Vicunha Têxtil – Líder de produção de índigos e brins na América Latina

Vicunha Têxtil – Líder de produção de índigos e brins na América Latina

A Vicunha registra R$ 70 milhões de lucro líquido em 2010

Fundada em 1967, a Vicunha Têxtil, atualmente, está totalmente voltada para a produção de índigos e brins e mantém-se como líder e maior companhia do setor na América Latina. Conta, no Brasil, com duas unidades fabris no Ceará (Maracanaú e Pacajus) e uma no Rio Grande do Norte (Natal). Possui, também, escritórios comerciais na Europa (Suíça) e na Argentina. Além disso, em 2007, adquiriu a maior fábrica de índigo do Equador.

De janeiro a setembro de 2010, foi registrado lucro líquido consolidado de R$ 63 milhões. Após o período, no segmento índigo e brim, a receita líquida alcançou R$ 620 milhões, crescimento de aproximadamente 21% em relação aos mesmos meses de 2009 (R$ 512 milhões). A margem EBTIDA (lucros antes de juros, impostos, depreciação e amortização) foi 50% superior ao mesmo período do ano passado (R$ 92 milhões), totalizando R$ 137 milhões.

Expansão: modernização nacional e plano de internacionalização

O objetivo da Vicunha é se fortalecer no setor tanto em âmbito nacional quanto internacional. Para atingir essa meta, importantes ações estão sendo colocadas em prática. No Brasil, há a projeção de investimento total de R$ 400 milhões nos próximos três anos para modernização das unidades fabris nacionais situadas no Nordeste; desse montante, R$ 90 milhões já estão sendo aplicados em 2010, com foco na atualização de maquinários e processos, além da manutenção da demanda por mão de obra e quadro atual de funcionários.

A companhia dá andamento à expansão interna com a assinatura de Protocolo de Intenções com o governo de Mato Grosso e prefeitura de Cuiabá para instalação, nos próximos anos, de indústria das atividades de fiação, tinturaria, tecelagem e acabamento, destinadas para o beneficiamento e produção de tecidos. O investimento projetado é de R$ 350 milhões, com previsão de geração de dois mil empregos diretos e seis mil indiretos, processamento anual de 65 mil toneladas de algodão e produção anual de 72 milhões de metros lineares de tecido.

Em outra frente, a Vicunha consolidou sua operação internacional ao comprar a empresa, no Equador, La Internacional que, em 2010, recebe investimento de US$ 25 milhões para duplicação da capacidade instalada na produção de índigo. Estas ações transformarão a Vicunha, em um curto espaço de tempo, na maior fabricante de índigo e brim do mundo.

Vicunha Têxtil – Líder de produção de índigos e brins na América Latina

Ações sociais

Cada vez mais, a Vicunha direciona seus esforços para tornar sua produção mais eficiente em prol da comunidade. A empresa capacita e absorve mão de obra local por meio do programa Pescar, após treinamento de jovens em vulnerabilidade social que moram nas imediações das fábricas, na faixa etária dos 16 aos 19 anos. No projeto, os adolescentes passam por um curso de 10 meses ministrado por profissionais da empresa que atuam como voluntários com o objetivo de capacitá-los para o mercado de trabalho.

A empresa também estimula o constante desenvolvimento do mercado de moda no Brasil ao apoiar estilistas e marcas em eventos de grande porte e repercussão internacional como o São Paulo Fashion Week (SPFW) e Fashion Rio. O apoio aos novos talentos é um dos diferenciais da estratégia de Marketing da Vicunha, que constantemente patrocina estilistas iniciantes para incentivar a profissionalização na área. Os tecidos Vicunha são mostrados com frequência nas passarelas da Casa de Criadores, em São Paulo, do Rio Moda Hype, no Rio de Janeiro, e, em Fortaleza, no Dragão Fashion Brasil e no Concurso Sinditêxtil de Costura, Modelagem e Design – espaços em regiões-chaves do País de onde nascem grandes talentos.

Internamente, a companhia também estimula o crescimento profissional de seus estagiários, com oportunidade de desenvolver suas aptidões, tendo em vista a futura absorção ao quadro de colaboradores. Essa preocupação é, inclusive, reconhecida pelos jovens, que a elegeram como “A Melhor Empresa Para Estagiar” em 2009, segundo pesquisa organizada pelo CIEE (Centro de Integração Empresa-Escola) e realizada em parceria com o Ibope Inteligência e com a seccional paulista da ABRH-SP (Associação Brasileira de Recursos Humanos).

