Logo

Que tal um passeio de bike em Maremma, Costa da Toscana

Que tal um passeio de bike em Maremma, Costa da Toscana

BIKE TOUR 2013 – Maremma
De 04 a 10 de maio de 2013

A costa da Toscana conhecida como Maremma, não está no circuito das excursões de ônibus. Esta região isolada no sul da Toscana permanece fiel às suas raízes, com pequenos vilarejos, separados por florestas de castanheiras e vinhedos em expansão, as cidades de Maremma mantiveram-se isoladas da explosão turística.

A região é única pela variedade de seu território: mar azul, praias extensas, árvores enormes, vinhas, olivais e pântanos. As colinas são mais suaves do que as da Toscana central, tornando o passeio mais fácil para o ciclismo.

Maremma não é conhecida só pelas paisagens, é também uma região rica em produtos típicos para serem apreciados e saboreados, em um surpreendente passeio gastronômico. A serra e o mar combinam perfeitamente com a comida e com o vinho.

Neste passeio vamos passar a noite em três diferentes vilas medievais costeiras. Você pode visitar ruínas etruscas, castelos, adegas e uma praia maravilhosa. Nos encontramos em Florença, e de lá inciamos nosso tour, terminando em Cecina.

O passeio é acompanhado por uma van, caso alguém canse de pedalar, tem um rítmo agrádavel, além de poder apreciar a paisagem e poder tirar muitas fotos.

Veja fotos de Maremma

Que tal um passeio de bike em Maremma, Costa da Toscana Que tal um passeio de bike em Maremma, Costa da Toscana

Que tal um passeio de bike em Maremma, Costa da Toscana

Que tal um passeio de bike em Maremma, Costa da Toscana Que tal um passeio de bike em Maremma, Costa da Toscana

Que tal um passeio de bike em Maremma, Costa da Toscana

Confira roteiro da viagem à Toscana – Bike Tour maio 2011

Com destaque para gastronomia e degustação de vinhos

 De 06/05 a 14/05 o Pasta d’autori Cucina Originale realizou seu primeiro bike tour tendo como destino a aromática e montanhosa Toscana, no coração da Itália.

 O tour começou no sábado, com uma parada em Firenze, capital da Toscana e berço da cultura renascentista. Em uma pequena viela – Via dei Cimatori, 38 (http://www.iduefratellini.com/) com aproximadamente 2 metros de frente e 1,5 de fundo, pudemos saborear deliciosos paninis (E$ 2,50 cada) – destaque ao de salami toscano – “finocchiona” e queijo de cabra cremoso. Acompanhados de vinhos locais em taça, desde um Chianti Clássico até os famosos Brunelos.

Após explorarmos um pouco a cidade, provamos um Super Toscano Capezzana na Enoteca La Botte acompanhado de Penne ao Ragu de Carne!

No domingo,  pudemos conhecer alguns lugares históricos: Duomo, Ponte Vecchio, Piazza Signoria, entre outros. No almoço fomos à Cantina Verazzano, onde saboreamos uma deliciosa entrada de frios toscanos, pecorinos e uma deliciosa refeição acompanhada do vinho da casa. Já à noite, no Golden View Open Bar, as margens do romântico Rio Arno que corta a cidade de Florença, regado ao vinho Amarone della Valpolicella 2006 – Selecione Antonio Catagneli, saboreamos uma inesquecível e deliciosa bisteca Fiorentina de carne de boi da raça chianina e um salada de folhas com pêra, pecorino stagionato e o famoso mel silvestre da Toscana.

Na segunda-feira, já na região do Chianti Clássico, pegamos nossas bikes em San Casciano em direção a vinícola Lê Corti, do legendário Principie Corsini, produtora dos vinhos Le Corti – Chianti Clássico, Cortevecchia – Riserva e Don Tomaso, destaque para nosso almoço na própria vinícola.

Depois de uma tarde pedalando, chegamos em Greve de Chiantti, conhecemos a centenária Macelleria Falorni, desde 1729 nas mãos da família Falorni, com seus presuntos cinta senesi, finocchionas, lardos, prosciutto de chingiale (porco selvagem). Fomos conhecer uma sala no subsolo onde o queijos pecorinos “descansam” para então serem colocados à venda – o aroma neste local é algo inesquecível.

A pé, exploramos o vilarejo de Montifiorale, terra de Américo Vespucio, com jardins multicoloridos e antiqüíssimas casas de pedra. A noite, um maravilhoso e típico jantar toscano no restaurante Neborne di Greve,  onde o Chef Fabrizio, preparou cuidadosamente pratos como: crostini crema di lardo, crostini di mammela com salsa verde, pasta al Fiori di zucca, uma massa leve com flor de abobrinha,  peposo alla fornacina (carne de boi cozida em vinho tinto e pimenta do reino por lingas horas) com feijão toscano, entre outros.

