O Hellcomeço! Nunca é tarde para recomeçar e fazer algo novo

O Hellcomeço! Nunca é tarde para recomeçar e fazer algo novo

Tenho uma super coachee (sim, todas as minhas clientes são super!) que fez todo seu processo de coaching baseado nas dúvidas entre parar, continuar ou recomeçar. Depois que a gente chega em uma certa idade, a sensação que temos é que vamos nos tornando invisíveis – me disse uma outra cliente – parece que a mulher por não ser mais desejada, deixa de existir.

-Mas deixa de existir para quem?

Há a crença de que homens sempre desejam mulheres de até 30 anos, não importa a idade que eles tenham, e que por isso mesmo todas as mulheres que ultrapassam determinada etapa da vida, começam a deixar de ser objeto de interesse masculino. Vejam que aqui eu coloquei vários absurdos – ou que pelo menos deveriam ser absurdos –  na mesma sentença.

Vamos rever?

-Homens que só desejam mulheres de até 30 anos: Se eles não têm capacidade de evoluir, é problema deles, não seu. Eu em seu lugar repensaria desejar uma pessoa que não consegue evoluir com o tempo.

-Mulheres depois de uma certa idade deixam de ser desejáveis. Isso vai depender do que você acha que é desejo. Sim, as juntas e o colágeno vão dando adeus, mas é só isso? Se você se olha no espelho e consegue dizer: Gostosa! Não importa a idade, a possibilidade de muita gente concordar na rua é bem alta.

-Objeto de interesse masculino. Espero que nenhuma das minhas leitoras seja objeto do que quer que seja. E se for me procurar, nós vamos juntos mudar isso.

Além dos absurdos listados aqui, ainda há um maior: aliar beleza e juventude com a capacidade de trabalho e produção de uma mulher. São coisas absolutamente separadas. Existem idades e possibilidades em cada década. O tempo de sua vida vai ser utilizado, administrado e caracterizado por objetivos diferentes. Afinal, qualquer um pode ser um negociador da bolsa aos 20 e tantos anos e fazendeiro orgânico aos 50, na verdade fazer trasições de carreira na fase da maturidade, será cada vez mais comum…

Eu entendo que ainda temos muito a mudar em nosso convívio social, que sim, alimentamos todas essas crenças bobas e machista de que a mulher é um reflexo dos desejos dos homens. Mas, parte de cada um de nós, deixarmos de lado a paralisia do medo que nos impede de modificar comportamentos e partir para a ação.

O que eu quero dizer aqui é: Não existe idade para recomeçar!  Não existe sexo para isso, não existe posição social, não existe nada que venha de fora. Só existe seu desejo.

Se você traçar objetivos realistas com determinação e foco, pode sim começar uma nova atividade aos 60, 70 ou quando quiser. Mudanças, renovação, redescobertas são sempre bem vindas.

O Hellcomeço! Nunca é tarde para recomeçar e fazer algo novo

Eu arrisco dizer que, se você resolver tentar algo novo hoje, agora, assim que você acabar de ler este texto, se você se comprometer a executar algo que nunca fez, mesmo que seja algo pequeno, vai voltar a se sentir uma menina de 18 anos.

Não são os seus 18 ou seus 81 anos que definem a sensação do seu cérebro, mas sim a onda porreta de sentir algo pela primeira vez.

A vida é sua, o tempo é seu, assim como é sua a responsabilidade! A opção de viver bem, de ser realizada, de encontrar seus objetivos é só sua, ninguém pode fazer isso por você ou te negar esta oportunidade.

Ah! Voltando ao prato do restaurante da outra coluna: sim eu provei um novo prato. E me senti como me sentia aos 18.

E você? O que vai fazer de novo hoje? Me conta?

Até a próxima semana.

Por Gustavo Horta

(Gustavo Horta é Life Coach especializado em mulheres, faz parte da Woman To Be. Mediador de conflitos, é profissional que atua há mais de 20 anos em relações humanas por acreditar e investir no contínuo aperfeiçoamento dos indivíduos. Tem ampla experiência em Recursos Humanos, Gestão de Projetos em Cultura e Esportes, Comunicação Institucional e Captação de Recursos. E acredita que mulher feliz é aquela que manda no seu próprio nariz. E-mail: gustavohshorta@gmail.com , Instagram: @gusiho, Linkedin: Gustavo Horta, Twitter: @gustavohorta )

Sobre a WTB: A Woman To Be é uma empresa de coaching para mulheres que buscam a autorrealização através de escolhas mais assertivas para alcançar o equilíbrio em todas as áreas da vida. Os programas desenvolvidos e aplicados com metodologia própria Woman To Be proporcionam condições para que a mulher seja a grande líder e protagonista de sua própria história.

O Hellcomeço! Nunca é tarde para recomeçar e fazer algo novo

O Hellcomeço! Nunca é tarde para recomeçar e fazer algo novo

 

Salvar

Salvar

Salvar

Salvar

Salvar

Salvar

Salvar

Publicação: 1 de maio de 2017

AUTOR

Gustavo Horta é Life Coach especializado em mulheres, faz parte da Woman To Be. Mediador de conflitos, é profissional que atua há mais de 20 anos em relações humanas por acreditar e investir no contínuo aperfeiçoamento dos indivíduos. Tem ampla experiência em Recursos Humanos, Gestão de Projetos em Cultura e Esportes, Comunicação Institucional e Captação de Recursos. E acredita que mulher feliz é aquela que manda no seu próprio nariz. E-mail: gustavohshorta@gmail.com , Instagram: @gusiho, Linkedin: Gustavo Horta, Twitter: @gustavohorta ) Sobre a WTB: A Woman To Be é uma empresa de coaching para mulheres que buscam a autorrealização através de escolhas mais assertivas para alcançar o equilíbrio em todas as áreas da vida. Os programas desenvolvidos e aplicados com metodologia própria Woman To Be proporcionam condições para que a mulher seja a grande líder e protagonista de sua própria história.

COMENTÁRIOS

DESCONTOS EXCLUSIVOS FASHION BUBBLES

Leia o post anterior:
Vestidos de festa - Moda Festa amfAR 2017
Moda Festa – Vestidos, looks e joias usados pelas famosas no amfAR 2017

Um dos eventos mais badalados do calendário paulistano, o amfAR, Fundação para a Pesquisa da AIDS (The Foundation for AIDS...

Fechar