Em que tempo você parou?

Em que tempo você parou? Quando me refiro ao tempo, não é o mesmo tempo usado pela Denise Pitta na história da moda. Aqui, eu quero destacar um determinado tempo, época ou momento que algumas pessoas “congelam” suas vidas.

Tenho, curiosamente, observado que o look, a postura, o olhar, o modo de falar, e o estilo das pessoas nos contam histórias de suas vidas. Não só o corpo, mas o que o embala, como vestuário, acessórios, maquiagem e corte de cabelo – barba e bigode para homens -, nos revelam o momento que aquela pessoa está. Você nunca se perguntou? – esta pessoa é jovem mas é tão anos 80!!!

Olhando mulheres que ainda usam corte de cabelo pigmalião, por exemplo, nos reportam a experiências dos anos 70 que procuram reviver ou que nunca conseguiram deixar aquele tempo e lugar. A identificação pode passar por personagens de mulheres fortes como as Panteras (Charlie’s Angels), Katie Maloney, Mulher Maravilha, Mulher Biônica, sem esquecer She-Ra, que tem um grande fã clube! É curioso que somos testemunhas do quanto a revolução feminina mexeu na cabeça das mulheres, porém muitas não conseguiram mudar ao menos no corte de cabelo. Curto, longo, liso, alisado, ondulado, cacheado, crespo, chapinhado, loiro, preto, castanho, vermelho e muito mais, o corte de cabelo sempre foi e continuar a ser um marco revelador de uma era.

É intrigante ver “aquele” senhor que se orgulha tirar do guarda-roupa o terno que usou em seu casamento para ir a uma festa de formatura ou a um evento equivalente após 20, 30 ou 40 anos. Pare ele, o terno não mudou, apesar da revolução têxtil, transfomações no corte, cores, posições e quantidade dos botões. Provavelmente porque ele também não tenha mudado durante todo este período de vida…

As experiências se cristalizam e as pessoas e suas roupas também. O que ocorre é que muitos que se recusam a aceitar a moda como comunicação viva, não comprendam seu medo de mudar em um mundo que é novo a cada instante. Desta forma, observar o como as pessoas se vestem, sem o preconceito de que estão certas ou erradas, in ou out, fashion ou desajustadas, é sempre uma atividade interessante para o profissional da moda.

[kako]

Publicação: 4 de agosto de 2006

AUTOR

Psicanalista e economista, com pós-graduação em Administração pela USP e Marketing pela ESPM. Tem MBA em Gestão Internacional pela Thunderbird School of Global Management‚ Arizona‚ USA e formação nas áreas de Psicologia e Filosofia.

COMENTÁRIOS

Veja também...

O Fashion Bubbles possui cerca de 10 mil artigos, aqui as matérias geralmente aparecem aleatoriamente, aproveite para relembrar o que foi moda em outros anos, conhecer outros artigos ou ver a evolução do próprio site que começou em 2006 como um Blog.

Leia o post anterior:
russellhazel
Fina!!!!

http://www.russellandhazel.com/index.html

Fechar