A companhia ainda apoia o Concurso Moda Inclusiva, que propõe a estudantes de moda de todo o Estado de São Paulo desenvolver propostas de vestuário que se ajustem às necessidades de pessoas com deficiência. Em parceria com a organizadora do evento, a Secretaria de Estado dos Direitos da Pessoa com Deficiência, a Vicunha oferece como prêmio ao primeiro colocado um estágio de um mês na companhia.

Vicunha Têxtil – Líder de produção de índigos e brins na América Latina Vicunha Têxtil – Líder de produção de índigos e brins na América Latina
Alunos do projeto pescar no laboratório de informática e filhos dos funcionários no programa Brincar e Conhecer.

Responsabilidade ambiental

No processo industrial, a preocupação com o meio ambiente está presente em todas as fases. A Vicunha conta, há mais de uma década, com as certificações de qualidade ISO 9001, ISO 14001 e selo verde europeu Oeko-Tex Standard 100, que atesta a não utilização de substâncias nocivas ao ser humano na produção, tingimento e acabamentos de seus tecidos.

Uma das práticas de maior destaque é o uso da casca de castanha-de-caju para geração de energia térmica na produção de vapor para aquecimento das caldeiras das duas fábricas no Ceará. Por mês, são usadas em média 2,3 mil toneladas do resíduo, uma economia de, no mínimo, 50% em relação ao combustível fóssil antigamente utilizado nesse processo. A biomassa já é utilizada nas unidades fabris há 10 anos e tem alcançado níveis positivos, não só econômicos, mas também ambientais. Primeiramente, ao absorver as cascas das amêndoas para reaproveitamento energético, a empresa evita que todo esse resíduo seja descartado em aterros. Outro benefício é a qualidade do ar emitido pelas caldeiras. Esta ação evita a emissão de cerca de 10.000 toneladas de gás carbônico todos os meses na atmosfera.

A linha de brins NAT, sem tingimentos e aspecto rústico, com pequenas cascas de algodão aparentes em sua superfície, é um exemplo dessas ações transformadas em produtos.

Vicunha Têxtil – Líder de produção de índigos e brins na América Latina Vicunha Têxtil – Líder de produção de índigos e brins na América Latina
Amostra de água tratada e plantação de mudas da Ação Dia da Árvore.

Vicunha Têxtil registra R$ 70 milhões de lucro líquido em 2010

Os resultados da Vicunha no exercício de 2010 são os melhores dos últimos anos. Essa é a análise da companhia sobre as demonstrações financeiras referentes ao ano passado. Líder na produção de índigos e brins na América Latina e uma das três maiores fabricantes do mundo, a Vicunha registrou lucro líquido de R$ 70 milhões, melhora significativa se comparado ao mesmo período de 2009, quando apresentou um prejuízo de R$ 5 milhões.  A receita líquida consolidada alcançou R$ 884 milhões, crescimento de 26% em relação ao ano anterior (R$ 700 milhões). O EBITDA total foi de R$ 164 milhões, 49% superior (R$ 110 milhões).

Os bons resultados da Vicunha refletem-se também na redução da divida financeira consolidada líquida de R$ 501 milhões, em 2009, para R$ 277 milhões ao fim do último ano. O motivo é a redução no índice de alavancagem financeira em 2010, decorrente de capitalização e do aumento de lucratividade dos negócios.

Inovação e tecnologia para diferenciação de seus produtos foram os principais focos do negócio da Vicunha em 2010, com investimento em pesquisa, desenvolvimento e marketing e relacionamento com clientes para ampliação e aumento de sua carteira. Outras ações relevantes para os resultados foram a alienação do segmento de viscose para a empresa Vicunha Participações S/A e, para a WPAR Administração de bens Ltda, a alienação da produção de poliéster. Procedeu, ainda, a segregação dos imóveis não operacionais, em subsidiária integral e específica, possibilitando as vendas ou incorporações futuras desses imóveis.

Vicunha Têxtil – Líder de produção de índigos e brins na América Latina Vicunha Têxtil – Líder de produção de índigos e brins na América Latina

Investimentos

Os números positivos do período são decorrentes do posicionamento da Vicunha em se fortalecer no setor em que atua tanto em âmbito nacional quanto no internacional. Para atingir essa meta, importantes ações estão sendo implementadas:

– Investimento total de R$ 430 milhões nos próximos três anos para modernização das unidades fabris brasileiras situadas no Nordeste (três no Ceará e uma no Rio Grande do Norte); desse montante, R$ 90 milhões já estão sendo aplicados neste ano.

– No período, a companhia consolidou sua operação internacional ao comprar a empresa LA Internacional, localizada no Equador, com investimento de US$ 25 milhões para duplicação da capacidade de produção de índigo na unidade instalada em Quito.

