O emprego vai acabar? Não, mas vai passar por profundas modificações, saiba como se adaptar

O emprego vai acabar? Não, mas vai passar por profundas modificações, saiba como se adaptar

Uma das facetas mais fascinantes da Moda é o estudo da manifestação do novo na cultura.  Nesta virada de milênio passamos por uma enorme e veloz transformação e a Moda que permeia o espírito dos tempos, pode ser uma grande ferramenta na adaptação aos novos paradigmas.

Assistimos a uma grande revolução tecnológica, em que a automação e a eficiência da inteligência artificial prometem ameaçar o emprego como conhecemos. Entretanto para cada emprego que se extingue, outros surgirão, mas não para competir com máquinas, e sim para aperfeiçoar aquilo que o computador não tem.

O emprego vai acabar? Não, mas vai passar por profundas modificações, saiba como se adaptar

Como se adaptar

Assistindo a palestra da querida Martha Gabriel, no Preview Couromoda, ela explicou que se o computador terá mais cérebro e processamento, o homem tem coração, emoção e criatividade. O computador e a inteligência artificial não saberão ter empatia, ética e histórias que emocionem…  Não saberão entender a dor do outro, nem proporcionar uma experiência acolhedora. Assim não assistimos ao fim do emprego, mas a uma enorme modificação em sua forma de ser.

A tecnologia terá as repostas de forma cada vez mais eficiente e o homem as perguntas, o desejo. Nesse novo paradigma teremos que aprender a aprender e estar constantemente nos adaptando às novas tecnologias. Processo que sempre ocorreu na história da humanidade, a diferença é que agora a velocidade promete ser maior.

O emprego vai acabar? Não, mas vai passar por profundas modificações, saiba como se adaptar

Para citar alguns poucos exemplos, quando o carro surgiu, decretou o fim do reinado das carroças, com a revolução industrial, milhares de funções foram extintas e agora, de forma mais acelerada outros milhões de funções passarão por transformação.

O que a história ensina, é que não adianta virar o nariz para o novo e ficar brigando com a tecnologia. O que nos cabe, é confiar na sabedoria da natureza e tentar nos adaptarmos da melhor forma possível.

Assim separei alguns vídeos que achei interessantes sobre essas questões.

Veja também: Aparelhos eletrônicos e a Terceira Revolução Industrial – Como tudo isso pode interferir em sua vida.

Os robôs vão roubar nossos empregos? E tem solução?

Vídeo bem completo que traz também as alternativas que estão sendo pensadas ao redor do mundo para enfrentar toda essa transformação.

Os robôs vão roubar seu emprego, mas está tudo bem 🙂

Estamos vivendo uma nova revolução!

Essa foi uma frase marcante de Kevin Kelly, visionário de tecnologia, em uma de suas palestras sobre inteligência artificial.

Kevin defende que, no momento, estamos vivendo uma grande Revolução Industrial, cujo poder artificial gerado pelas máquinas, na Primeira grande Revolução Industrial, se une hoje com a inteligência artificial, criando assim uma revolução sem precedentes na história da humanidade.

Assim, a pergunta, que está em foco hoje, é:

Os robôs irão roubar todos os nossos empregos?

1 – A Segunda Revolução Industrial que vem acontecendo no mundo, com o advento da inteligência artificial.
2 – A revolução no mercado de trading brasileiro com a chegada de robôs investidores.
3 – Os robôs irão roubar todos os nossos empregos?

Há quem diga que enquanto a tecnologia será responsável por grande parte do trabalho pesado, nós, humanos, teremos mais tempo para nos dedicarmos a atividades como filosofia, arte, conhecimento e entretenimento. Claro que essa parte boa virá depois de um doloroso processo de transição, mas a esperança de tempos melhores não deve esmorecer, afinal, a mente humana é inventiva e sempre encontra uma solução.

 O emprego vai acabar? Não, mas vai passar por profundas modificações, saiba como se adaptar

O emprego vai acabar? Não, mas vai passar por profundas modificações, saiba como se adaptar

O emprego vai acabar? Não, mas vai passar por profundas modificações, saiba como se adaptar

Por Denise Pitta

DESCONTOS EXCLUSIVOS FASHION BUBBLES

Publicação: 29 de novembro de 2017

AUTOR

Denise Pitta é digital Influencer e é editora do Fashion Bubbles. Estilista, formada em Moda e Artes Plásticas, atuou em diversas confecções e teve marca própria de lingeries, a Lility. Começou o blog em 2006 e está entre as primeiras blogueiras brasileiras da moda. Também desenvolve pesquisas sobre História e Identidade Brasileira na Moda e Psicologia Analítica. É apaixonada por filosofia, física quântica, psicanálise e política. Siga Denise no Instagram: @denisepitta e @fashionbubblesoficial

COMENTÁRIOS

Leia o post anterior:
Sandálias Birkenstock – O calçado que promete ser hit nas próximas temporadas

Criadas na década de 90, elas possuem shape inconfundível, com solado e tiras grossas.  As sandálias Birkenstock e o tradicional...

Fechar