 Na terca-feira, nosso destino: Vignamaggio, antiga morada de Monalisa e local onde Leonado da Vinci usou para produzir uma de suas mais famosas telas. Tivemos uma aula de culinária inesquecível e aprendemos alguns pratos tipicamente toscanos: crostini de fígado, papa al pomodoro, pollo alla cacciatora, e de sobremesa a crostata com geléia de damasco sendo que logo após pormos literalmente a mão na massa, sentamos à mesa para degustar o fruto de nosso trabalho. Tudo é claro regado a excelentes vinhos da propriedade: dando destaque a um super toscano – Obsession 2006 (60% Merlot/40% Cabernet).

Quarta feira: nosso maior desafio ao longo de quatro quilômetros de subida com destino a Volpaia. No La Botega, apreciamos um papardele ao creme de trufas, um brasato e frango a cipolleta (cebola), além das melhores sobremesas da viagem: o tradicional tiramissu, semifredo de morango, creme de mascarpone com chocolate e a tradicional panacota com frutas do bosque. Na vinícola de Volpaia, degustamos vinhos como: Verbentino, Chianti Clássico Volpaia – Castello de Volpaia Riserva e o Super Toscano Bolifico.

Com quase 80 km já rodados ao longo da semana, chegamos em Radda, mais uma cidade encantadora com jardins floridos e gelatos deliciosos.

Na quinta-feira, saindo de Radda pela manhã, depois de 8 km de subida em meio a uma floresta onde se ouvia o barulho das cachoeiras e o canto dos pássaros, chegamos a majestosa Badia de Coltibuono (http://www.coltibuono.com/) – um antigo convento do séc. XI. No restaurante da Badia – La Osteria di Badia a Coltibuono almoçamos tartare de carne com flor de cebolinha, rigatoni ao ragu de porco com limão siciliano e um toque suave de laranja, acompanhado pelos vinhos Trapolline Toscana IGT (Chardonnay/Sauvignon Blanc) e Cancelli Coltibuono IGT(sangiovesae/syrah). Para sobremesa, uma deliciosa terrina de morango acompanhado de ristreto di moscato.

Sexta feira – nosso ultimo dia de pedalada, fomos conhecer, por indicação da Importadora Aurora que representa seus deliciosos vinhos, o renomado Castelo de Brolio, do Barão de Ricasoli. Num almoço na Osteria ei Castelo degustamos vinhos como Torricello IGT (branco), campo Ceni IGT e o Grovello (sobremesa).

Fomos então conhecer as instalações e a história do Castelo datada do ano de 1.141, onde entre os anos de 1809-1880, Betino Ricasoli desenvolveu experiências que levaram ao nascimento da moderna fórmula dos famosos vinhos Chianti. Em seguida nos dirigimos a luxuosa sala de degustação onde pudemos degustar vinhos como: Chianti Del Barone, Brolio – Chianti Clássico, Rocca Guicciarda Chianti Clássico Riserva DOCG, o super toscano Casalferro 2007 e de “choro” nos presentearam com o Castelo Del Barone, excelente chianti classico. Do alto do Castelo,  tivemos uma das mais belas vistas panorâmicas da viagem, de onde avistamos ao longe Siena, nossa destino final com as bikes.

Após 40 km de pedalada, a pitoresca e alegre Siena nos esperava. Tivemos a oportunidade de presenciar a famosa e histórica Mille Miglia com carros luxuosos e antigos. No jantar, numa tradicional cantina italiana, pudemos recordar os melhores momentos da viagem e expressar as emoções vivenciadas.

No sábado pela manhã andamos pela medieval Siena e pela Piazza Del Campo.

Como descanso dos atletas, fomos passar o último final de semana da viagem no Castelo de Gargonza, na região de Arezzo. Dessa vez todos fomos numa van, já que havíamos “abandonado as bikes”. O Castelo, data do séc. XIII, com muros, ruelas e prédios, impecavelmente conservados. Tivemos uma clara idéia do que era um Burgo na antiguidade. O dia na piscina não podia deixar de ser acompanhado de queijos e vinhos da região.

No domingo, após almoço regado ao vinho Tignanello 2006 (Antinori), começamos a nossa despedida. Regressamos a Firenze e embarcamos para São Paulo, com a missão cumprida, paisagens inesquecíveis na memória e a vontade de voltar em breve !!

Arriverdeci  e torna presto in Toscana !!

Veja fotos das viagens

Que tal um passeio de bike em Maremma, Costa da Toscana

Que tal um passeio de bike em Maremma, Costa da Toscana

Que tal um passeio de bike em Maremma, Costa da Toscana   Que tal um passeio de bike em Maremma, Costa da Toscana        Que tal um passeio de bike em Maremma, Costa da Toscana

Que tal um passeio de bike em Maremma, Costa da Toscana Que tal um passeio de bike em Maremma, Costa da Toscana

Para mais informações:

Rafael de Cara
www.pastadautori.com.br

tel (11) 3044-0615 / 3044-2362
fax (11) 23645642


Por Rafael de Cara

Que tal um passeio de bike em Maremma, Costa da Toscana

Denise é editora do Fashion Bubbles. Estilista, formada em Moda e Artes Plásticas, atuou em diversas empresas de moda e teve marca própria de lingeries, a Lility. Também desenvolve pesquisas sobre História e Identidade Brasileira na Moda. Meu perfil no G+

Your Commment

Email (will not be published)