– Assinatura de Protocolo de Intenções com o governo de Mato Grosso e prefeitura de Cuiabá para instalação nos próximos anos de indústria das atividades de fiação, tinturaria, tecelagem e acabamento, voltadas para o beneficiamento e produção de índigo. O investimento projetado é de R$ 350 milhões, com previsão de geração de dois mil empregos diretos e seis mil indiretos, processamento anual de 65 mil toneladas de algodão e produção anual de 72 milhões de metros lineares de tecido.

– Já em 2011, a Vicunha, por meio de sua subsidária Brastex, na Argentina, firmou, contrato de fornecimento de produção de tecidos índigo e brim com o Grupo Ullum, que engloba Tintoteria Ullum S/A., Tejuderia Galícia S/A e Tejeduria Panamá S/A., todas do segmento têxtil. O prazo de fornecimento vigorará até 30 de junho de 2011, aplicando-se o mesmo prazo para exercício da opção de compra. Caso seja exercida a opção, o montante global estimado entre a aquisição e a realização dos investimentos para aumento, modernização e flexibilização da produção é de US$ 40 milhões.

Vicunha Têxtil – Líder de produção de índigos e brins na América Latina Vicunha Têxtil – Líder de produção de índigos e brins na América Latina

Expectativas

“Em 2011 continuaremos focados em nossa grande meta de fortalecimento com investimentos nos negócios internacionais, no aumento da capacidade produtiva e na modernização das fábricas nacionais”, afirma José Maurício D´Isep, Diretor Financeiro e de Relações com Investidores da Vicunha Têxtil.

Com essa estratégia a companhia reforça sua importância no mercado brasileiro e latino de produção de índigo e brim, que será ainda maior com a expansão de sua capacidade produtiva por meio do projeto de instalação de fábrica em Mato Grosso.

Em âmbito internacional, com a operação da subsidiária LA Internacional no Equador, a companhia pretende aumentar sua participação no mercado da América Latina, visando às exportações para os países signatários do Pacto Andino, México e, consequentemente, Estados Unidos e Europa. Além da produção no Equador, a empresa também atua na Argentina com escritório comercial e analisa o mercado local para possíveis aquisições de plantas industriais.

Contudo, o ramo têxtil tem enfrentado aumento significativo do preço do algodão, sua principal matéria-prima. Frente à perspectiva da manutenção dos valores elevados desta commodity para 2011, a Vicunha, neste último trimestre, vem reajustando os preços de seus produtos com o objetivo de preservar as margens de lucratividade.

Vicunha Têxtil – Líder de produção de índigos e brins na América Latina

Sobre a Vicunha Têxtil:

Fundada em 1967, a Vicunha Têxtil é líder na produção de índigos e brins, além de ser a maior companhia do setor da América Latina. A empresa produz e comercializa índigos, brins e fios. Conta, no Brasil, com unidades no Ceará e Rio Grande do Norte. Além disso, possui escritórios comerciais na Europa e na Argentina. Adquiriu a maior fábrica de índigo do Equador e está entre os principais fabricantes mundiais de índigos e brins.

Em 1982, iniciou suas atividades no mercado externo e, hoje, é considerada uma das maiores empresas exportadoras do setor, vendendo seus produtos às melhores marcas nacionais e internacionais. Para isso, investe constantemente em tecnologia e aperfeiçoamento de seus colaboradores para melhoria de qualidade e aumento da eficiência de produção.

Sempre atenta às novidades do segmento, a empresa apóia diversos estilistas nos eventos de moda e participa das principais feiras mundiais do ramo têxtil. Consciente de seu papel social, a companhia realiza ações nas áreas de educação, saúde, conservação ambiental e programas motivacionais, entre outros.

Vicunha Têxtil – Líder de produção de índigos e brins na América Latina Vicunha Têxtil – Líder de produção de índigos e brins na América Latina

Fonte: Assessoria de Imprensa da Vicunha Têxtil
CDI Comunicação Corporativa

Publicação: 26 de abril de 2011

Veja também...

O Fashion Bubbles possui cerca de 10 mil artigos, aqui as matérias geralmente aparecem aleatoriamente, aproveite para relembrar o que foi moda em outros anos, conhecer outros artigos ou ver a evolução do próprio site que começou em 2006 como um Blog.

COMENTÁRIOS

Leia o post anterior:
Brandsclub1
Produtos Puma por muito menos

A Puma começou na Alemanha produzindo artigos esportivos. Porém, hoje a marca já se tornou ícone fashion graças às suas...

Fechar