorando sua feminilidade e natureza sexy. Apenas escolha a roupa de acordo com o ambiente e seu papel dentro dele. É muito fácil ser notada e desejada quando seus dotes estão todos à mostra – mas você corre sério risco de ser muito mal interpretada.

Eu admiro muito mais quem escolhe o caminho aparentemente mais difícil: ser notada, sem estar travestida de exageros. Ser sexy e desejada, de forma natural, mesmo usando gola alta e cobrindo a perna (ou boa parte dela). Isso, acredite, demonstra muito mais astúcia e inteligência – sem deixar de estar absolutamente irresistível. Então: dess smart! Você não vai se arrepender, nem deixar de ser promovida.

Bubbles in the city – Dress smart

Bubbles in the city – Dress smart

Por Mila Brito

Publicação: 25 de agosto de 2008

AUTOR

Veja também...

O Fashion Bubbles possui cerca de 10 mil artigos, aqui as matérias geralmente aparecem aleatoriamente, aproveite para relembrar o que foi moda em outros anos, conhecer outros artigos ou ver a evolução do próprio site que começou em 2006 como um Blog.

COMENTÁRIOS

Leia o post anterior:
madonna31
Primeiras fotos do show da Madonna

Já estão rodando pela net as primeiras fotos e filmes de celular do novo show da Madonna, que estreou no...

Fechar